Sergio Peña vai correr na Nascar West em 2013
Sergio Peña vai correr na Nascar West em 2013

Você se lembra de Sergio Peña, um piloto americano de origem colombiana que surgiu muito bem no extinto Toyota AllStar Showdown, em 2010, quando desafiou o badalado Joey Logano pela vitória mesmo competindo pela primeira vez com o equipamento da Nascar?

Não? Bom, você pode clicar aqui para relembrar como foi o Showdown daquele ano e entender todo o hype que surgiu em torno de Peña.

Pois bem. Se naquela época fazíamos perguntas como ‘até onde Sergio Peña conseguirá chegar na Nascar’, hoje já temos algumas respostas. Infelizmente para o piloto, ele não foi a lugar algum.

Desde que estreou na Nascar East, ainda naquele ano de 2010, o americano disputou duas temporadas pela Revolution Racing e outra pela escuderia de Shigeakki Hattori. Nesse tempo, venceu três provas e teve como melhor resultado o quinto posto na classificação geral, em 2011. Na última temporada, Peña decepcionou e fechou o ano apenas em décimo na tabela de pontos, com 3 TOP 5 e 8 TOP 10 em 14 etapas.

Além disso, o garoto deixou de ser o nome mais badalado da categoria para ver a chegada de gente como Kyle Larson, Ryan Blaney, Max Gresham, Darrell Wallace Jr, Chase Elliott e Corey LaJoie, que assumiram o posto de promessas do esporte.

O americano precisa recuperar o bom momento da carreira e repetir as vitórias conseguidas
O americano precisa recuperar o bom momento da carreira e repetir as vitórias conseguidas

Como resultado, Peña acabou em segundo plano. Se na época do duelo com Logano o americano foi colocado como alguém de futuro promissor, hoje ele é obrigado a buscar alguma equipe para correr e não abandonar a carreira.

Para sua sorte, havia alguém disposto a investir nele. Nesta quinta-feira, dia 24, o piloto assinou contrato com a equipe de Bill McAnally para disputar a temporada da Nascar West, com o patrocínio da Napa.

Embora tenha revelado pilotos como Kevin Harvick, Ron Hornaday, Brendan Gaughan e Paulie Harraka, não há dúvidas de que a Nascar West está abaixo da Nascar East. Prova disso é que o campeão da categoria ocidental de 2012, Dylan Kwansniewski acertou para correr no outro campeonato neste ano com a equipe Turner. Ou seja, independentemente de ter assinado com um time de ponta, Peña está dando um passo atrás na carreira. É muito pouco para um piloto que já chegou a ser considerado uma promessa.

No entanto, o americano ainda é muito jovem, com apenas 19 anos de idade. Assim, ele tem tempo suficiente para arquitetar uma volta por cima no esporte a motor. Além disso, o desempenho na Nascar East não foi de todo ruim. Na segunda temporada pela estruturada Revolution Racing, Sergio somou três vitórias, mostrando que realmente pode ser um piloto de ponta. É esse tipo de resultado que ele precisa recuperar na enfraquecida West.

Se ele vai conseguir retomar a carreira, só o tempo dirá. Talvez daqui a três anos eu esteja novamente escrevendo um post sobre Sergio Peña, perguntando se você se lembra dele. Nada impede que até lá ele tenha alcançado a Nationwide ou então, seguindo o momento de derrocada, dado mais um passo atrás na carreira e, sei lá, voltado para o kart.