Questão de pátria

Danyil Pronenko foi correr em Moscou neste fim de semana
Danyil Pronenko foi correr em Moscou neste fim de semana

Algumas vezes é impossível separar o automobilismo do que acontece no mundo real. Por mais que a F1 tenha tentado ignorar todos os problemas do Bahrein há alguns anos, volta e meia a situação político-econômica dos países acaba afetando corridas, equipes, patrocinadores e, claro, pilotos.

Foi isso o que aconteceu neste fim de semana, quando a F-Renault Eurocup visitou Moscou para a terceira etapa da temporada 2014.

Só lembrando que os russos estiveram no noticiário por causa da crise na Ucrânia. Resumindo rapidamente, o governo pró-Russia de Kiev foi alvo de diversos protestos e acabou deposto. Enquanto isso, a região da Crimeia – de origem russa – resolveu se separar da Ucrânia e voltar ao país de origem, o que resultou até mesmo em uma ocupação das forças de Vladmir Putin. A situação, porém, parece ter se acalmado com as novas eleições ucranianas.

E quem acabou envolvido nessa disputa foi Danyil Pronenko, piloto que compete pela equipe eslovaca AS na F-Renault Alps e resolveu fazer a estreia na Eurocup justamente em Moscou, pela BVM.

Pronenko já teve um carro nas cores da Ucrânia
Pronenko já teve um carro nas cores da Ucrânia

O problema é que o garoto de 18 anos de idade sempre defendeu a Ucrânia nas pistas, desde a época do kartismo. Ele até mesmo chegou a ter um carro em azul e amarelo quando estreou na F-Renault, representando as cores do país. Entretanto, em Moscou, ele resolveu correr defendendo as cores da Rússia.

Obviamente, se Pronenko se sente mais russo que ucraniano – como boa parte dos habitantes do leste do país europeu –, então ele tem todo o direito de mudar de nacionalidade durante a carreira, ainda mais em um momento delicado na relação entre essas duas nações.

Só que também não dá para esperar que um piloto até ontem ucraniano ganhasse o coração da torcida russa. Assim, durante todo o fim de semana, o garoto foi vaiado pelo público presente.

Para piorar, na pista o desempenho também não ajudou. Pronenko largou em 28º e em 27º nas duas provas do fim de semana e finalizou ambas em 26º. Levando em conta que diversos outros garotos russos competiram como convidados, ele foi o pior entre os novos compatriotas. O destaque acabou mais uma vez sendo Matevos Isaakyan, com um oitavo e um sétimo lugares.

Você pode clicar aqui para ver os resultados completos das F-Renault em Moscou e das principais categorias no último fim de semana.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s