Ainda há esperança

A F3 voltou ao centro do automobilismo brasileiro ao ser um dos focos de Carlos Col na corrida pela presidência da CBA
A F3 voltou ao centro do automobilismo brasileiro ao ser um dos focos de Carlos Col na corrida pela presidência da CBA

Uma das notícias mais importantes do automobilismo brasileiro neste fim de semana foi a demissão de Carlos Col da Vicar. O criador da Stock Car e responsável pelo retorno do Brasileiro de Marcas já havia vendido sua parte na empresa e acabou chutado de lá após divergências internas.

Além de ter conseguido uma boa grana com a venda, Col tem outros projetos em mente. Um deles é passar os próximos anos arquitetando uma aliança para se candidatar ao cargo de presidente da CBA e tomar as rédeas do automobilismo nacional.

Não é surpreendente, mas um dos pilares dessa candidatura deve ser uma reestruturação do kartismo e das categorias de base nos monopostos para que o Brasil volte a revelar bons pilotos constantemente como fazia em um passado não tão distante.

Para que isso aconteça, o primeiro passo será endireitar a F3 Sudamericana. Neste fim de semana, estive em Interlagos para cobrir a abertura da temporada 2013 da Stock Car e ouvi que Col continua dono da F3 neste ano. Apesar disso, a categoria deve continuar como preliminar do Brasileiro de Marcas (este nas mãos da Vicar), conforme o calendário já divulgado.

É claro que não deixa de incoerente que mesmo demitido Col continue com laços com a Vicar. Porém, romper o contrato nessa altura do ano seria um tiro na proporia categoria, já que seria necessário reconstruir o campeonato praticamente da noite para o dia. Lembrando que isso foi feito no ano passado e o resultado foi péssimo, com apenas três pilotos disputando todas as etapas.

Gustavo Myasava está confirmado na Hitech em 2013
Gustavo Myasava está confirmado na Hitech em 2013

Essa também não é a primeira vez que há promessas de dias melhoras para a F3 Sudam. Em cada um dos últimos cinco anos em algum momento houve notícias – de certa forma mirabolantes – que davam conta do ressurgimento do campeonato. Obviamente, nenhuma delas deu certo até agora.

Então, o que torna o plano de Col tão diferente? Em primeiro lugar é que está sendo tocado por alguém sério. Não que os dirigentes anteriores tenham sido amadores. Pelo contrário, mas é inegável que a Col e Vicar têm crédito pelo crescimento da Stock Car na última década e pelo sucesso relativo do Brasileiro de Marcas.

O segundo ponto é que a F3 precisava passar por uma reestruturação interna. E ela já aconteceu no ano passado. As equipes estão mais unidas em prol da sobrevivência do campeonato, assim como o certame passou a ter um calendário mais próximo da realidade financeira do automobilismo de base no país. Desde 2012, o certame voltou a ter rodadas duplas e sem viagens distantes para países da América do Sul.

É claro que gostaríamos que a F3 Sudam voltasse a correr em Argentina, Chile e Uruguai como já aconteceu em outros anos. No entanto, se as provas estrangeiras significam um custo desnecessário e um empecilho para a formação de um grid fortalecido, então é melhor não tê-las por enquanto.

Ainda em Interlagos, ouvi que há uma estimativa de 16 carros disputando a temporada completa em 2013. Acho uma previsão bastante otimista, mas pode acontecer. Por mim, eu já ficaria feliz se tivermos de nove a 12 pilotos em todas as etapas, além de alguns inscritos a mais aqui ou ali.

A Vicar disse que deve soltar uma lista provisória de participantes ainda nesta semana. Ao menos três nomes já estão garantidos. A Hitech terá mais uma vez Felipe Guimarães, que não conseguiu retornar à Europa em 2013, além dos novatos Gustavo Frigotto e Gustavo Myasava, este retornando da MRF 2000, na Índia.

11 comentários sobre “Ainda há esperança

  1. Para que o Col consiga mudar algo via CBA terá antes que vencer uma batalha inglória, vencer eleição onde votam os presidentes de federações. Espero que ele tenha uma estratégia muito boa para isto, pois não é fácil tirar o osso desta turma.

    Curtir

  2. Realmente a F3 SUDAM está passando por um período de transição, mas creio que a mesma já está saindo do “fundo do posso” para um reinício de muitas alegrias e em direção à glória…!

    A F3 sempre foi, e dificilmente deixará de ser, um grande passo na carreira de quem realmente aspira um dia ter a chance de chegar à F1… Principalmente agora que as categorias internacionais, em especial a F3 Britânica, passa por momentos delicados, com raras exceções…!

