Sinal dos tempos

Ericsson será piloto da Sauber em 2015
Ericsson será piloto da Sauber em 2015

O principal assunto no paddock da F1 neste fim de semana, em Austin, é o grid do ano que vem. É que neste sábado, dia 1 de novembro, acabou o prazo para que as equipes se inscrevessem para a próxima temporada. Ou seja, Bernie Ecclestone já sabe quantos times vão existir em 2015.

É verdade que o dirigente disse que há a chance de apenas 14 carros participarem da F1 no próximo ano, mas o risco disso acontecer é muito abaixo. Afinal, a FOM tem contrato com a FIA e precisa prover um número mínimo de 20 para manter o vínculo.

Caso Marussia e Caterham não tenham se inscrito, a solução será pedir para que as principais equipes alinhem um terceiro carro. Em um primeiro grupo, Red Bull, Ferrari e McLaren são responsáveis pelos trios, mas caso alguma delas alegue que não tenha as condições necessárias, então a bola passa para Mercedes e Williams.

A revista alemã ‘Auto Motor und Sport’, aliás, deu novos detalhes sobre como vai funcionar o terceiro carro. Em primeiro lugar, ele não marcará pontos para o Mundial de Construtores e só poderá ser usado por algum jovem talento ou por um piloto que nunca tenha disputado a F1 anteriormente.

Além disso, os recursos para inscrevê-lo virão do próprio Ecclestone, e a máquina não precisará ter o mesmo layout que as outras duas do time. Ou seja, é possível ter um patrocinador para a dupla principal e outro no automóvel adicional. Na prática, isso significa que um jovem piloto poderá estrear na F1 sendo pago por Bernie, mas levando os próprios patrocinadores para a equipe, aumentando consequentemente ainda mais o orçamento da esquadra.

É por isso que, para quem está de olho em chegar à categoria, há um dilema: negociar com um time mediano – como Force India, Lotus e Sauber – ou tentar convencer alguma das cinco escuderias grandes a colocar um terceiro carro para ele?

Com a concorrência dos trios, esses três times, mais do que nunca, vão precisar fazer uso de pilotos endinheirados. Portanto, não foi por acaso que a Sauber já anunciou a contratação de Marcus Ericsson para 2015 e, de acordo com a mesma ‘Auto Motor und Sport’, também terá Giedo van der Garde. Afinal, por mais que essa dupla não empolgue, é melhor ter seus carros na última fila do grid de um GP a assisti-lo pela televisão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s