Os piores recordes da F1 2014

Sebastian Vettel igualou uma incômoda marca de Jacques Villeneuve
Sebastian Vettel igualou uma incômoda marca de Jacques Villeneuve

Sebastian Vettel é um demolidor de recordes na F1. Entre as diversas marcas do alemão, está ser o mais jovem a largar na pole, liderar e vencer uma corrida, o campeão de menor idade, o piloto com mais poles, mais vitórias consecutivas e mais triunfos em uma temporada, além de ser o único a vencer os quatro primeiros títulos da carreira em sequência.

Mas nem todas as façanhas do germânico são positivas. Ele também é o piloto que precisou de menos tempo na carreira antes de receber uma punição. Só levou 6s, em 2006, ao ser flagrado por excesso de velocidade ao deixar os boxes da Turquia para participar do primeiro treino livre na F1.

Em 2014, o tetracampeão conquistou mais uma marca incômoda. É que agora ele é o primeiro campeão do mundo a não conseguir vencer na temporada seguinte, desde Jacques Villeneuve, em 1998.

Essa, aliás, não é a única proeza negativa da temporada recém-acabada. Infelizmente para Ferrari e McLaren, as duas escuderias também não têm muitos motivos para comemorar. Como nenhuma venceu em 2014, elas acabaram com uma sequência de 33 anos seguidos com ao menos um triunfo de alguma delas. A última vez seca enfrentada ao mesmo tempo por ambas foi em 1980.

Nem a Mercedes escapou dos recordes negativos em 2014. Mesmo com a temporada dominante, a equipe germânica viu Nico Rosberg se tornar a mais nova vítima da maldição da pole-position em Abu Dhabi. Isso porque nas seis corridas que o circuito de Yas Marina já sediou, apenas uma vez ganhou quem largou na frente. Foi Vettel, em 2010.

Em quatro oportunidades, a conquista ficou com o piloto que partiu da segunda posição do grid. Para azar do alemão, Lewis Hamilton praticamente garantiu o título ao tracionar melhor que o companheiro e passar na frente na primeira curva. Depois, a falha no motor de Rosberg serviu apenas para dar números finais ao campeonato.

Anúncios

Um comentário sobre “Os piores recordes da F1 2014

  1. E o número 21 volta a assombrar a turma de Maranello. De 1979 a 2000, foram 21 anos sem títulos. E agora, 21 anos depois, a Ferrari volta a terminar uma temporada sem vitórias. E Mattiacci é quem paga o pato.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s