A McLaren errou

A McLaren optou por Button e Alonso em 2015
A McLaren optou por Button e Alonso em 2015

A McLaren anunciou nesta quinta-feira, dia 11, Fernando Alonso e Jenson Button como dupla de pilotos para a temporada 2015 da F1, a primeira desde a retomada da parceria com a Honda.

Nos últimos meses, a dúvida era quem seria o parceiro do espanhol: o promissor Kevin Magnussen ou o experiente Button. E a melhor escolha era mesmo ter dois pilotos veteranos para o ano que vem. Isso por uma razão: novatos não ganham campeonatos. Assim, ao optar por Button a escuderia inglesa mostra que está séria quanto ao objetivo de voltar a ser campeã mundial o quanto antes.

Só que algumas vezes a melhor opção não é a que traz resultados mais rapidamente. Por isso, se a McLaren entendesse que poderia chegar mais longe ao treinar um garoto promissor, então Magnussen teria sido a melhor escolha. Mas o dinamarquês não é o jovem mais talentoso do time inglês. Este posto é de Stoffel Vandoorne.

Vice-campeão da GP2 na última temporada, o belga facilmente poderia ser confundido com um veterano. Ainda que tenha cometido alguns erros no início da campanha, o garoto impressionou ao vencer logo na estreia, no Bahrein, e ao conquistar quatro poles seguidas, um recorde na categoria.

Para colocar esses números em perspectiva, só nessa sequência Vandoorne obteve quatro vezes mais poles que Felipe Nasr em toda a carreira. O campeão, Jolyon Palmer, precisou de 28 corridas – ou um ano e dois meses – para alcançar os primeiros 25 pontos no campeonato. O belga somou isso logo na estreia. E enquanto a maioria dos pilotos necessita de quatro temporadas no campeonato de base para ser competitiva, Stoffel foi vice como novato.

Vandoorne, coitado, sobrou
Vandoorne sobrou

Aliás, ser um estreante sempre foi algo frequente para ele. Das cinco temporadas em que disputou nos monopostos, em quatro debutava num campeonato. Nesse tempo, conquistou um título (F4 Francesa), dois vices e um quarto lugar.

É por isso que, caso a McLaren o tivesse escolhido, Vandoorne não teria problemas para mostrar desempenho logo de cara. Algumas vezes seria mais rápido que Alonso, em outras não, algo normal para quem está começando na F1.

A diferença é que ninguém sabe qual é o limite para ele. E, pela chance de desenvolver alguém com potencial para ser campeão mundial dentro das próprias canteras, a McLaren deveria tê-lo colocado como titular já em 2015.

Sequer tendo sido mencionado no anúncio desta quinta, Vandoorne agora deve continuar na GP2, disputando o título com Pierre Gasly, Esteban Ocon e Raffaele Marciello. Se ele vencer, vamos voltar a este assunto no ano que vem, e tudo que a McLaren terá ganhado com isso será ter desperdiçado um ano de desenvolvimento da principal promessa.

Anúncios

4 comentários sobre “A McLaren errou

  1. Olá Felipe! Antes de deixar minha opinião, queria parabenizá-lo pelos ótimos textos que você nos deixa neste espaço. Comento muito raramente por aqui, mas na grande maioria das vezes estou lendo vossos textos, que, mais uma vez, são ótimos.

    Quanto ao assunto, não concordo exatamente que a McLaren deveria colocar Vandoorne como piloto titular já em 2015. Se assim fosse, não estaria ela cometendo o mesmo erro de 2007, quando colocou um promissor jovem estreante ao lado de Fernando Alonso? E todos nós sabemos no que deu.

    Abraços!

  2. Felipe, boa tarde.

    Me permita fugir do assunto do do post.

    Por acaso, vc tem conhecimento do resultado do teste na F-Renault que os pilotos que participaram da seletiva petrobrás fizeram na Europa?

    Sabe por qual razão o Papareli não foi para a Europa, já que foi o vice-campeão e teria direito ao prêmio?

    Valeu.

    Abs.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s