Treinos da F3 Euro em Ímola

Após estrear na F1, Mx Verstappen não perdeu o foco nas categorias menores
Após estrear na F1, Mx Verstappen não perdeu o foco nas categorias menores

Todo ano é a mesma coisa. Basta um campeonato chegar às últimas etapas para haver diversas modificações em pilotos e equipes. Na F3 Europeia, não é diferente. Com a penúltima rodada de 2014 marcada para este fim de semana, em Ímola, a categoria antecipou os trabalhos e visitou o circuito italiano para dois dias de treinos coletivos, permitindo não só mais tempo de pista aos candidatos ao título, mas também fazendo com que os novatos, de olho no ano que vem, já pudessem se ambientar ao certame.

E quem levou a melhor foi um piloto que já está de malas prontas para a F1. Logo depois de estrear pela Toro Rosso no primeiro treino livre em Suzuka, Max Verstappen não perdeu o foco na F3 e liderou três das quatro sessões ao cravar 1min36s553, 0s255 mais velos que Jake Dennis, o mais rápido na sessão restante.

O problema é que todas essa velocidade pode não ser o suficiente para o recruta da Red Bull garantir o título de 2014. Faltando duas etapas para o fim da temporada, Verstappen tem 325 pontos, 77 a menos que o líder, Esteban Ocon. Como 150 ainda estão em jogo, isso significa que o francês pode abandonar três corridas que ainda assim não será superado pelo holandês.

Nos treinos, aliás, Ocon não foi bem. O líder do campeonato ficou apenas com a oitava posição, 0s540 atrás do adversário na luta pela taça, embora a equipe Prema seja conhecida por esconder o jogo nos ensaios coletivos e só mostrar do que é capaz quando é para valer.

Sobrinho de Gerhard Berger, Lucas Auer foi o terceiro, sendo o mais veloz entre os pilotos com motor Mercedes. Felix Rosenqvist, também da Mücke, encerrou em quarto, em uma tentativa de salvar o ano decepcionante que vem tendo até agora, em que ocupa apenas o oitavo lugar na tabela de pontos, apesar de ser um veterano da categoria.

A grande surpresa da atividade acabou sendo o quinto posto de Sean Gelael. Competindo pela equipe B da Carlin, o indonésio foi o terceiro mais veloz desta quarta-feira e garantiu um lugar no top-5, logo à frente do companheiro de escuderia Antonio Giovinazzi.

Antonio Fuoco fechou em sétimo, no primeiro carro da Prema. Ocon foi o oitavo, seguindo por Gustavo Menezes, da Van Amersfoort, e por Nick Cassidy, que retornou à F3 Euro neste fim de semana para andar pela T-Sport já de olho em 2015. Além da etapa de Ímola, o neozelandês também deve participar da decisão do campeonato, em Hockenheimring, e do tradicional GP de Macau.

Sergio Sette Camara andou pela Eurointernational
Sergio Sette Camara andou pela Eurointernational

O grid, aliás, teve diversas outras novidades. Uma delas foi a presença de Marvin Kirchhöfer. Atualmente disputando a GP3 pela ART, o alemão retornou à Motorpark Academy – com quem se sagrou campeão da F3 Alemã no ano passado – para fazer o shakedown do equipamento, uma vez que a esquadra germânica planeja se juntar ao certame a partir de 2015.

Outra equipe ‘nova’ foi a Signature. Inscrito para disputar a atual temporada com apoio de fábrica da Renault, o time francês precisou abortar os planos devido ao pífio desempenho dos propulsores durante a pré-temporada. Agora, fazendo uso do equipamento da Volkswagen, a esquadra retornou com William Buller, fechando em 20º na soma dos tempos.

As atividades em Ímola também marcaram a estreia de Sergio Sette Camara. O piloto da Eurointernational ficou com o 25º lugar entre os 29 competidores, mas o resultado precisa ser relativizado, uma vez que o brasileiro é o piloto com menos experiência no grid nos monopostos, tendo previamente disputado apenas três rodadas duplas da F3 Brasil.

O pulo para a F3 Euro parece ser grande demais para o mineiro, mas competir nas últimas etapas de 2014 pode servir como preparação para o ano que vem. Ainda mais se levarmos em conta que ele conseguiu andar no ritmo de colegas mais experientes em um carro que nunca tinha visto antes.

Para terminar as novidades, o atual campeão da F3 Inglesa, Hongwei ‘Martin’ Cao foi o 28º, uma posição atrás de Nicolas Pohler, que vem da Euroformula Open. A equipe Ma-con também estudou voltar à F3 Euro nesta temporada ao ter testado em setembro com o revisado motor da Renault, mas optou por não dar as caras em Ímola.

Com a estreia de Sette Camara e Esteban Ocon e Max Verstappen na luta pelo campeonato, a F3 Europeia volta às pistas neste fim de semana para as três corridas na Itália.

Confira a soma dos tempos de Ímola:

temposf3imola

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s