Um brasileiro na Alemanha

Mauro Auricchio vai correr na F4 Adac em 2015
Mauro Auricchio vai correr na F4 Adac em 2015 – foto de bruno terena/vicar

A F4 Adac (Alemã) terá um brasileiro na temporada inaugural. Será Mauro Auricchio, anunciado nesta quarta-feira, dia 21, pela equipe de Timo Scheider, atual piloto da Audi no DTM.

O garoto de 16 anos estreou nos monopostos no ano passado, na F3 Brasil, pela equipe RR. No entanto, a conquista mais importante de 2014 veio mesmo kartismo, com a quarta colocação na Seletiva Petrobras. Com o resultado, ele foi um dos pilotos levados pela empresa para participar de um treino com a equipe Koiranen, da F-Renault.

Ao lado de Matheus Leist e Pietro Rimbano, o que mais surpreendeu os garotos na primeira experiência no automobilismo europeu foi o equipamento não quebrar.

É bem diferente testar aqui e no Brasil, principalmente com relação à durabilidade do carro. O carro não quebra. É outro mundo, completamente diferente do Brasil. Vi que é preciso treinar muito para chegar ao nível dos pilotos daqui. O teste mudou realmente minha cabeça e vi que é preciso muito trabalho para chegar e ser competitivo na Europa”, disse Auricchio na ocasião.

Acho essa observação bastante sincera e explica um pouco por que quem sai do Brasil para o automobilismo europeu demora a ter algum sucesso por lá. Afinal, enquanto a maior parte das equipes daqui precisa interromper as atividades para corrigir algum problema nos já defasados Dallara, os times de lá acumulam muita quilometragem cada vez que vão à pista.

Por isso, não tenho muitas dúvidas que o teste pela Koiranen ajudou o garoto a escolher disputar uma F4 em 2015 ao invés de retornar para mais um ano na F3 Brasil, mesmo que o histórico de brasileiros em categorias de base da Alemanha não seja tão extenso assim.

O teste na Koiranen mudou a cabeça do piloto - foto de fábio oliveira
O teste na Koiranen mudou a cabeça do piloto – foto de fábio oliveira

Na verdade, apenas um piloto do país correu na Adac Masters, categoria que terminou no ano passado e antecedeu a F4. Foi Pedro Bianchini, que andou na etapa de Hockenheim da temporada 2009, quando já não contava mais com o apoio da Red Bull. O paranaense abandonou as duas baterias naquela oportunidade.

No ano passado, a catarinense Bruna Tomaselli participou de alguns testes de pré-temporada pela categoria, mas optou por voltar ao Brasil e continuar na F-Junior.

Ainda que os brasileiros não tiveram um currículo muito grande, o campeonato conseguiu revelar alguns bons pilotos. Daniel Abt, Marco Sorensen, Richie Stanaway, Pascal Wehrlein, Marvin Kirchhöfer e até Kevin Magnuseen (em algumas etapas) deram os primeiros passos da carreira nos monopostos nele.

Lembrando que a Adac Masters surgiu em 2008, como uma resposta à fusão da F-BMW Alemã com a Inglesa, o que criou o certame europeu da modalidade. Como o país tinha perdido a principal categoria de base, a federação local entendeu que precisava criar um campeonato para quem estava saindo do kart.

Se contarmos a F-BMW, então o histórico do Brasil na Alemanha cresce um pouco mais, já que Átila Abreu, Tiago Geronimi e o próprio Bianchini participaram do certame antes da fusão. Mas apenas o atual vice-campeão da Stock Car teve sucesso, tendo vencido duas corridas em 2006 (um tal de Sebastian Vettel ganhou todas as outras 17 do calendário).

Auricchio é o quarto piloto confirmado na temporada 2015 da F4 Adac. Além dele, os alemães Leon Wippersteg (também na Scheider), Benjamin Mazatis e Mike David Ortmann (ambos na Mücke) já haviam sido anunciados. A disputa começa dia 25 de abril, em Oschersleben.

P.S.: no fim do ano passado, escrevi aqui no blog que o número de brasileiros na F3 Alemã também nunca foi muito grande. Você pode clicar aqui para relembrar.

Anúncios

3 comentários sobre “Um brasileiro na Alemanha

  1. Você sabe onde correrão Vitor Baptista, Lukas Moraes e Sergio Setter, que estavam na F3 Brasil? Não vi os nomes deles nas equipes confirmadas para 2015. Abraços. Chico Fogaça

    1. Vitor Baptista deve correr na Euroformula Open, possivelmente pela Campos. Sergio Sette Câmara nao corre na rodada de abertura, em Curitiba, porque estará na Toyota Racing Series, na Nova Zelândia e depois deve andar na F3 Euro. Lukas Moraes, eu não sei. Não anunciou nada ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s