Shane Van Gisbergen voltou à V8 Supercars depois de se aposentar por algumas semanas
Shane Van Gisbergen voltou à V8 Supercars depois de se aposentar por algumas semanas

Casey Stoner obviamente foi o grande destaque da V8 Supercars neste fim de semana. A principal categoria do automobilismo australiano teve a abertura da temporada 2013 no tradicional circuito de rua de Adelaide e viu o bicampeão da MotoGP terminar no top-10 em dois treinos livre, além de acumular um abandono e uma boa corrida de recuperação nas duas baterias disputadas.

Apesar disso, para que acompanha a categoria um pouco mais a fundo, a grande história de Adelaide foi o retorno de Shane Van Gisbergen. No fim do ano passado, o neozelandês de apenas 23 anos de idade chocou o automobilismo da Oceania ao anunciar sua aposentadoria das pistas. Eu até escrevi um texto sobre isso, basta clicar aqui para relembrar.

Desde então, ‘GIZ’, como também é chamado, voltou atrás do abandono da carreira e assinou contrato com a pequena equipe Tekno para dirigir um carro da Holden na V8 em 2013. A decisão do neozelandês irritou os donos da Erebus – com quem ele tinha contrato antes da falsa aposentadoria –, que ameaçaram entrar na justiça para impedi-lo de correr pela rival.

Enquanto a batalha nos tribunais não se desenrola, Van Gisbergen brilhou em Adelaide. O piloto conquistou duas pole-position e arrematou uma vitória na segunda bateria após sofrer com um problema mecânico ainda na largada da primeira corrida.

E logo de cara o neozelandês venceu pela terceira vez na carreir
E logo de cara o neozelandês venceu pela terceira vez na carreir

Essa foi a terceira vitória do neozelandês na V8 Supercars (quarta se contar a corrida de classificação de Sandown no ano passado) e apenas a primeira por um piloto de outra equipe além da Red Bull (Triple 8) e Ford desde novembro de 2011. Também foi o primeiro triunfo da Tekno na categoria, em um fim de semana que marcou a estreia dos novos carros do certame.

Levando em conta que os pilotos das principais equipes da Holden (HRT e Triple 8) podem se aposentar nos próximos anos, Van Gisbergen aproveitou muito bem a primeira oportunidade para pleitear um lugar numa escuderia de ponta e deixar para trás o status de promessa do esporte para se consolidar como uma das estrelas da categoria.

Por fim, ainda vale mencionar o bom resultado de Alexandre Prémat. O ex-piloto da GP2 e do DTM foi competitivo durante todo o fim de semana e conquistou o quarto lugar na primeira bateria. Um resultado infinitamente superior que todos os conquistados em 2012, quando fez sua estreia no certame.