A nova McLaren MP4-29
A nova McLaren MP4-29

Depois de um longo e tenebroso inverno, a F1 finalmente voltou ao noticiário pelo que acontece nas pistas. Nesta sexta-feira, dia 24, a McLaren deu o pontapé inicial e apresentou o MP4-29, carro para a disputa da temporada 2014 da principal categoria do automobilismo mundial.

Nos últimos anos, eu escrevi aqui no World of Motorsport que a única certeza sobre a McLaren é que se trata de um carro vencedor. Afinal, a equipe havia começado os anos de 2009 e de 2011 com projetos muito ruins, mas acabou dando a volta por cima e até mesmo terminou na frente em algumas corridas daqueles campeonatos.

Só que não foi isso o que aconteceu no ano passado. No último campeonato com o regulamento anterior, a equipe de Woking resolveu mudar tudo no equipamento e deu no que deu: foi a primeira vez desde a década de 1980 que o time sequer chegou ao pódio. Como resultado, as cabeças de Sergio Pérez e Martin Whitmarsh rolaram, enquanto Kevin Magnussen foi promovido a titular, Ron Dennis voltou e Eric Boullier foi trazido da Lotus.

Falando de 2014, por causa do novo pacote de regras, ainda é muito cedo para dizer se as mudanças na McLaren serão o suficiente para que ela reencontre o caminho das vitórias, até porque grande parte das novidades está debaixo da carenagem. No entanto, pelo que a equipe mostrou nesta sexta-feira, ela pode ficar otimista.

Logo de cara, o que chama a atenção no MP4-29 é o novo bico, em formato de dedo. Ok, é em forma de outra coisa, mas vamos deixar subentendido o que é…

O novo bico da McLaren chamou atenção
O novo bico da McLaren chamou atenção

Dedo ou não, a melhor forma de entendê-lo é dividi-lo em dois. A primeira parte indo do monocoque até o suporte da asa dianteira, na altura do 1 da Mobil 1, enquanto a segunda é o dedo em si, com o símbolo da Mercedes.

A primeira parte foi feita o mais com a maior altura possível, como é a tendência nos últimas décadas, para facilitar a passagem do ar debaixo do carro. A grande novidade, assim, é a segunda parte. Por uma questão de segurança, a FIA decidiu que neste ano os bicos precisam ter uma altura máxima de 18,5 cm para evitar não só que o bico alcance os pilotos na batida em T, mas também danos maiores – principalmente nos pneus – quando um carro faz contato com a traseira do outro.

Como neste ano o bico também está posicionado mais à frente que antes devido ao regulamento, por isso há a criação do dedo. O problema é que essa estrutura também precisa passar pelos crash-tests obrigatórios, então não é possível para as equipes fazê-la muito fina, daí surgiu esse M arredondado do MP4-29. Apesar de parecer bastante chocante em um primeiro momento, dá para perceber que o dedo foi uma solução bem conservadora para as novas regras.

Essa também não é a única novidade no carro. Depois dos problemas do ano passado, a equipe inglesa voltou a usar suspensão push-rod. Há ainda uma divisória na entrada de ar da tampa do motor, assim como outros artifícios de refrigeração nos sidepods.

Comparação do site F1 Fanatic. Veja o tamanho dos sidepods
Comparação do site F1 Fanatic. Veja o tamanho dos sidepods

Falando nos sidepods, talvez o que a McLaren mostrou nesta sexta não seja o original para o resto do campeonato. Embora a estrutura toda esteja muito maior neste ano (o que deve ser repetir nos outros carros), as entradas de ar em si não estão tão grandes. Além disso, ainda faltam aqueles direcionadores de ar na parte superior.

Como deve ser tendência, o sidepod se afina na parte de trás, permitindo que o ar siga livre até passar o difusor, dando maior aderência. A última grande novidade na McLaren é uma estrutura em Y na parte traseira, armada na direção do escapamento. A princípio, é que funcione para direcionar o ar quente expelido do escapamento para toda a asa traseira.

No mais, ainda é cedo para julgar o que o carro da McLaren pode fazer em termos de desempenho. Deixando a parte técnica de lado, o novo bico, por mais estranho que seja, deixou o equipamento todo mais proporcional, ao contrário do que acontecia antes, com as asas dianteiras enormes, menor distância entre-eixos e asa traseira estreita.

Para a análise do conservador Red Bull RB10, clique aqui. Você pode clicar aqui e ver a análise do novo carro da Ferrari, a F14 T. O novo carro da Sauber está aqui. E você pode ver a Toro Rosso STR9 aqui. O novo carro da Mercedes, o W05, está aqui. Para ver os novos carros de Force India, Williams e Caterham basta clicar aqui. Por fim, o novo carro da Marussia está aqui.