O retorno de Richie Stanaway

Richie Stanaway está próximo de disputar a F3 Europeia em 2013
Richie Stanaway está próximo de disputar a F3 Europeia em 2013

A revista Autosport desta semana trouxe uma matéria dizendo que Richie Stanaway deve competir na F3 Europeia neste ano após o grave acidente que sofreu em meados de 2012.

Apontado como um dos melhores pilotos das categorias de base nos últimos anos, o neozelandês sofreu fratura de algumas vértebras na segunda corrida da etapa de Spa-Francorchamps, da World Series by Renault, em junho do ano passado, ao ser catapultado pelo carro de Carlos Huertas.

Naquele fim de semana, aliás, escrevi um texto dizendo que é comum ver Stanaway batendo em Spa, basta clicar aqui para relembrar.

Como o acidente aconteceu na World Series, em que era apontado como um dos favoritos ao título, a notícia desta quinta-feira não deixou de surpreender, afinal, por qual razão o neozelandês acabou rebaixado se só agora ele está recuperado fisicamente?

A resposta é simples. A Gravity, empresa que gerencia sua carreira, considera que Stanaway perdeu o bom momento em que vivia. No ano passado, ele chegou à World Series após ser campeão da F3 Alemã ao vencer 13 das 18 corridas em que participou e tendo conquistado o título da Adac Masters, no ano anterior, com 12 vitórias também em 18 provas.

Dessa vez ele chegaria como alguém que praticamente não entrou em um carro de corrida em oito meses. Isso pode ser fatal para a confiança de Stanaway, que poderia entrar naquele buraco negro da carreira, por onde já passaram tantas jovens promessas.

A alternativa encontrada pela empresa é fazer uma temporada na F3 Europeia, onde ele terá condições de repetir o bom desempenho dos anos anteriores em um carro que já está mais acostumado.

A Gravity certamente não espera menos que o título de Stanaway em 2013
A Gravity certamente não espera menos que o título de Stanaway em 2013

Faz sentido. A Gravity é esperta em saber que um piloto como Stanaway não surge todos os anos. Portanto, é preciso ser inteligente nesse trabalho de recuperação. O único problema é se ele não conseguir repetir os resultados esperados – leia-se o título – na F3 neste ano. Uma vez rebaixado pela empresa gestora, certamente ele não terá uma segunda chance.

É inegável que pela experiência que tem o neozelandês é um dos favoritos ao título da F3 em 2013. Além disso, ele deverá contar com apoio de fábrica da Volkswagen, que estuda colocá-lo na ma-con, Van Amersfoort – a mesma da campanha da F3 Alemã –, ou até mesmo na Signature, que pretende voltar à categoria.

Mesmo assim, Stanaway não deverá ter vida fácil. Embora muitos pilotos ainda não tenham sido confirmados, o grid de 2013 aparenta ser bastante forte. Nomes como Tom Blomqvist – agora com apoio da Red Bull –, Felix Serralles, Rafaelle Marciello e Pascal Wehrlein também aparecem como fortes candidatos à vitória.

Para encerrar, o neozelandês precisa se conscientizar de que embora esteja caindo de categoria essa é a oportunidade que tem para mostrar que é tão bom como qualquer outro piloto. Ainda que ele tenha impressionado até 2011, dá para questionar a qualidade dos títulos, já que ele triunfou em certames de segundo escalão.

Um comentário sobre “O retorno de Richie Stanaway

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s