A situação está tão ruim que até Kyle Busch está olhando para outros esportes
A situação está tão ruim que até Kyle Busch está olhando para outros esportes

A Nascar não está tendo vida fácil em 2013. Além da polêmica envolvendo punições e a manipulação do resultado para a definição dos 12 13 classificados para o Chase, a categoria está vivendo um momento complicado no que diz respeito à audiência nas pistas nessa fase final do campeonato.

Não é que as polêmicas tenham afetado o interesse dos fãs pelo esporte nem que as disputas nas pistas tenham piorado, o problema da categoria americana é outro. É a concorrência da NFL, cuja temporada regular começou há três semanas.

Até o ano passado, havia um acordo de cavalheiros entre os donos dos principais campeonatos dos EUA para evitar um choque de datas entre os eventos esportivos. Assim, quando a Nascar estivesse uma cidade, o time de futebol americano faria um jogo fora.

Para esse ano, a NFL resolveu não aliviar e marcou uma série de jogos, propositalmente ou não, para a mesma região das corridas do Chase. Assim, cinco das dez corridas da fase final do campeonato – Chicago, New Hampshire, Texas, Phoenix e Homestead-Miami – serão disputadas no mesmo dia que jogos do bola oval (isso porque três outras etapas acontecem em cidades sem time esportivo). Ou seja, os torcedores locais vão precisar escolher qual assistir.

Levando em conta que a NFL faz apenas 16 jogos por ano (oito em casa), mais alguns no playoff, alguma dúvida do que os torcedores acabam optando?

Veja abaixo as corridas do Chase e o respectivo conflito com a NFL:

nascar