O fim de semana da Strakka

A Strakka tem bons motivos para comemorar
A Strakka tem bons motivos para comemorar

Não há dúvidas de que Tom Kristensen foi o grande nome da edição de 2013 das 24 Horas de Le Mans. Competindo pela Audi, o veterano dinamarquês superou a perda de um compatriota com apenas dez minutos de prova para triunfar pela nona vez na carreira na tradicional corrida francesa, dessa vez ao lado de Allan McNish e Loïc Duval, que substituiu Dindo Capello no clássico plantel.

Entretanto, quem também teve bons motivos para comemorar neste fim de semana foi a equipe Strakka, também da LMP1. Sem o mesmo alarde que a montadora alemã, escuderia inglesa terminou com a vitória entre os times independentes, uma vez que os dois carros da Rebellion tiveram problemas mecânicos.

Como as 24 Horas de Le Mans valeram pontuação dobrada na tabela do Mundial de Endurance (WEC), a Strakka ultrapassou a Rebellion na classificação, mesmo tendo obtido maus resultados nas duas primeiras etapas do ano, em Silverstone e em Spa-Francorchamps.

Em um campeonato em que a Audi não poupa esforços para terminar na frente, que ainda conta com a Toyota, que também tem a Rebellion apoiada por marcas como Shell e Lotus, a Strakka vem conseguindo resultados bastante dignos para um time privado, liderado por Nick Leventis –também um dos pilotos – e com praticamente toda a equipe formada por britânicos.

Esse é um dos resultados que, embora não esteja em evidência, mostra o que é competir nas 24 Horas de Le Mans, onde é possível terminar como vitorioso, mesmo sem cruzar a linha de chegada em primeiro.

Só que o bom momento da Strakka neste fim de semana não parou por aí. Na World Series by Renault, a equipe viu o promissor Will Stevens, de apenas 21 anos de idade, terminar a etapa de Moscou na terceira colocação, conseguindo o terceiro pódio no ano. De quebra, o piloto assumiu a quarta colocação do campeonato, atrás apenas dos favoritos Stoffel Vandoorne, Kevin Magnussen e António Félix da Costa.

Obviamente, ainda é cedo para fazer qualquer especulação sobre o futuro de Stevens. Entretanto, a Strakka pode ficar tranquila para o futuro, pois o trabalho está sendo bem feito. Enquanto os resultados aparecem em uma corrida complicada como Le Mans, o programa de pilotos da escuderia já começa a fornecer alguns bons nomes.

Um comentário sobre “O fim de semana da Strakka

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s