Red Bull Junior Team 2014

Pierre Gasly é um dos três pilotos do Red Bull Junior Team 2014
Pierre Gasly é um dos três pilotos do Red Bull Junior Team 2014

Geralmente a Red Bull espera os últimos momentos do ano – ou até mesmo os primeiros meses da nova temporada – para revelar a nova escalação do Junior Team, o programa de jovens pilotos, que já levou nomes como Sebastian Vettel, Daniel Ricciardo e Daniil Kvyat à F1. No entanto, dessa vez a história foi um pouco diferente, e a escuderia anunciou nesta quarta-feira, dia 18, Carlos Sainz Jr, Pierre Gasly e Alex Lynn como representantes do programa para 2014.

Por aí fora, a grande notícia é que a fabricante de energéticos resolveu cortar os investimentos com relação a este ano ao diminuir de seis para três o número de pilotos apoiados. Matematicamente, isso é verdade, mas não conta toda a história.

Com Kvyat chegando à Toro Rosso aos 19 anos e tendo disputado apenas uma temporada da GP3 e António Félix da Costa graduando para o DTM, a escuderia austríaca tem certa flexibilidade para o futuro. Se o novo trio não der certo, nada a impede de continuar com o russo por mais algum tempo ou trazer o português – que também será reserva da F1 – de volta das terras alemãs.

Por isso, com a possibilidade de já contar com quem faz parte da casa, era natural que os austríacos diminuíssem o investimento com relação a este ano, quando apoiou Sainz, Kvyat, Félix da Costa, Tom Blomqvist, Beitske Visser e Callan O’Keeffe.

Assim, a grande novidade para 2014, na verdade, é a mudança de filosofia do projeto. Levando em conta os pilotos que passaram pelo Junior Team e chegaram à F1 nos últimos anos, todos ganharam o apoio da marca quando ainda estavam na F-Renault ou na F-BMW.

Vettel, Kvyat e Sébastien Buemi vieram do campeonato da montadora alemã, enquanto Ricciardo, Jean-Éric Vergne, Jaime Alguersuari e de novo Kvyat andaram na F-Renault já defendendo as cores rubro-taurinas. Do novo trio, apenas Sainz conta com o apoio da marca na categoria após o kartismo, tendo competido tanto na F-BMW quanto na F-Renault.

Pierre Gasly, por sua vez, é o atual campeão da F-Renault, mas só garantiu o patrocínio da fabricante de energéticos depois de conquistar o título. Alex Lynn também veio da F-Renault, mas já tem dois anos de experiência na F3. Ou seja, ao invés de moldar um piloto desde o kart, com a nova escalação, a Red Bull parece estar mais preocupada em garantir nomes para a F1 com o menor risco possível de não darem certo.

3 comentários sobre “Red Bull Junior Team 2014

  1. Ha certas incoerencias nas decisoes do Helmut Marko.

    Basta lembrar 2006, ano em que Filipe Albuquerque foi descartado pela Red Bull. Nesse ano foi o melhor dos pilotos do programa e acabou por ser colocado na prateleira sem cerimonia. Isto depois de vencer os dois campeonatos de F Renault em que participou, enquanto Vettel foi batido pelo colega Paul di Resta na F3 europeia. O mesmo criterio nao foi usado agora entre Kvyat e Felix da Costa. Desta vez nao foi o mais experiente o escolhido, mas sim aquele que foi campeao, apesar de ser na GP3 enquanto o portugues estava na WSR.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s