5 jovens promessas para ficar de olho em 2015

Max Verstappen mostrou que nunca é cedo demais para pensar em F1
Max Verstappen mostrou que nunca é cedo demais para pensar em F1

Todos os anos eu coloco aqui no World of Motorsport cinco jovens pilotos nos quais devemos ficar de olho na próxima temporada. Não é exatamente apontar os favoritos a cada campeonato, mas, sim, falar quem tem chances de aproveitar os próximos 12 meses para dar um passo à frente na carreira e se colocar na mira das equipes da F1 e das demais categorias top do automobilismo mundial.

A ideia também não é falar de nomes já bem conhecidos. Afinal, por que eu indicaria Stoffel Vandoorne – considerado favorito na luta pelo título da GP2 em 2015 – se há anos ele tem se destacado nas categorias de base e já foi especulado pela McLaren para assumir uma vaga de titular? O mesmo vale para Raffaele Marciello, Esteban Ocon, Nyck de Vries e vários outros.

Claro que tentar adivinhar quem poderá ter sucesso na carreira nem sempre dá certo. Por ser um exercício muito grande de futurologia, não dá para prever exatamente o que vai acontecer, mas a média tem sido boa.

No ano passado, citei aqui Max Verstappen e Ben Barnicoat, que estavam trocando os karts pelos monopostos em 2014 e poderiam brilhar. No caso do holandês, não era exatamente um palpite. Todo mundo já sabia que ele era bom. Só que talvez ninguém imaginasse que em menos de um ano ele estaria de malas prontas para a F1.

Por outro lado, Antonio Giovinazzi, Alex Baron e Lucas Auer, minhas outras apostas, foram bem em 2014, mas ficaram longe dos títulos que disputaram. O sobrinho de Berger até esteve na luta pela vitória em Macau, mas não passou disso. Por outro lado, meu maior erro foi ter deixado Ocon fora da lista. Por mais que o francês tenha feito bons anos na F-Renault, ele era um novato na F3 Euro e eu não imaginava que pudesse ir tão bem, acabando com o título em um grid cheio de veteranos e novatos badalados.

Agora chegou a hora de conhecer quem tem tudo para brilhar em 2015.

????????

5) Erik Jones

Este jovem piloto americano sempre foi considerado uma promessa nas categorias menores de turismo dos EUA. Mas foi só no fim de 2012 que ele chegou ao estrelato, ao vencer de forma dominante Snowball Derby, uma das principais corridas em oval curto, reunindo garotos como ele e às vezes até mesmo pilotos da Nascar.

Jones ganhou a corrida liderando 124 das 300 voltas e superando Kyle Busch, que ficou impressionado com o potencial do garoto. A partir daí, o piloto da Joe Gibbs resolveu apadrinhá-lo e o colocou para disputar algumas etapas na Nascar Truck Series. Foram 17 provas nos dois últimos anos, com direito a quatro vitórias. Uma marca impressionante.

Para o ano que vem, o garoto de 18 anos terá um novo desafio. Ele vai pilotar um dos trucks da equipe de Kyle Busch de forma integra, ou seja, não terá o patrão para ajudá-lo no acerto do equipamento. Se ele conseguir manter o bom desempenho, lutando por vitórias e pelo título, então poderá ser colocado ao lado de Kyle Larson, Joey Logano, Brad Keselowski, entre outros, como o futuro da Nascar.

Pato OWard

4) Patricio O’Ward

Talento natural é o que define este jovem piloto mexicano. Em 2014, no primeiro ano nos monopostos, ele participou da F4 Francesa, mas só pôde estrear na categoria na terceira etapa, em julho, quando completou 15 anos de idade. Mesmo assim, ele se adaptou rápido ao equipamento e subiu feito foguete na tabela, encerrando o ano em sétimo, com uma vitória.

Para 2015, a idade pode novamente atrapalha-lo. Se ele optar por disputar a F-Renault ou a F3, então precisará esperar até o dia 6 de maio, quando completará 16 anos, para ser liberado para correr, perdendo assim as primeiras corridas desses campeonatos.

