Resposta na pista

O duelo entre Allmendinger e Ambrose aconteceu principalmente nas relargadas
O duelo entre Allmendinger e Ambrose aconteceu principalmente nas relargadas

A 22ª etapa da temporada 2014 da Nascar, em Watkins Glen, ganhou contornos mais dramáticos do que precisava. Tudo por causa do acidente fatal de um piloto de apenas 20 anos de idade, que foi acertado pelo carro de Tony Stewart num oval de terra na noite do sábado.

A Nascar, que não tinha nada a ver com a fatídica prova, acordou no domingo precisando lidar com a crise. E a solução talvez tenha vindo mais rápido do que o esperado. Como Stewart decidiu não participar da corrida da Sprint Cup, o bicampeão conseguiu tirar as atenções do acidente de todos que estavam em Watkins Glen.

É verdade que uma vez ou outra Regan Smith – que entrara no carro de número 14 de últoma hora – aparecia na televisão, mas fora isso o foco acabou sendo a corrida em si.

E dentro da pista a Nascar conseguiu dar a melhor resposta possível ao episódio. Isso porque, com as novas regras, os pilotos especialistas em circuitos mistos sabiam que essa era a grande chance que tinham para ir ao Chase. Dessa forma, Marcos Ambrose e A.J. Allmendinger disputaram a vitória na parte final da prova com diversas disputas lado a lado, pequenos toques e indefinição até a bandeira quadriculada.

O resultado só ficou claro no começo da última volta. Na prorrogação, Allmendinger tracionou melhor que Ambrose e conseguiu manter a ponta até a saída da Bus Stop. Na curva seguinte, no entanto, o piloto acabou espalhando, permitindo que o australiano fizesse a passagem.

A.J., porém, não desistiu e conseguiu emparelhar antes da curva 6. Como quem não queria perder a vitória, o americano não deu espaço para que o adversário mantivesse a trajetória e saiu lançado para abrir a última volta. Ambrose ainda foi ameaçado por Kurt Busch, o que permitiu a Allmendinger seguir com certa tranquilidade rumo à bandeira quadriculada.

Foi a primeira vitória do piloto na Nascar
Foi a primeira vitória do piloto na Nascar

Não é nem preciso dizer como o resultado foi importante. Esse foi o primeiro triunfo tanto da equipe JTG-D na Sprint Cup quanto de Allmendinger, que de quebra está praticamente assegurado no Chase. Essa também foi a volta por cima do americano, pego no antidoping em 2012 e que desde então tenta voltar a se firmar na carreira.

Se esse triunfo pode significar o começo de uma nova fase para o americano, isso ainda não dá para dizer. Mas certamente ele veio num momento importante do campeonato. Curiosamente, desde o quinto lugar obtido em Talladega – o melhor da temporada até então –, A.J. não conseguiu emplacar uma boa prova. Nas últimas 11 etapas, o melhor resultado tinha sido dois 18º lugares – em New Hampshire e em Daytona – e com direito a quatro corridas terminando após o 30º posto.

Ah, um último detalhe curioso. Apesar da má fase de Allmendinger antes de Watkins Glen, este fim de semana também tinha sido marcado pelo anúncio da renovação de contrato do principal patrocinador da JTG-D. E não é que a recompensa não demorou a acontecer para eles?

Você pode clicar aqui para ver os resultados completos da Nascar, assim como das principais categorias que foram à pista neste fim de semana.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s