Bruno Baptista é campeão da F4 Sudamericana

Bruno Baptista venceu a temporada inaugural da F4 Sudam
Bruno Baptista venceu a temporada inaugural da F4 Sudam

Bruno Baptista se tornou, no último fim de semana, o terceiro piloto brasileiro a conquistar um título internacional de grande porte em 2014.

Ele seguiu os passos de Pietro e Christian Fittipaldi, vencedores da F-Renault Inglesa e da United Sportscar, respectivamente, e garantiu a taça da temporada inaugural da F4 Sudamericana.

Na verdade, desde o começo do campeonato, ficou claro que os brasileiros eram fortes candidatos. Baptista, Felipe Ortiz e Enzo Bortoleto (este apenas nas primeiras rodadas) dominaram as corridas iniciais e deram a impressão que o título ficaria entre eles.

E isso se confirmou a partir do momento em que apenas Bruno e Felipe disputaram todas as corridas do ano, culminando com o título do piloto do carro número 25 com mais de 80 pontos de vantagem para o compatriota.

A campanha de Baptista, porém, teve alguns altos e baixos. Apesar de ter subido ao pódio nas seis primeiras corridas da temporada – com cinco segundos lugares – o paulista só foi vencer na quarta etapa, em uma prova debaixo de chuva em El Pinar. Mesmo largando no fim do grid devido ao primeiro abandono no ano no dia anterior, ele conseguiu escalar o pelotão e recebeu a bandeira quadriculada na frente.

Depois, mais dois triunfos no fim de semana quádruplo de Mercedes o colocaram próximo da taça. A partir daí, ele teve problemas em Tarumã, mas conseguiu salvar dois segundos lugares. Em Concórdia, na rodada final, vieram outros dois pódios, com um primeiro lugar na última corrida do ano para fechar o título com chave de ouro.

Bruno demorou para vencer em 2014, mas nunca ficou longe do pódio
Bruno demorou para vencer em 2014, mas cansou de subir ao pódio

Apesar de só ter ganhado quatro vezes em 17 corridas, Baptista soube se portar como um veterano e não desperdiçou chances de marcar pontos importantes para o campeonato. Como a F4 teve diversos pilotos participando de apenas algumas etapas, eles estavam mais dispostos a correr riscos e lutar por vitórias, uma vez que não brigavam pela taça. Aí o brasileiro soube usar a cabeça e se beneficiar da situação.

O curioso é que a maior parte desses convidados era de fato pilotos mais experientes que Bruno. Francisco Cammarota, de 24 anos, ficou de fora das duas primeiras etapas de El Pinar, mas foi o nome a ser batido no domingo de rodada dupla em Mercedes. O argentino Agustín Lima Capitao, de 18 anos, só estreou no certame na quarta rodada, mas venceu quatro das últimas cinco corridas, encerrando o ano em alta e em terceiro nos pontos.

Além da idade avantajada dos competidores – na Europa as F4 têm pilotos de 15 a 18 anos –, outros problemas da categoria em 2014 foram a indefinição quanto ao calendário, com as etapas sendo canceladas e remarcadas em meio ao campeonato, e o regulamento de pontuação dobrada para a decisão em Concórdia, algo incomum para uma categoria de acesso.

Por outro lado, a F4 teve o mérito de atrair um grid com sete ou oito carros em todas as corridas, com competidores vindos de cinco países. Além de brasileiros, uruguaios e argentinos, o torneio ainda teve dois mexicanos e um chileno.

Por isso, para que a categoria consiga resolver o problema de grid no ano que vem, um bom primeiro passo é continuar com o trabalho que já vem sendo feito nesses países. Estabilidade no calendário também é uma necessidade para qualquer competição que queira ser levada a sério.

Quanto aos pilotos, Baptista disse que estuda competir na F-Renault Eurocup em 2015 após o título, enquanto Ortiz não divulgou os planos para a próxima temporada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s