A estreia de Pietro Fittipaldi na F-Renault Eurocup

Como nesta foto, a Koiranen é uma equipe montada e torno de Nyck De Vries, com Fittipaldi em segundo plano
Como nesta foto, a Koiranen é uma equipe montada e torno de Nyck De Vries, com Fittipaldi em segundo plano

A temporada 2014 do automobilismo ainda não terminou, mas já tem muita gente pensando em 2015. Um desses é Pietro Fittipaldi. Após conquistar o título da F-Renault Inglesa e participar de metade da temporada da Alps, agora o brasileiro terá um novo desafio. Neste fim de semana, ele estreia na sempre competitiva F-Renault Eurocup, em Jerez de la Frontera, pela equipe Koiranen.

Na verdade, esse é o retorno de Pietro e da escuderia finlandesa ao traçado espanhol. No começo de outubro, eles já estiveram por lá para a etapa final da Alps e não foram bem. Na primeira bateria, o brasileiro fechou apenas na 19ª posição, melhorando para o décimo posto no domingo, mas em uma prova que contou com um acidente na largada, eliminando vários adversários.

Esse resultado, porém, precisa ser colocado em perspectiva. Se nas primeiras etapas na F-Renault Alps Fittipaldi contava com uma equipe – a MGR – que trabalhava em torno dele, na Koiranen ele encontrou um time voltado para Nyck De Vries, da McLaren, e com outros dois carros. Além disso, ele também não participou dos treinos coletivos em Jerez, precisando conhecer a pista já no fim de semana da corrida.

Daí, o resultado foi parecido com o que aconteceu na F-Renault Inglesa durante o ano. O piloto não foi bem na classificação, mas teve um bom ritmo de corrida, similar ao dos outros carros da equipe, com exceção de De Vries.

Agora pela F-Renault Eurocup, a própria equipe Koiranen já disse que a expectativa é ver uma evolução de Fittipaldi. Se ele chegou a Jerez, na Alps, precisando aprender tanto o modo de trabalho da escuderia quanto o traçado, agora é ele quem está em vantagem. Afinal, o piloto acabou de competir no autódromo espanhol, enquanto os adversários do certame europeu só tiveram alguns dias de testes coletivos, ainda na pré-temporada em março.

Claro que isso não quer dizer que Pietro será um candidato à vitória. Pelo contrário. Uma boa abordagem para este fim de semana é ter resultados melhores que os obtidos na etapa da F-Renault Alps, além de poder se comparar aos principais jovens pilotos do continente europeu. Com isso, será possível tomar uma decisão sobre onde correr o ano que vem sem o risco de queimar etapas ou ficar preso em um lugar onde não tem mais nada a aprender.

P.S.: Fittipaldi não é o único brasileiro neste fim de semana na F-Renault Eurocup. A lista de inscritos para a prova também conta com Thiago Vivacqua, estreando na equipe JD, e Bruno Bonifacio, que dominou os testes da pré-temporada em Jerez e o único que disputa a temporada regular.

Um comentário sobre “A estreia de Pietro Fittipaldi na F-Renault Eurocup

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s