1 em 1 bilhão

Jeahn Daruvala vem tendo uma carreira sólida no kartismo
Jehan Daruvala vem tendo uma carreira sólida no kartismo

Praticamente todas as equipes do atual grid da F1 tem um programa de jovens pilotos. Inspiradas pela Red Bull, que descobriu Sebastian Vettel quando o alemão ainda andava de kart, as escuderias perceberam que é muito mais barato investir em garotos e desenvolvê-los para um dia ocuparem uma vaga no time principal.

Claro que cada equipe gerencia o programa de um jeito. A Red Bull, por exemplo, pode ter fama de carrasco, mas é quem mais consegue levar garotos à F1, graças à Toro Rosso. Já a Force India durante muito tempo serviu de incubadora para outros times. Basta lembrar que Jules Bianchi, da Academia da Ferrari, foi reserva do time indiano na temporada passada.

Só que a esquadra de Vijay Mallya também está preparando alguém para um dia chegar à F1. Há dois anos, o time lançou um projeto na Índia, chamado de 1 em 1 bilhão. O objetivo era encontrar algum jovem promissor no país asiático para que um dia ele fosse promovido ao time.

Naquela época, Karun Chandhok e Narain Karthikeyan ainda tentavam descolar uma vaga na F1, por isso o programa da Force India não foi tão levado a sério. Entretanto, agora, dois anos depois, a situação mudou, e o plano começa a dar resultado.

Provavelmente você não lembre, mas o vencedor do 1 em 1 bilhão foi Jehan Daruvala, então com 13 anos de idade. O indiano, até então, havia competido apenas no próprio país e conquistado bons resultados nos campeonatos Rotax locais.

O kart da Force India
O kart da Force India

Com o apoio da Force India, a situação melhorou. No ano passado, Daruvala foi o vencedor do Campeonato Asiático na divisão KF3. Em 2013, o garoto passou a correr na Europa, sendo agora campeão britânico na mesma categoria KF3. Um resultado que não deixa de ter destaque para um jovem piloto.

Apesar do bom desempenho, a Force India já informou que ele deve continuar no kartismo por mais dois anos. Depois, deve competir na F-Renault, GP3 e GP2, antes de assumir uma das vagas na F1. O tempo em cada categoria ainda não está certo e, obviamente, vai depender do quanto ele se desenvolver.

No entanto, no que depender de Malya, o garoto pode ficar tranquilo. O chefão da Force India já afirmou que nunca viu Chandhok ou Karthikeyan em condições de pilotar para a escuderia asiática, mas garantiu que acredita completamente no talento do pupilo.

Um comentário sobre “1 em 1 bilhão

  1. Felipe, acompanhei o ano dele através da internet, pois acompanhei algumas corridas do Giuliano Raucci no WSK. Realmente, o Daruvala andou bem lá. E, pode anotar aí, o Giuliano tá bem na fita tb. Eles dois e mais uns 3 ou 4 andaram muito bem esse ano no WSK.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s