Não podemos dizer que Kyle Busch jogou sujo

Cale Gale e Kyle Busch fizeram um duelo emocionente no fim da prova em Homestead-Miami

Kyle Busch não é um piloto santo, mas muitas vezes acaba entrando por engano em certas polêmicas. Na noite desta sexta-feira, dia 16, não foi diferente. Na última volta da corrida final da temporada 2012 da Truck Series, em Homestead-Miami, o piloto foi ultrapassado por Cale Gale na última curva e espremido na parede, sem poder esboçar uma reação.

Busch pode não ser o piloto mais popular pelo seu estilo de pilotagem, mas está longe de ser desleal, principalmente em brigas pela vitória. É verdade que ele costuma estar envolvido em nove a cada dez confusões da Nascar, mas é difícil lembrar alguma vez que ele bateu de propósito em um piloto para ficar com uma vitória.

Até onde consigo lembrar, só vi esse tipo de acidente em super-ovais e mesmo assim a culpa de Busch pode ser questionada, já que é sempre muito difícil manter o controle do carro com um piloto empurrando a você a 200 mph.

Justamente por isso, o piloto ficou tão irritado com o final da etapa de Homestead. Afinal, ele só foi derrotado porque o adversário jogou sujo. Se fosse o contrário, com o truck 18 empurrando Gale para fora, não tenho dúvidas de que o piloto da Sprint Cup ia sofrer todo o tipo de crítica.

Por isso, é um pouco hipocrisia defender a manobra de Gale. Dizer, por exemplo, que o novato estava em busca da primeira vitória, enquanto Busch já coleciona centenas delas não é um argumento válido. KB também tinha seus motivos para querer vencer. Além de não ter triunfado com a própria equipe, em 2012, o piloto também fazia a última prova da carreira com a Dollar General como patrocinadora.

Vale lembrar que esse foi um dos poucos patrocinadores que se manteve ao lado do piloto após a confusão da na etapa do Texas do ano passado, quando Busch tirou Ron Hornaday da prova e foi suspenso pela Nascar das demais corridas daquele fim de semana. Ou seja, tinha toda uma questão emocional para piloto e investidor.

De qualquer forma, Kyle Busch deveria ter pegado algumas dicas com o irmão de como (não) proceder em finais de prova desse tipo. As últimas curvas de Homestead, neste fim de semana, foram muito parecidas com a etapa de Darlington, da Nascar, em 2003, quando Kurt Busch foi derrotado por Ricky Craven.

Há algumas diferenças óbvias entre os dois lances, como você pode conferir nos vídeos abaixos. Mas não deixa de ser uma coincidência muito grande os dois irmãos Busch serem derrotados por pilotos menos experientes em lances tão parecidos.

Homestead-Miami, 2012:

Darlington, 2003:

3 comentários sobre “Não podemos dizer que Kyle Busch jogou sujo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s