Pipo Derani na ELMS

O belo carro da Murphy Protypes
O belo carro da Murphy Protypes

De uma forma até mesmo surpreendente, Pipo Derani anunciou nesta semana que vai estrear nas corridas de longa duração. O terceiro colocado do GP de Macau do ano passado vai disputar a etapa de Paul Ricard da European Le Mans Series, marcada para o dia 14 de setembro, pela escuderia Murphy Prototypes, na divisão LMP2.

Após deixar a Pro Mazda na metade do campeonato por causa de um entrevero com o dono da equipe, o brasileiro agora acaba seguindo o passo de outros antigos colegas de F3, que também viram no endurance uma chance de seguir a carreira. O melhor exemplo talvez seja Brendon Hartley. O neozelandês defendeu as cores da Red Bull na F3 Inglesa e na World Series by Renault, mas acabou perdendo o apoio dos energéticos. Apesar disso, o garoto não desanimou e acabou contratado pela mesma Murphy. A estratégia deu certo, e, para 2014, ele se juntou à equipe de fábrica da Porsche.

Outro que também vislumbrou nas corridas de longa duração uma carreira duradoura foi Oliver Turvey. O reserva da McLaren na F1 disputou a GP2 e a World Series, mas sem perspectiva de ser titular na categoria principal acabou assinando com a Jota Sport na mesma ELMS e logo se mostrou um mestre nas classificações.

A diferença é que Pipo chega à categoria um pouco mais cru que os colegas. Até hoje, ele disputou uma temporada da F-Renault, quatro campeonatos de F3 e meio ano de Pro Mazda. Enquanto a evolução ao longo da carreira foi notável, ele ainda não tem experiência em carros mais potentes, como um GP2, um World Series ou um Indy Lights, ao contrário de Hartley e Turvey. Por isso, nada mais natural que ele precise de um tempo um pouco maior de adaptação caso resolva direcionar a carreira para essa modalidade.

Pipo, aliás, já treinou com a escuderia no circuito inglês de Snetterton e impressionou. Assim, o chefe do time, Greg Murphy, afirmou que pretende contar com o brasileiro não só para a corrida de Paul Ricard, mas também para a decisão do campeonato no Estoril, além de toda a campanha de 2015.

Derani, porém, ainda não decidiu se vai deixar os monopostos e disse que encarar essa primeira corrida com a Murphy como um primeiro passo nas provas de longa duração.

Caso opte por correr na ELMS – e nas 24 Horas de Le Mans –, Pipo encontrará alguns antigos colegas de F3. A equipe Jota contratou Harry Tincknell, da Carlin, para substituir Turvey em 2014, enquanto Lucas Auer, atual quarto colocado na F3 Euro neste ano, vai guiar o carro da Lotus no Mundial de Endurance (WEC), em Austin.

Um tempo atrás, escrevi aqui no World of Motorsport que é raro termos pilotos brasileiros disputando a principal divisão de protótipos de campeonatos de endurance. Você pode clicar aqui para relembrar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s