Novos carros da F1 2015 – Toro Rosso STR10

A Toro Rosso apresentou o STR10 em Jerez
A Toro Rosso apresentou o STR10 em Jerez

Há alguns anos a Toro Rosso tem um uniforme parecido com os de times de futebol, com os pilotos carregando o número nas costas do macacão e da vestimenta embaixo.

Talvez inspirada no esporte da bola nos pés, a escuderia italiana resolveu tentar um drible neste sábado, dia 31, em Jerez de la Frontera, ao apresentar o STR10, carro para disputa da temporada 2015 da F1.

Isso porque, enquanto o novo modelo era conhecido, o chefe, Franz Tost, deu uma entrevista dizendo que a escuderia tinha buscado uma abordagem conservadora na hora de criá-lo, mantendo muito do que foi usado no ano passado. Só que de conservador o STR10 não tem muita coisa. Ele é bem diferente das máquinas das outras equipes.

A começar pelo bico, ele é grande e denso (para passar nos crash-test), assim como o da Ferrari, terminando depois da asa dianteira. A diferença é que a escuderia de Faenza foi a única a optar por uma pequena elevação antes do monocoque, permitindo que toda a estrutura dianteira, até o bico, tivesse linhas mais suaves e ângulos menos agressivos.

Ainda na dianteira, a Toro Rosso manteve suspensão push-rod, enquanto o apêndice da câmera fica acima do bico, assim como a Mercedes inovou em 2014.

Detalhes das linhas mais suaves da dianteira da Toro Rosso de 2015
Detalhes das linhas mais suaves da dianteira da Toro Rosso de 2015

A grande novidade do STR10, porém, são os sidepods. O diretor-técnico, James Key, escolheu fazê-los extremamente finos e curtos, o que beneficia a passagem de ar para a traseira, gerando maior downforce.

Só que há um porém nessa estratégia. A equipe acabou comprometendo refrigeração e espaço interno. Para corrigir isso, a Toro Rosso tem a entrada do ar do santantonio dividida em duas – uma indo direto ao turbo e a outra para os demais componentes –, além de ‘orelhas’ auxiliares no mesmo lugar. Tost, no entanto, disse que elas não serão usadas em todas as etapas. Vai depender da necessidade de cada circuito.

Quanto ao espaço interno, o time italiano precisou reorganizar os componentes. Assim, o jeito foi colocá-los até a parte traseira, já próximos da caixa de marchas. Como consequência, a carenagem também é longa, indo até o escapamento e ao reformulado monkey-seat, aquela peça que fica abaixo da asa traseira, direcionando os gases que são expelidos pelo equipamento.

Outro ângulo do carro da Toro Rosso de 2015
Outro ângulo do carro da Toro Rosso de 2015

Contando com os estreantes Max Verstappen e Carlos Sainz Jr, a Toro Rosso afirmou que o objetivo para esta temporada é terminar entre os cinco primeiros no Mundial de Construtores. Para isso, ela espera contar com uma relação mais próxima com a Renault e, claro, com a Red Bull.

É uma projeção bastante otimista para o time de menor orçamento da F1, uma vez que há quatro equipes de fábricas no campeonato, então ela terá que superar as demais clientes, incluindo Williams, Lotus e Force India, todas com os bons motores Mercedes.

Mas ao inovar em diversas áreas do STR10, a equipe mostrou que está disposta a aproveitar cada oportunidade para ser a sensação da temporada 2015.

Você pode clicar nos links abaixo, em laranja, para ver as os segredos dos outros carros da temporada 2015 da F1:
29/1 – McLaren MP4-30
30/1 – Ferrari SF 15-T
30/1 – Sauber C34
1º/2 – Mercedes W06
1º/2 – Red Bull e Williams
2/2 – Lotus

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s