Vitor Baptista está na briga pelo título da Euroformula Open em 2015
Vitor Baptista está na briga pelo título da Euroformula Open em 2015

Vitor Baptista e o russo Kostantin Tereschenko estão em uma verdadeira perseguição pelo título da temporada 2015 da Euroformula Open.

O brasileiro soma três vitórias nas primeiras cinco rodadas duplas, enquanto o russo já chegou no primeiro lugar em quatro oportunidades. Assim, eles se distanciaram de Yu Kanamaru, o terceiro colocado na tabela de pontos.

A marcação entre os dois já dura algumas etapas. Entre os rounds de Paul Ricard e Estoril, ambos conseguiram os mesmos resultados: duas vitórias para cada lado, além de um segundo e um terceiro lugares.

Tereschenko, porém, saiu em vantagem ao somar dois pontos a mais pelos bônus de pole-position e volta mais rápida.

Em Silverstone, foi a vez de Baptista dar o troco. Enquanto o estreante no certame foi ao pódio duas vezes, somando 35 pontos, o adversário marcou 32, com um sétimo lugar, uma vitória e um ponto pela volta mais rápida na segunda bateria.

No último fim de semana, no Red Bull Ring, parecia que o brasileiro ia levar a melhor novamente.

Baptista dominou os treinos, marcando a pole-position para a primeira corrida. No entanto, o piloto foi obrigado a abandonar ao se envolver em toques durante a prova. O prejuízo foi ainda maior, já que o russo fechou em segundo.

Porém, o brasileiro se recuperou no domingo. Novamente partindo da pole, dessa vez ele não teve problemas e cruzou a linha de chegada na frente, diminuindo as perdas na luta pela taça. Tereschenko foi o quarto, terminando atrás também de Yarin Stern e Kanamaru.

Mas o russo levou a vantagem na pontuação total da rodada. Ele somou 31 contra 28 do brasileiro. Agora apenas oito pontos os separam na classificação, com Tereschenko na frente.

O brasileiro corre pela equipe RP, a mais forte do grid
O brasileiro corre pela equipe RP, a mais forte do grid

Restam três etapas para o fim do campeonato: Spa-Francorchamps, Monza e Barcelona. No ano passado, a equipe RP, a mesma do brasileiro, venceu cinco das seis baterias disputadas nessa pista. O melhor resultado do rival russo no período foi o quinto lugar na Itália.

A favor de Baptista na luta pelo título também pesa a consistência. Nas dez primeiras corridas de 2015, ele só não subiu ao pódio em duas oportunidades: no abandono na Áustria e no quinto lugar no fim de semana de estreia em Jerez de la Frontera. Tereschenko ficou longe do top-3 duas vezes nas últimas quatro corridas.

O próximo capítulo do duelo entre esses dois pilotos acontece apenas nos dias 5 e 6 de setembro, após as férias de verão da Euroformula Open.

Você pode clicar aqui para ver os resultados completos da etapa do Red Bull Ring.