A F4 Sudamericana tem apenas mais três etapas confirmadas em 2014
A F4 Sudamericana tem apenas mais três etapas confirmadas em 2014

Com o Campeonato Brasileiro de Kart terminando neste fim de semana, já está chegando aquela hora em que diversos garotos e garotas precisam deixar a modalidade para trás e focar na transição para os monopostos.

Há alguns anos, essa situação era bastante preocupante. Quem quisesse seguir carreira de olho na F1 e nas principais categorias do automobilismo mundial era obrigado a sair do país. Por aqui, a única opção era a F3 Sudamericana, cujo grid alcançava no máximo dez participantes nos melhores dias.

Desde então, a F3 virou brasileira e ganhou competidores. Nesse tempo, surgiu a F-Junior, no Rio Grande do Sul, e a F-Futuro, criada por Felipe Massa, mas que durou apenas duas temporadas. Assim, com o fim da categoria, os carros da Fiat acabaram vendidos para o Uruguai e neste ano teve início a F4 Sudamericana.

O começo do novo campeonato continental, porém, acabou sendo de altos e baixos. A etapa inaugural do certame, em Mercedes, recebeu apenas oito competidores, sendo que muitos deles já não tinham mais idade de quem estava fazendo a transição dos karts para os monopostos. Com isso, os três brasileiros – Felipe Ortiz, Enzo Bortoleto e Bruno Baptista – deitaram e rolaram.

No dia 4 de maio, a F4 voltou às pistas novamente no Uruguai, na pista de El Pinar. Aí o grid mudou quase 50%. Dos cinco estrangeiros de Mercedes, três deixaram a categoria para a entrada de três novos competidores. Como os brasileiros tiveram continuidade, Baptista lidera a tabela de pontos, seguido por Ortiz. Bortoleto, por sua vez, é o quarto.

Nem Curitiba está mais garantida no calendário
Nem Curitiba está mais garantida no calendário

O problema é que depois disso a categoria não deu mais notícias. Originalmente, havia uma etapa marcada para o dia 22 de junho em Chaco, na Argentina, que acabou cancelada. A organização, no entanto, informou que a etapa foi transferida para Rosário em 13 de julho, data da decisão da Copa do Mundo. Sem qualquer explicação, ela não ocorreu.

A quarta rodada estava marcada para este fim de semana em Termas do Río Hondo, como uma das preliminares do WTCC. Também não aconteceu. Para piorar, nesta sexta-feira, dia 1º, o site oficial da categoria divulgou um novo calendário com apenas mais três etapas garantidas. A próxima rodada será em 17 de agosto – três meses após a anterior – no mesmo traçado de El Pinar. Aliás, a pista uruguaia volta a receber a F4 pela terceira vez no ano em 14 de setembro. Por fim, La Pampa, na Argentina, terá uma corrida em 28 de setembro.

Ainda segundo o calendário divulgado, há três rodadas sem local confirmado nos dias 19 de outubro, 9 de novembro e 14 de dezembro. A primeira dessas datas originalmente estava reservada para Curitiba, em um fim de semana também com a participação da F3 Brasil e do Brasileiro de Marcas, o que serviria para criar uma unidade entre os campeonatos de monopostos aqui do continente.

Enquanto isso, os organizadores da F4 estão em Itu, no Brasileiro de Kart, para apresentar a categoria aos jovens pilotos brasileiros. Pelo visto, eles terão bastante trabalho para mostrar um campeonato interessante e tentar recuperar o grid não só no fim deste ano, mas também em 2015.