Outra opção para o garoto é fazer carreira nos Estados Unidos. Ele já testou pela USF2000 e pela Pro Mazda, nos últimos anos, sendo sem surpresa nenhuma o mais rápido. No entanto, com o apoio certo – estou olhando para você, Telmex –, ele já mostrou potencial suficiente para chegar à F1

Aaron Telitz

3) Aaron Telitz

Os americanos gostam da figura do self-made man, o cara que saiu do nada e alcançou o sucesso por meio do trabalho duro. A carreira de Telitz pode ser definida assim. Tendo competido de forma incomum em um certame que levava pilotos a correrem de kart nas pistas para carros, muito maiores que os kartódromos, portanto, ele só conseguiu fazer a transição para os monopostos em 2012, aos 20, graças a uma bolsa pelo bom desempenho.

A partir daí, isso se tornou uma rotina para ele. Ganhava corridas, campeonatos, consequentemente bolsas e conseguia dar o próximo passo da carreira. Em 2014, ele impressionou na estreia na USF2000, tendo terminado em quarto com uma vitória. Como prêmio, foi chamado pelo Team USA para disputar algumas corridas na Inglaterra.

Para o ano que vem, Telitz vai continuar na USF2000 e assinou contrato com a Cape Motorsports, a melhor equipe do certame, se tornando o favorito absoluto ao título. Só que para ser campeão, o americano vai precisar superar o companheiro Nico Jamin e o brasileiro Victor Franzoni, que deve continuar na Afterburn.

De todos os pilotos norte-americanos dessa nova geração, ele parece ser o mais talentoso ao menos desde Sage Karam, hoje na Ganassi.

Fabio Quartararo

Bônus: Fabio Quartararo

O que falar de um piloto que motivou a Dorna a mudar o regulamento da Moto3 para que ele pudesse correr? É por essa razão que Fabio Quartararo, de 15 anos, entra como wild-card nesta lista.

Até o ano passado, para que um garoto ou garota pudesse competir na Moto3, ele precisava ter no mínimo 16 anos. Para a próxima temporada, a organizadora do Mundial decidiu que o vencedor do Campeonato Espanhol de Velocidade (CEV) poderá disputar a categoria mesmo se for mais jovem. Tudo isso para que o francês, atual bicampeão do CEV na categoria Moto3, possa subir de campeonato.

Contando com o apoio da patrocinadora Estrella Galicia e competindo pela equipe Monlau, a mesma que revelou Marc Márquez, parece ser questão de tempo para que ele avance até a MotoGP e se torne um dos principais concorrentes do espanhol.

Lando Norris

2) Lando Norris

Atual campeão europeu e mundial de kart, Norris não perdeu tempo e já anunciou os planos para a estreia nos monopostos. Depois de também ter disputado a Ginetta Junior em 2014, ele correrá pela poderosa Carlin na nova F4 MSA no ano que vem.

Só que nós já sabemos que apenas currículo vitorioso e talento podem não ser o suficiente para chegar à F1 nos dias atuais. Mas isso não é um problema para este pequeno piloto inglês. É que o pai de Lando é Chuck Norris e pode dar um jeito nisso um dos homens mais ricos do mundo, aparecendo na 587ª posição na lista do Wall Street Journal de 2013 e praticamente dobrando a fortuna desde então.

Como visto, se o garoto mantiver nos carros o bom desempenho que teve nos karts, a pergunta é quando ele chegará à F1 e não se. Quer dizer, para isso a FIA não poderá adotar uma altura mínima para os competidores, do contrário…

FIA Formula 3 European Championship, round 10, race 2, Imola (ITA)

1) Jake Dennis

Dos novatos na F3 Euro em 2014, Dennis é quem teve o ano mais complicado. Competindo pela Carlin, ele pontuou constantemente, mas não conseguiu vencer nenhuma corrida, ao contrário de Ocon, Verstappen e Antonio Fuoco, os outros badalados estreantes na categoria.

Para 2015, ele acertou o retorno à F3, mas agora pela megacampeã Prema, e é considerado um dos favoritos ao título, ainda mais se Fuoco for mesmo para a GP3. Só que para ficar com a taça, ele precisará superar Lance Stroll, da Academia da Ferrari.

Dennis conta com o apoio da Racing Steps Foundation, então não terá problemas com patrocínio para dar os próximos passos da carreira, ainda que nenhum piloto da RSF tenha chegado até hoje à F1.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s