Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarve

O que aconteceria na F1 se Brasil e Portugal voltassem a ser um único país?
O que aconteceria na F1 se Brasil e Portugal voltassem a ser um único país?

Nos últimos anos, o site Avaaz se destacou na tentativa de mobilizar os usuários da internet em prol de assuntos mais sérios por meio de abaixo-assinados virtuais. Entretanto, se há alguns anos a página conseguiu atrair a atenção para temas sérios, como a Lei da Ficha Limpa, ela se perdeu de uns tempos para cá.

Além de ser pilar importante do que se chama de militância das redes sociais, em que muitos usuários do Facebook e afins realmente acham que estão mudando ao assinar uma petição online e jamais terem qualquer outro contato com o assunto em questão, ela também permitiu que qualquer pessoa inicie uma campanha online.

A partir daí, surgiram os temas mais irrelevantes do mundo. Um tempo atrás, alguém montou uma petição para que a Rede Globo tirasse Galvão Bueno das transmissões da F1, como se fosse adiantar alguma coisa. Nesta segunda-feira, dia 22, vi uma ainda pior. Claro que com certa dose de humor, alguém criou um formulário para que o Brasil fosse devolvido a Portugal. Você pode clicar aqui para ver.

Antes de tudo, quero deixar claro que respeito a sociedade portuguesa assim como os séculos de história que Brasil e Portugal compartilham. Mas eu achei engraçada a proposta do usuário do Avaaz, que, entre outras coisas, queria a união dos dois países para que os times brasileiros de futebol pudessem jogar a Liga dos Campeões da Europa, assim como para acabar com o Partido dos Trabalhadores, o que também não faz sentido, pois há trabalhadores tanto aqui quanto lá, então o partido vai crescer nessa hipotética fusão.

Como este é um blog de automobilismo, também acho que a união entre Brasil e Portugal seria benéfica para o esporte a motor. Teríamos três pilotos na Indy, um no WTCC, dois no DTM, 13 no GT Series e um na GP2. Quanto à F1, bom, é verdade que já faz algum tempo que Felipe Massa não ganha nada. Mas teríamos bons motivos para comemorar.

Por isso, fiz o vídeo abaixo para que você tenha uma ideia de como seria assistir à F1 neste novo país em um futuro não tão distante, caso a união acontecesse (ligue o som do seu computador):

P.S.: eu só peço para quem quiser comentar abaixo não perder o bom humor nem a compostura.

6 comentários sobre “Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarve

  1. Caro amigo,
    Li a petição que refere há uns meses atrás.
    Sou portuguesa e brasilióila, mas quando li aquilo, tive reacção igual à sua.
    Agora imagine: qual o resultado de um governo mau com um tanto quanto?
    Mas olhe que do jeito que os políticos são uns vendidos, ainda era capaz de entregarem Portugal ao Brasil em troca de umas notas.

    Curtir

  2. Ate ha uns anos, mais propriamente ate a chegada da crise financeira de 2008, uma uniao de Portugal com o Brasil seria muito benefica para os pilotos aqui deste lado do oceano. Mas agora ja nao e a maior prova e que mesmo os bons valores que tem surgido desse lado nao foram devidamente aproveitados pela F1. Nelsinho, Di Grassi e Bruno nao eram geniais mas todos eles poderiam chegar ao nivel de um Barrichello ou de um Massa se tivessem boas oportunidades na F1. Felipe Nasr vai pelo mesmo caminho, tudo indica que tambem nao e genial e se nao entrar na altura certa (para ele sera em 2014) arrisca ter o mesmo destino dos seus antecessores, ou seja, uma carreira curta na F1 na melhor das hipoteses. Portanto quem tem melhores perspetivas e o Felix da Costa da Red Bull, por isso sim, admito que agora daria muito jeito ao Brasil uma uniao com Portugal. Porque Massa ja esta gasto, dali ja nao deve sair nada, pelo menos enquanto continuar na Ferrari. Mesmo que ainda ganhe alguma corrida (o que duvido) ja nao empolga, porque ja esta na F1 ha muito tempo e nos (em Portugal e no Brasil) gostamos e de sangue novo…

    Curtir

    1. TaVejam lá se acabam com essa de piada de português, que já chateia.
      A gente aqui tem uma enorme colónia brasileira e não há piadas de brasileiros.
      Também deveriam ter em mente que a esmagadora maioria dos brasileiros descende de portugueses. A língua que vocês falam veio daqui.
      Tenham pelo menos a dignidade de honrar os vossos antepassados que não são tão longínquos assim.
      Amo o Brasil e tenho-o como segunda pátria, mas ridicularizar o povo de um país que se diz irmão é um ultraje.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s