Alex Albon liderou os treinos em Aragón
Alex Albon liderou os treinos em Aragón

Uma das principais categorias de base do mundo, a F-Renault Eurocup deu o pontapé inicial para a temporada 2014 neste fim de semana, com dois dias de treinos coletivos em Aragón. Foi a primeira oportunidade de ver quem começa o ano melhor preparado e poderá seguir o caminho já traçado por Robin Frijns, Stoffel Vandoorne e Pierre Gasly.

Mas quem dominou essa primeira atividade foram dois velhos conhecidos. Alex Albon, da Lotus, e Nyck de Vries, da McLaren, reeditaram uma rivalidade que vem desde a época do kartismo e se digladiaram na batalha pelo melhor tempo. No fim, melhor para o tailandês, que marcou a volta mais rápida na terceira sessão de pistas e garantiu a liderança no combinado.

De Vries, que chegou a ser especulado como um dos pilotos da Renault na F3, preferiu continuar na F-Renault, pela Koiranen, e já é um dos favoritos. No entanto, dessa vez o neerlandês foi 0s087 mais lento que o antigo adversário.

Só que o duelo entre esses dois pilotos aconteceu apenas na terceira sessão de treinos, quando as condições de pistas estavam melhores. As outras três atividades em Aragón tiveram três pilotos diferentes na frente: Matevos Isaakyan, Kevin Jörg e Andrea Pizzitola.

E foi o russo o maior destaque do treino. Tendo estreado nos monopostos no ano passado na F4 Francesa, o piloto de 15 anos testou pela AVF e foi o mais rápido logo no primeiro dia. A partir daí, o garoto esteve sempre entre os primeiros colocados, encerrando com o terceiro posto na classificação geral.

Callan O'Keeffe treinou com as cores da Lotus
Callan O’Keeffe treinou com as cores da Lotus

Pizzitola, sucessor de Oliver Rowland na Manor MP, foi o quarto, seguido por Jörg, agora na bicampeã Josef Kaufmann. Simon Gachet foi o sexto seguido pelo atual campeão da F4 Francesa, Anthoine Hubert. Levin Amweg, Dennis Olsen e o brasileiro Bruno Bonifácio completaram o top-10.

Bruno, aliás, chegou a testar com o carro de F3 da equipe Prema no fim do ano passado, mas acabou preferindo continuar na F-Renault para continuar o aprendizado. Pela experiência, ele chega em 2014 com condições de entrar na luta por bons resultados. Outro favorito ao título, Egor Orudzhev foi o 11º.

Os treinos em Aragón também foram marcados pela qualidade do grid, mesmo nas equipes menores. Enquanto a Fortec teve os já confirmados Matt Parry e Martin Rump, a Manor escalou Matthew Graham, vindo da F4 Inglesa e dono de um currículo fortíssimo no kartismo.

Outra novidade foi a presença de Callan O’Keeffe pela ART Junior. O sul-africano foi dispensado pelo programa da Red Bull no ano passado, mas competiu com as cores da Lotus na Espanha. Aliás, se essa transferência se confirmar, o garoto repetirá o caminho feito por Albon, que também foi chutado do RBJT, mas acabou bem recebido em Enstone.

O último destaque é a volta de Matheò Tuscher ao automobilismo. O suíço foi vice-campeão da F2 em 2012 – quando tinha apenas 15 anos de idade –, só que desde então não conseguiu retomar a carreira. Ele foi proibido de competir na F-Renault no ano passado porque já tinha experiência em categorias maiores, e a organização achou injusto que ele disputasse a bolsa na World Series by Renault com atletas menos experientes.

Confira os tempos em Aragón:

tempos FR