    Sempre ouvi dizer que a F3 SUDAM era a mais rápida entre todas as demais e, mesmo defasada tecnicamente, além do número de equipes e pilotos, de maneira alguma podemos virar-lhe as costas!
    Não! Muito pelo contrário!! Temos capacidade sim de reerguê-la e, inclusive, creio que se o Carlos Col vier a anunciar um pacote interessante, a categoria pode até beirar os 20 carros ainda este ano e, quiça, com pilotos Argentinos, Venezuelanos, etc…!!!

    Para tanto, é claro, tem que haver o apoio de grandes empresas, inclusive as estatais como a PETROBRÁS, entre outras, afim de que os pilotos e equipes, assim como o evento como um todo, tenham condições de viver melhores dias…!! Se liga nessa, REDE GLOBO!!!
    Mas quem viver, verá!!! Anotem isso aí…!!!!!!!!!!!!!!

    Curtir

  3. F 3 , precisa um patrocinio para a categoria de Estatais , ex: Correios , Telebras ., Caixa , Petrobras e outros , para que o custo
    seja praticamente Zero , então testes para pilotos com real capacidade , pois o que temos hoje é Estatais envolvidas com carreiras Solo , que não resultaram em nada nos ultimos anos , e sim a falencia da F 3 a qual sempre revelou Pilotos para F 1 .

    Curtir

  4. 16 carros no grid em 2013???

    Se os 6 que correram em Interlagos estiverem lá será excepcional!

    As equipes não têm parâmetros. Roubam (sim, roubam) e cobram números chutados, sem critério.
    É uma categoria defasada tecnicamente, com pilotos medianos, engenheiros ainda menos qualificados e motores obsoletos… grandes, pesados e com potência superior aos carros que andam na Europa. Não serve para nada.

    O Brasil não precisa de uma F3, precisa de categorias baratas para os pilotos que saem do kart e APRENDAM a guiar um fórmula, não um caça-níqueis sem base técnica.

    Curtir

    1. Realmente a F3 SUDAM está passando por um período de transição, mas creio que a mesma já está saindo do “fundo do posso” para um reinício de muitas alegrias e em direção à glória…!

      A F3 sempre foi e, dificilmente deixará de ser, um grande passo na carreira de quem realmente aspira um dia ter a chance de chegar à F1… Principalmente agora que as categorias internacionais, principalmente a F3 passa por momentos delicados, com raras exceções…!

      Sempre ouvi dizer que a F3 SUDAM era a mais rápida entre todas as demais e, mesmo defasada tecnicamente, além do número de equipes e pilotos, de maneira alguma podemos virar-lhe as costas!
      Não! Muito pelo contrário!! Temos capacidade sim de reerguê-la e, inclusive, creio que se o Carlos Col vier a anunciar um pacote interessante, a categoria pode até beirar os 20 carros e, quiça, com pilotos Argentinos, Venezuelanos, etc…!!!

      Para tanto, é claro, tem que haver o apoio de grandes empresas, inclusive as estatais como a PETROBRÁS, entre outras, afim de que os pilotos e equipes, assim como o evento como um todo, tenham condições de viver melhores dias…!!
      Mas quem viver, verá!!! Anota isso aí…!!!!!!!!!!!!!!

      Curtir

  5. Olá, Giacomelli !!

    Que bom que estou podendo contemplar sua mudança de pensamento…!!
    Digo isto não porque apostei nestas mudanças e você não, mas porque quanto mais pessoas acreditarem, mais perto estaremos do sonho!!!

    Quanto ao nosso grande Guimarães, ainda é cedo pra dizer que ele não retornará à GP3 neste ano ainda…!!
    Você só poderá afirmar isto, ou não, quando sair a lista dos pilotos inscritos para o último teste em Silverstone, marcado para os dias 3 e 4 de abril…!!
    Neste caso, também, posso dizer: ACREDITE, cara !!!

    Curtir

    1. Não é mudança de pensamento. Ouvi essas informações de alguém de dentro da F3 e estou repassando aqui, inclusive essa pessoa me garantiu que o Felipe Guimarães já fechou com a Hitech para o ano todo em 2013.

      Curtir

      1. Ok, meu amigo!

        Amanhã, a Hitech deverá anunciar o Felipe, assim como os demais pilotos, sendo que a mesma poderá ter um quarto carro…!!

        O Guimarães está tentando fechar uma das 6 vagas restantes na GP3 e acredito que até o fim desta semana, com fé em Deus, vamos desenrolar esta novela…!!!
        A ideia é esta mesma: fazer os dois campeonatos, uma vez que a GP3 não treina e o Felipe precisa estar muito bem preparado para a GP2 em 2014, certamente como o grande nome do Brasil!!… Talento excepcional!!!

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s