A Nascar mudou a forma com que pontua os novatos

Antes de começar esse post, eu preciso dizer a verdade. A ideia do post de hoje era falar sobre os 12 classificados para o Chase de Nascar. Só que como a chuva entrou em cena na noite deste sábado, dia 8, em Richmond, e a prova durou mais de seis horas, então isso fica para amanhã.

Hoje eu falo de uma mudança na pontuação da Nascar que passou despercebida para muitos. A categoria norte-americana alterou a forma com que distribui pontos para os pilotos na briga pelo novato do ano.

Até 2011, o novato mais bem classificado de uma prova ganhava dez pontos, o segundo somava nove e assim por diante. Caso o estreante terminasse entre os dez primeiros, ele ganhava alguns pontos de bônus, dez no caso de vitória, nove se terminasse em segundo lugar, oito para o terceiro até a décima colocação, que ganharia um ponto.

Assim, o máximo que um piloto poderia somar na classificação do Rookie of The Year era 20 pontos, enquanto o mínimo dependia do número de participantes. Se dois estreantes disputassem uma corrida, o segundo colocado marcaria nove, mesmo que abandonasse logo no início.

E a alteração veio justamente nessa parte. Levando em conta o número cada vez maior de equipes que fazem o start-and-park, a Nascar passou a dar um único ponto para os novatos que estacionassem deliberadamente no início da prova. Ou seja, mesmo que apenas um estreante dispute a corrida, caso ele pare ainda no início marcará um ponto apenas na classificação para o ROTY.

Na verdade, essa situação vem acontecendo constantemente na temporada 2012. Josh Wise foi o melhor estreante em 17 das 25 etapas disputadas até Atlanta, no entanto, o piloto está apenas um ponto na frente de Stephen Leicht no duelo pelo ROTY, embora este só tenha estreado em Darlington.

Como Leicht vez ou outra disputa a corrida na íntegra, ele acaba somando os dez pontos, contra apenas um de Wise, adepto do start-and-park.

No final, acho uma decisão bastante acertada da Nascar, afinal, é difícil chamar um piloto de novato do ano se ele completou apenas cerca de 10% de cada corrida, no máximo.