Como funcionam os treinos em Daytona (edição 2013)

Danica Patrick e Jeff Gordon estão garantidos na primeira fila da Daytona 500 de 2013
Danica Patrick e Jeff Gordon estão garantidos na primeira fila da Daytona 500 de 2013

Depois de torneios de inverno e competições em lugares longínquos, a temporada 2013 do automobilismo mundial começou para valer neste fim de semana. E logo de cara tivemos um resultado histórico, com Danica Patrick se tornando a primeira mulher a largar na pole-position na Nascar. O feito foi ainda mais especial, pois foi conquistado justamente na principal corrida do ano, na Daytona 500.

Portanto, no próximo domingo, a ex-pilota da Indy vai comandar o grid de 43 carros, sendo seguida por Jeff Gordon, o segundo no treino deste domingo, dia 17.

Mas quem vem depois? Quem larga entre as posições 3 e 43 do grid? Em Daytona, o regulamento é diferente das demais etapas do campeonato, pois além do qualifying ainda conta com corridas de classificação – chamadas de Budweiser Duels –, que serão disputadas na quinta-feira.

Além disso, o regulamento para 2013 mudou, dando ênfase ao desempenho nos treinos classificatórios. Por isso, o World of Motorsport faz uma breve explicação de como o grid de largada da Daytona 500 será formado. Antes disso, vale uma observação. Primeiro vou explicar como são as novas regras deste ano e depois comento as diferenças com relação a 2012. Farei dessa forma para não confundir e deixar tudo mais claro.

Com já dito anteriormente, o treino classificatório das 500 Milhas de Daytona foi disputado neste domingo, coroando Danica Patrick. Além dela, quem também já tem posicionamento garantido na corrida é Jeff Gordon. O tetracampeão ficou com o segundo tempo na tomada de tempo e completa a primeira fila no próximo domingo.

Trevor Bayne foi o terceiro colocado neste domingo, mas ainda não sabe em que posição larga na 500
Trevor Bayne foi o terceiro colocado neste domingo, mas ainda não sabe em que posição larga na 500

A partir daí, do terceiro ao 32º colocado serão definidos a partir das corridas de quinta, os Duels. No primeiro duelo, vão participar todos os pilotos que se classificaram em posições ímpares neste domingo. Ou seja, Danica vai largar na pole, seguida por Trevor Bayne, Tony Stewart, Denny Hamlin e Joey Logano. Também vão competir nomes como Dale Earnhardt Jr, Jimmie Johnson, Brad Keselowski e Kevin Harvick. No segundo duelo, Jeff Gordon sai na frente, seguido por Ryan Newman, Kasey Kahne e Kyle Busch.

Assim, os 15 primeiros colocados de cada prova – sem contar Danica e Gordon – alinham entre os terceiro e 32º posto. Vamos supor que o resultado do Duel 1 seja Harvick, Hamlin e Bayne. Com isso, Harvick vai largar em terceiro na 500, Hamlin será o quinto, Bayne partirá do sétimo lugar e assim por diante, até o 31º. No segundo Duel, acontece a mesma coisa. O ganhador da corrida partirá da quarta colocação, o segundo sairá em sexto e dessa forma até completar os 32.

As posições 33 a 36 são destinadas aos quatro mais rápidos do treino deste domingo, mas que não terminarem no top-15 de cada duelo. Ou seja, neste momento, Bayne, Newman, Stewart e Kahne já estão garantidos na Daytona 500 mesmo que se acidentem ou tenham problemas mecânicos na quinta-feira. Se eles terminarem no meio da semana entre os 15 primeiros de seu duelo, essas vagas vão para o próximo mais rápido.

De qualquer forma, caso algum piloto tenha problemas nos Duels e não consiga se classificar nas vagas destinadas aos mais rápidos do treino, ainda há uma esperança de participar da tradicional corrida. Isso porque as vagas entre o 37º e o 42º lugar são destinadas aos seis primeiros colocados da temporada de 2012, no campeonato de donos de equipe.

Ou seja, mesmo que tenha todos os problemas do mundo nos próximos dias, Brad Keselowski ao menos larga em 37º, já que o carro número 2 de Roger Penske foi o vencedor entre os donos de equipe no ano passado. Além dele, também já estão garantidos na corrida por esse critério Clint Bowyer, Jimmie Johnson, Greg Biffle, Denny Hamlin e Ricky Stenhouse Jr (via pontos obtidos por Matt Kenseth no carro número 17 de Jack Roush). Kasey Kahne também poderia entrar por pontos, mas ele já garantiu classificação por velocidade, que tem a prioridade, como dito acima.

Ok, fotos da Danica nunca são demais (espero que o Stenhouse não leia isso)
Ok, fotos da Danica nunca são demais (espero que o Stenhouse não leia isso)

Por fim, resta uma última posição. O 43º lugar é destinado a um ex-campeão que não tenha entrado por nenhum critério anterior. Neste momento, é Kurt Busch quem assume esta vaga. No entanto, caso o polêmico piloto consiga se classificar via Duels, velocidade ou pontos, Matt Kenseth, Bobby e Terry Labonte também podem se aproveitar dessa regra.

Caso todos os ex-campeões consigam classificação por algum dos critérios anteriores, o último lugar do grid será destinado ao próximo piloto no campeonato de donos de equipe de 2012, Kevin Harvick.

Com relação a 2012, as novas regras alteraram principalmente a premiação de cada duelo. Antes, na primeira prova de quinta-feira largavam, além do pole deste domingo, os pilotos cujos carros terminaram em posições ímpares no campeonato dos donos de equipe da temporada anterior. Já no Duel 2, os classificados em posições pares e mais o segundo deste domingo. Cada Duel classificava dois pilotos fora do top-35 para a corrida, além de definir o grid pelo resultado de chegada, da mesma forma que acontece hoje.

Aí sobrariam quatro ou cinco vagas. Elas eram destinadas aos quatro pilotos mais rápidos no treino classificatório, mas que não conseguiram entrar via Duel nem largar na primeira fila. A última posição também era destinada a um ex-campeão.

Na prática, a grande mudança é que hoje apenas 13 pilotos já estão garantidos na Daytona 500, enquanto no ano passado, após o treino classificatório, 39 já estavam definidos. Além de ficar mais fácil de entender como funciona, ainda valorizou as corridas de quinta-feira, já que nomes como Kyle Busch, Dale Earnhardt Jr e Carl Edwards ainda podem ficar de fora.

P.S.: você pode clicar aqui e ver um post que eu escrevi ainda em 2010 explicando as antigas regras do treino classificatório de Daytona

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s