A grande família da Ginetta Junior

Pedro Cardoso vai correr na Ginetta Junior em 2014
Pedro Cardoso vai correr na Ginetta Junior em 2014

Quando a equipe brasileira Petroball anunciou que vai participar da F4 Inglesa e da Ginetta Junior como uma forma de preparar os jovens pilotos do país para o automobilismo internacional, eu escrevi aqui no World of Motorsport que tinha algumas dúvidas sobre a presença do time no campeonato de turismo. Basta clicar aqui para relembrar.

A escolha da escuderia pela Ginetta não foi por acaso. Os ingleses impõem limites de idade bastante severos para que os garotos tenham permissão de competir em monopostos, então uma das soluções encontradas pelos garotos para passar por cima desse regulamento é a disputa de um certame de turismo.

No entanto, esse campeonato praticamente não teve a presença de pilotos brasileiros até hoje, por isso questionei se os planos da escuderia dariam certo.

Claro que ter escrito isso foi apenas uma deixa para o interesse no torneio aumentar, e eu ficar com cara de bobo. Pouco mais de um mês depois do anúncio da Petroball, o brasiliense Pedro Cardoso, de apenas 14 anos, anunciou que vai participar da Ginetta Junior neste ano.

Pedro, para quem não acompanha o kartismo, é apontado como um dos pilotos mais promissores dessa novíssima geração, uma espécie de ‘real deal’ do automobilismo brasileiro. Por isso, dá para entender a escolha dele. Nesse momento ele considera que já aprendeu tudo o que podia no kart e, como não tem idade para andar de monopostos, seja no Brasil, seja na Europa, o melhor foi participar de um campeonato onde ele pode aprender as pistas e ter o primeiro contato com a cultura europeia.

Mas o curioso dessa história toda é que ele não vai correr pela Petroball. Ele assinou com a equipe Hillspeed, que levou Seb Morris ao título do certame em 2011. Desse jeito, não é absurdo pensar que haverá uma presença maciça de brasileiros neste campeonato na próxima temporada.

Quanto ao desempenho, esse primeiro ano dificilmente servirá para falar alguma coisa. Mas se levarmos em conta o que Morris e Charlie Robertson (o campeão de 2012) mostraram nos monopostos logo após deixar a Ginetta, então dá para dizer que Pedro está em um bom caminho para a carreira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s