A nova criação de Adrian Newey

Harrison Newey é literalmente irmão dos carros campeões de Williams, McLaren e Red Bull
Harrison Newey é literalmente irmão dos carros campeões de Williams, McLaren e Red Bull

Que Adrian Newey sabe criar carros rápidos, isso ninguém tem dúvidas. Mas será que britânico também consegue projetar um piloto vencedor?

Essa pergunta começou a ser respondida no último fim de semana, em Paul Ricard, onde a F4 Francesa disputou a última etapa da temporada 2014. Dentre os 21 pilotos do grid, havia uma novidade: Harrison Newey. Recém-saído do kart, o jovem piloto britânico e filho do projetista da Red Bull fez a estreia nos monopostos com o carro de número 27.

Antes da F4 Francesa, o garoto fez carreira nos campeonatos de kart da Europa e do Reino Unido, sem conquistar títulos relevantes, mas sempre na briga pelas primeiras posições com os principais nomes da modalidade. Levando em conta que os britânicos estão dominando o kartismo mundial nos últimos anos, dá para dizer que ele teve uma boa escola.

E isso se viu dentro da pista. É verdade que Newey demorou um pouco para pegar o jeito do carro da F4, tendo obtido a 18ª posição de largada para a primeira bateria. No entanto, a partir daí, o piloto foi melhorando pouco a pouco, conforme se adaptava ao equipamento. Assim, na corrida 1, ele repetiu o 18º lugar, embora tenha sido punido em 30s por não ter respeitado os limites da pista. O piloto não perdeu posições com o acréscimo no tempo.

O desempenho começou a melhorar no domingo. Na corrida com o grid invertido, Newey aproveitou abandonos de adversários e ainda fez algumas ultrapassagens para fechar em 12º. O garoto, porém, voltou a ser penalizado pela direção de prova, caindo para 16º com novos 30s acrescidos.

Alguém pode dizer que nisso Harrison puxou o pai. Se Adrian sempre busca o limite do regulamento para criar soluções que tornem os carros mais rápidos, o filho também vai no limite na busca melhor tempo. Às vezes, ele acaba indo longe demais, por isso as punições. Mas nada novo na vida de um novato.

Largando em 19º para a terceira corrida do fim de semana, o objetivo de Newey era claro: usar tudo o que aprendera nas duas primeiras provas e tentar não se envolver em problemas para garantir o melhor resultado possível. Dessa vez, deu certo. O garoto não demorou muito para ganhar posições e já estava em 12º na oitava volta. Nos sete giros seguintes, o britânico ainda subiu mais três posições para receber a bandeira quadriculada em nono, marcando os primeiros pontos no campeonato.

A participação na F4 Francesa serviu como preparação para Newey definir o que vai fazer em 2015 na carreira. A má notícia pra ele é que nesse campeonato todos os carros são fornecidos pela mesma empresa, a Signatech, então ele não poderá contar com máquinas projetadas pelo pai na tentativa de superar os rivais.

Você pode clicar aqui para ver os resultados completos da F4 Francesa em Paul Ricard, assim como das principais categorias do automobilismo mundial neste fim de semana.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s