A primeira vitória de João Vieira na Europa

Joao Vieira superou a Prema para terminar na frente na Itália
Joao Vieira superou a Prema para terminar na frente na Itália

Automobilismo é estar na hora certa no lugar certo, e para um brasileiro 2014 foi assim. Aos 16 anos de idade, João Vieira não tinha muitas certezas sobre o que fazer na temporada, além de seguir disputando corridas importantes do kartismo. Uma dessas provas, aliás, aconteceu em Ímola, na Itália, fazendo parte das homenagens aos 20 anos da morte de Ayrton Senna.

O garoto viajou para a Europa, andou bem e acabou chamando a atenção de quem estava por lá. Um deles foi Giancarlo Minardi. O antigo dono da pior equipe mais carismática da história da F1 ficou tão impressionado com o desempenho do brasileiro, que resolveu se tornar seu empresário e ajudá-lo seguir na carreira na Europa.

Pouco mais de um mês depois, João estava alinhando no grid da corrida da temporada de estreia da F4 Italiana, em Adria. Sem ter participado da pré-temporada, o brasileiro pouco a pouco foi ganhando experiência. Se no debute marcou apenas dois pontos – de 71 possíveis –, ele terminou o campeonato em sétimo na classificação geral, com 93, incluindo um pódio conquistado em Monza.

A evolução continuou neste fim de semana. Quase um mês após a última etapa do campeonato, algumas equipes da F4 Italiana voltaram a se reunir em Adria para a disputa do torneio de inverno. As regras foram simples: dois treinos classificatórios e duas corridas. Quem marcasse mais pontos seria coroado campeão.

E Vieira não fez feio. Competindo pela mesma equipe Antonelli, com a qual disputou a temporada regular, o brasileiro marcou o terceiro tempo na primeira classificação, ficando atrás apenas dos dois carros da poderosa Prema. Um dos bólidos, aliás, foi pilotado pelo chinês Guanyu Zhou, da Academia da Ferrari. Na corrida, João conseguiu superar o adversário asiático, mas recebeu a bandeira quadriculada 1s1 atrás do estoniano Ralf Aron, vindo da F-Renault 1.6 Norte-Europeia.

Só que a situação melhorou na segunda bateria. É verdade que mais uma vez Aron largou na pole, mas Vieira veio logo atrás, tendo ficado menos de 0s1 distante na classificação. Na prova, porém, não teve jeito. O protegido de Minardi passou o estoniano e controlou o restante das 24 voltas para receber a bandeirada na frente, com pouco menos de 1s de vantagem.

Como tanto Aron quanto Vieira terminaram o campeonato com uma vitória e um segundo lugar, o desempate veio nos pontos distribuídos pela pole-position, aí o estoniano acabou levando a melhor. Mas nada que tire o mérito do tocantinense. Pelo contrário, o garoto conseguiu encarar de igual para igual os carros da Prema, que dominaram a temporada.

Aliás, esse é um problema que a F4 Italiana vai precisar encarar em 2015. É óbvio que o trinômio Fiat-Prema-Academia da Ferrari é mais do que favorito para garantir a taça. Como outros campeonatos da modalidade estão surgindo em diversos países, a organização do certame italiano vai precisar trabalhar para convencer os jovens pilotos de que é melhor correr por lá, mesmo que a briga seja apenas pelo segundo ou terceiro lugar da tabela.

João Vieira, enquanto isso, disse que planeja passar uns dias no Brasil antes de voltar à rotina do kartismo e competir nos Estados Unidos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s