Kyle Larson e Dylan Kwasniewsi são os dois últimos campeões da Nascar East
Kyle Larson e Dylan Kwasniewsi são os dois últimos campeões da Nascar East

Para quem acompanha o automobilismo norte-americano, a fusão de categorias não é uma novidade. Por causa de brigas políticas, sobretudo na década de 1990, alguns campeonatos acabaram se separando e só voltaram a correr juntos nos últimos anos. A Indy ficou um tempo dividida entre Champ Car e IRL até 2008. Em 2014 é a vez da Grand-Am e da ALMS se reunirem, formando a United SportsCar.

Esse não é o caso da Nascar East e West. Esses dois campeonatos, que estão abaixo da Truck Series no organograma do turismo norte-americano, surgiram separados. O certame do oeste acontece desde a década de 1950, enquanto o do leste só foi criado em 1987.

Desde então, a principal revelação da Nascar West foi Kevin Harvick, campeão em 1998, enquanto Brendan Gaughan e Ron Hornaday também passaram por lá. Mais jovem, a Nascar East teve Martin Truex Jr. como o primeiro grande nome e recentemente viu surgir gente como Joey Logano e os novatos da Sprint Cup Kyle Larson e Austin Dillon.

Durante muito tempo, essa separação em dois campeonatos fez todo sentido, já que era uma forma de as equipes terem um calendário mais ou menos recheado – contando com etapas em pistas da Sprint Cup –, mas sem precisar desembolsar fortunas. Só que a realidade atual é um pouco diferente.

Apesar de mais nova, a East conseguiu apoio das equipes da Nascar e consegue reunir grids de mais de 20 carros em todas as etapas, então a falta de dinheiro não é mais um problema tão grande. Do outro lado, a Nascar West também não vem tendo problemas com o número de participantes, embora boa parte dos pilotos seja composta por veteranos.

Apesar do péssimo Photoshop, a equipe de Bill McAnally vai correr na East em 2014
Apesar do péssimo Photoshop, a equipe de Bill McAnally vai correr na East em 2014

Essa mudança de perfil também chamou a atenção dos competidores. Um bom exemplo é Dylan Kwasniewski. O garoto foi o campeão da West em 2012, mas, ao invés de avançar para Truck Series ou Nationwide, optou por correr na East no ano passado, se tornando o primeiro piloto a levantar a taça em ambas as categorias.

Kwasniewski não é um caso isolado. No início da semana, a tradicional equipe de Bill McAnally, pentacampeã da Nascar West, anunciou que estará na East em 2014, com os pilotos Nick Drake e Cole Custer. A escuderia, no entanto, também continuará no certame do oeste, com Brandon McReynolds.

Fora isso, o calendário dos dois campeonatos também não é mais tão diferente. Levando em conta o que aconteceu em 2013, eles se encontraram quatro vezes. A primeira foi na Battle of the Beach, um evento comemorativo em Daytona. Depois, duas corridas em Iowa, no meio dos Estados Unidos, que valeram pontos para os dois certames. E a última, em Phoenix, quando alguns times da East foram para o oeste aproveitar a quilometragem uma pista da Nascar.

Por causa disso, talvez esteja na hora de as duas categorias se reunirem e conversarem sobre uma fusão. Pensando no desenvolvimento de novos nomes para a Nascar, está claro que a East está na frente. A união, portanto, serviria para que os times do oeste também pudessem se beneficiar competitivamente e financeiramente da colega.