Qual o melhor programa de jovens pilotos?

A McLaren levou três títulos na base, mas não promoveu ninguém à F1
A McLaren levou três títulos na base, mas não promoveu ninguém à F1

Os programas de desenvolvimento de pilotos mudaram a forma como os jovens chegam à F1. Agora é praticamente impossível que algum garoto ou garota alcance a principal categoria do automobilismo mundial sem estar ligado a uma grande equipe ou sem pagar muito dinheiro por uma vaga.

Dos três novatos confirmados para 2015, Max Verstappen e Carlos Sainz Jr surgiram do programa da Red Bull – ainda que o holandês mal tenha passado seis meses por lá – e Felipe Nasr contou com o apoio do Banco do Brasil e com os bons resultados ao longo da carreira para fechar com a Sauber.

Mas a importância desses programas fica ainda mais evidente ao olhar o que aconteceu neste ano nas categorias de base. Levando em conta os principais certames juniores, apenas três – a GP2, a F4 Inglesa e a F4 Francesa – não foram vencidos por alguém já com contrato com algum time da F1.

Na GP2, Jolyon Palmer superou Stoffel Vandoorne, da McLaren, para ser campeão na quarta tentativa. George Russell, por sua vez, foi o ganhador da F4 Inglesa e, no fim do ano, foi premiado como piloto inglês mais promissor das categorias de base pela revista Autosport. Para ele, pode ser questão de tempo para estar nas canteras de uma equipe da F1.

Já a F4 Francesa viu Lasse Sorensen – irmão mais novo de Marco Sorensen da GP2 – vencer Dorian Boccolacci para ficar com o título. O curioso é que tanto Marco quanto Dorian fazem parte do programa da Lotus, então alguém pode argumentar que a esquadra de Enstone escolheu o piloto errado.

Quanto às equipes de F1, quem teve o melhor 2014 foi a McLaren. Além do vice na GP2, o time de Woking viu Nyck de Vries ser campeão tanto da F-Renault Eurocup quanto da Alps. O outro certame da modalidade, o Norte-Europeu (NEC), foi conquistado pelo colega de programa Ben Barnicoat.

A má notícia para eles é que a McLaren não parece ter espaço para os jovens no futuro, visto a decisão de contar com dois veteranos – Fernando Alonso e Jenson Button – na F1.

juniorteam2014A segunda colocação (confira o ranking no gráfico acima) em 2014 ficou para a Red Bull. O principal programa de pilotos da F1 teve Sainz conquistando o título da World Series by Renault com um recorde de sete vitórias na temporada e Alex Lynn triunfando na GP3. Os outros dois integrantes do Junior Team também foram bem. Pierre Gasly completou a dobradinha rubro-taurina na WSbR, enquanto Verstappen foi o terceiro na F3 Europeia. No fim, dos quatro apoiados pela Red Bull, dois garantiram vaga na F1 no ano que vem, uma ótima média.

A Academia da Ferrari dessa vez ficou com uma única taça, obtida por Lance Stroll na F4 Italiana. A Lotus, por sua vez, teve em Esteban Ocon o campeão da F3 Euro.

O resto dos programas de jovens pilotos da F1 não teve sucesso. Caterham e Marussia, duas equipes que investiam em novos talentos, passaram a temporada mais preocupadas em garantir a sobrevivência, o que refletiu na base, com inúmeras mudanças nos entres os times juniores de ambas.

A Force India, agora parceira da Hilmer na GP2 e GP3, não conquistou nenhum título e espera Jehan Daruvala deixar os karts para trilhar carreira nos monopostos.

Sauber, Williams e Mercedes, por fim, oficialmente não têm programas de pilotos, embora a montadora alemã tenha apoiado Ocon na campanha vitoriosa na F3. A Williams foi terceira colocada na GP2 com Nasr, enquanto o mais próximo de um piloto em desenvolvimento da escuderia suíça foi Sergey Sirotkin, quinto na World Series by Renault.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s