A Panther, da Indy, tem uma ligação muito próxima com o San Francisco 49ers, finalista da NFL
A Panther, da Indy, tem uma ligação muito próxima com o San Francisco 49ers, finalista da NFL

O World of Motorsport é um blog sobre automobilismo, mas não dá para ignorar um dos principais eventos esportivos do planeta, o Super Bowl, que acontece neste fim de semana. A 47ª edição da final do futebol americano, este ano disputada entre San Francisco 49ers e Baltimore Ravens, está marcada para este domingo, dia 3, em New Orleans.

Por que estou dizendo isso? É que nos últimos anos o futebol americano está se aproximando do automobilismo, principalmente da Indy.

Tudo começou no ano passado, quando para promover a decisão entre New York Giants e New England Patriots, que estava marcada para acontecer em Indianápolis, uma agência de publicidade teve a ideia de juntar um monte de carros da Indy, pintá-los com as cores de cada um dos 32 times da NFL e expô-los pela cidade. Você pode clicar aqui para lembrar como foi a ação e rever os carros.

A medida foi um sucesso. Como os moradores de Indianápolis são fanáticos pelo automobilismo, eles ficaram bastante empolgados com o jogo decisivo, mesmo em uma temporada em que o time da cidade – os Colts – haviam terminado na última colocação, por causa de uma lesão do seu principal jogador.

Dessa vez, os supercarros – como as máquinas foram chamadas – não estarão presentes. Mas isso não quer dizer que a Indy vai ficar de fora do Super Bowl. A categoria norte-americana será representada na decisão por Jim Harbaugh, técnico do San Francisco 49ers e também sócio-fundador da equipe Panther.

Harbaugh na função de técnico da Panther, ou algo assim em uma 500 Milhas de Indianápolis
Harbaugh na função de técnico da Panther, ou algo assim em uma 500 Milhas de Indianápolis

A ligação entre esses dois times é tanta que na etapa de Sonoma da temporada de 2012 – considerada uma espécie de segunda casa para a Panther por ser próxima à cidade de São Francisco –, J.R. Hildebrand pilotou um carro com as cores do 49ers em homenagem a Harbaugh. Outra prova disso é que o número 4 usado pela equipe de corrida é em referência ao time de futebol.

Essa relação começou em 1995, quando Harbaugh era jogador do Indianapolis Colts e foi assistir às 500 Milhas. Naquele dia, o então atleta ficou fascinado pelo automobilismo e conheceu John Barnes, com quem viria fundar a Panther dois anos depois. Desde então, o agora técnico deixou claro que a prioridade é o futebol americano, mas sempre foi visto trabalhando pelo time na busca de patrocinadores e no gerenciamento de funcionários.

Assim, se você não faz ideia para quem torcer na decisão deste domingo, pode optar pelo San Francisco 49ers por causa de Harbaugh. Por outro lado, se você não gosta da Panther, o Baltimore Ravens estará de braços abertos para a sua torcida.

Até o macacão de Hildebrand, em Sonoma, parecia o uniforme do 49ers
Até o macacão de Hildebrand, em Sonoma, parecia o uniforme do 49ers