Passeio no bosque

Simon Belcher resolveu deixar a etapa do BTCC em Thruxton para passear no bosque
Simon Belcher resolveu deixar a etapa do BTCC em Thruxton para passear no bosque

Conhecido como um dos circuitos mais rápidos da Inglaterra, Thruxton está no gosto dos pilotos locais. Como não respeita exatamente todas as novas exigências da FIA, como as áreas de escape quilométricas, e ainda permite voltas de pé embaixo, a pista sempre rende boas corridas para os certames britânicos.

Neste fim de semana não foi diferente. Quem esteve no autódromo – que a exemplo de Silverstone também serviu como pista de pouso durante a Segunda Guerra Mundial – foram as categorias da Toca (a Vicar deles), lideradas pelo BTCC.

O principal campeonato de turismo inglês viu boas brigas nas duas primeiras provas do fim de semana, com os dois últimos campeões, Andrew Jordan e Gordon Shedden, chegando na frente.

A terceira bateria foi disputada neste domingo, dia 4, e tinha Jordan largando na pole. O piloto da Honda, no entanto, não conseguiu manter a ponta, permitindo que Colin Turnkington pulasse para a liderança. Mas, apesar dessa luta pelo primeiro lugar, a ação mesmo aconteceu na parte de trás do pelotão.

Num desses duelos, Simon Belcher perdeu o controle do Toyota de número 11 na curva da Igreja (Church bend) e deslizou pela grama até alcançar uma minúscula barreira de pneus. Como a proteção não foi o suficiente para conter o equipamento, com o impacto, o carro acabou capotando e rolando por dentro de um bosque localizado nas proximidades do circuito.

Para pior a situação, esse foi o terceiro forte acidente do BTCC no mesmo ponto neste fim de semana. Belcher, contudo, escapou ileso da batida, assim como os demais competidores que bateram no local.

Apesar de ter se tratado apenas de um susto, a imprensa inglesa pediu mudanças em Thruxton para dar mais segurança aos competidores. Entre as soluções estariam trocar a grama pela brita no local e colocar uma barreira de pneus mais forte para segurar os carros. E a gente achando que esses problemas só aconteciam em circuitos do Brasil.

A preocupação não é por acaso. A F3 Inglesa volta a correr em Thruxton no mês de agosto, em uma das corridas mais esperadas da temporada. E um acidente parecido, mas com um monoposto pode ter consequências muito maiores.

Quem não teve nada a ver com o incidente foi Turkington. Após o período do safety-car, o piloto da BMW manteve a ponta e conquistou a segunda vitória da temporada. Com o resultado, ele está em terceiro no campeonato, com 123 pontos. Jordan, com 141, é o líder.

A próxima etapa das categorias da Toca está marcada para Oulton Park, no dia 8 de junho. E a gente espera que nenhum piloto resolva passear no bosque durante essas próximas corridas.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s