A vida não está fácil na Red Bull

A Red Bull ainda não venceu em 2014 na F1
A Red Bull ainda não venceu em 2014 na F1

O ano de 2014 não tem sido fácil para a Red Bull. Depois de a fabricante de energéticos ter conquistado o título passado da F1 de forma dominante – com Sebastian Vettel vencendo as nove últimas provas de forma consecutiva –, a nova temporada viu o time austríaco perder espaço para a Mercedes.

Pior que isso. Enquanto Lewis Hamilton e Nico Rosberg comemoram as vitórias, Vettel vive uma má fase. Além de já estar sendo constantemente superado pelo companheiro de equipe, Daniel Ricciardo, o alemão ainda volta e meia se envolve em polêmicas ao criticar o pacote de regras da F1 atual.

Se servir de consolação, Vettel não é o único piloto rubro-taurino que está tendo um 2014 complicado. Apesar de ter sido mais rápido que o parceiro, Ricciardo também enfrenta dias tensos. Após quatro provas, o australiano ainda não conseguiu subir ao pódio – algo que Sergio Pérez e Kevin Magnussen já fizeram –, embora tenha sido desclassificado após chegar em segundo na Austrália.

Já a situação da Toro Rosso é a mesma de sempre. Embora Daniil Kvyat tenha pontuado em três das quatro primeiras corridas que fez na F1 – o que é um ótimo resultado se comparado aos antecessores na escuderia –, o russo dificilmente vai conseguir brigar por uma posição melhor na tabela. Jean-Éric Vergne, por sua vez… seria interessante que ele começasse a tomar cuidado com quem vem das canteras da Red Bull.

Falando nisso, o segundo melhor desempenho de um piloto patrocinado pela marca de energéticos vem justamente do Junior Team. Com duas vitórias em quatro corridas, Carlos Sainz Jr lidera a World Series by Renault competindo com o mesmo carro com que Magnussen levou o título do ano passado. Apesar disso, o espanhol já começa a enfrentar a concorrência de Oliver Rowland, da Fortec, estrela da última etapa.

Aí está o homem da Red Bull neste ano
Aí está o homem da Red Bull neste ano

De uma forma geral, nem mesmo fora do mundo dos monopostos a Red Bull vai bem. Na Stock Car, por exemplo, Cacá Bueno e Daniel Serra têm enfrentado fins de semana bastante tumultuados e ainda não venceram em 2013. Na V8 Supercars, da Austrália, a situação não é tão diferente. Jamie Whinchup e Craig Lowndes triunfaram em cinco das primeiras seis corridas, mas nas últimas sete provas só fecharam no top-5 em três oportunidades (de 14 possíveis). Como resultado, JW caiu para a sexta colocação na tabela.

E como o assunto são os australianos, nem mesmo Mark Webber vive dias tranquilos. O australiano terminou em terceiro na estreia no Mundial de Endurance, pela Porsche, mas enfrentou problemas na última corrida, na Bélgica, completando apenas em 12º.

Sendo assim, quem é o melhor piloto da Red Bull nesse momento no mundo? A resposta é Sébastien Buemi. Depois de ser chutado da Toro Rosso há alguns anos e ficar conhecido por passar mais tempo na sala de imprensa da F1 que na pista, o suíço deu a volta por cima e vem aproveitando o bom momento da Toyota no endurance com duas vitórias em duas corridas. Ao lado de Anthony Davidson e Nicolas Lapierre, ele lidera o campeonato com 16 pontos de vantagem para o outro carro nipônico, de Alexander Wurz, Kazuki Nakajima e Stéphane Sarrazin.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s