Reformulação na Turner Motorsports

Dylan Kwasniewski é a grande contratação da Turner para 2013
Dylan Kwasniewski é a grande contratação da Turner para 2013

Depois de trabalhar com sucesso no desenvolvimento de pilotos como Nelsinho Piquet, James Buescher, Miguel Paludo e Brad Sweet, a Turner Motorsport (agora chamada de Turner Scott) está cada vez mais disposta em investir no automobilismo de base da Nascar.

Além de alinhar na Nationwide e na Truck Series, a escuderia anunciou nesta quarta-feira, dia 16, que vai entrar na Nascar East na próxima temporada, inscrevendo nada menos que cinco carros.

A cereja do bolo foi a contratação de Dylan Kwasniewski, atual campeão da Nascar West e que vinha sendo disputado a tapas entre as escuderias. Ele chegou a acertar com a Gibbs para fazer algumas etapas ainda em 2012, mas acabou preferindo se mudar para a Turner na nova temporada.

Além de Kwasniewski, o time montou um plantel estelar contando também com Austin Dyne (Rookie of the Year da Nascar West em 2012), Kenzie Ruston (pilota mais popular de Late Models no último ano), Brandon Jones (de apenas 15 anos) e Ben Rhodes (esse já estava na Nascar East).

Kenzie Ruston é um bom motivo para assistir às corridas
Kenzie Ruston é um bom motivo para assistir às corridas

Mas o que isso tudo significa? Afinal, ninguém faz um investimento de cinco carros e trazer a peso de ouro um piloto badalado como Kwasniewski por acaso. Significa que para a Turner a geração de Piquet, Paludo, Buescher, Sweet, Jason Leffler, Justin Allgaier e etc. já deu o que tinha que dar.

Buescher foi campeão da Truck em 2012, Piquet terminou em sétimo e deve continuar na equipe na Nationwide – ao lado de Justin Allgaier –, enquanto Leffler e Sweet já deixaram o time.

Isso não quer dizer, porém, que a atual geração vá deixar a equipe neste momento ou ser boicotada. Mas a escuderia tem noção que Piquet dificilmente vá ficar por lá em 2014 se quiser buscar o título da Nationwide e em algum momento Buescher vai precisar deixar a equipe do sogro se quiser seguir carreira rumo à Sprint Cup.

Quanto a Paludo, se ele permanecer no time ou não, não é algo que vá mudar esse planejamento. Assim, trazer os cinco jovens talentos é uma forma de deixar as bases acertadas pensando já no próximo passo da equipe.

O interessante agora vai ser ver como os cinco garotos vão se sair na Nascar East. Quando uma equipe faz um investimento desse tamanho, naturalmente a pressão por resultados é muito maior. Levando em conta que o grid da categoria está cada ano mais competitivo, a chance de termos boas corridas – e algumas bem quentes – são ainda maiores.

A estreia de Kwasniewski na Turner acontece durante a Speedweeks, em Daytona, quando ele vai participar da Battle of the Beach.

2 comentários sobre “Reformulação na Turner Motorsports

    1. Vai bem, ele está em Minas, ou em algum lugar nas redondezas, passando férias com os amigos!

      Ok, brincadeira. Não tenho nenhuma. Mas em novembro ele postou no twitter que testou com a Koiranen. E agora só volta às pistas em fevereiro.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s