Victor Franzoni conquistou a primeira pole-position de um brasileiro na F-Renault desde André Negrão, em Aragon, em 2009

Na última semana, Gabriel Casagrande esteve perto de fazer história na F-Renault Norte-Europeia (NEC). Quase que o piloto paranaense se tornou o primeiro brasileiro a largar na pole-position na história do certame, na etapa disputada no Red Bull Ring.

Na verdade, Casagrande realmente foi o mais rápido no primeiro treino livre da rodada austríaca, mas acabou perdendo o direito de largar na posição de honra, pois uma bandeira amarela foi acionada no momento em que completou a volta rápida. Assim, a direção de prova cancelou o melhor tempo do brasileiro, que foi obrigado a se contentar com a sua segunda melhor marca.

No entanto, o desempenho de Gabriel foi tão bom, que mesmo com a segunda melhor volta ele pôde largar na primeira fila, ficando atrás apenas do espanhol Alex Riberas.

Gabriel Casagrande foi mesmo obrigado a se contentar com o segundo lugar no grid

Só que a história não parou por aí. Enquanto Casagrande seguiu neste final de semana com o restante da caravana da F-Renault NEC para a disputa da etapa de Most, na República Tcheca, foi a vez de a versão Alps da F-Renault chegar ao Red Bull Ring para a quinta rodada da temporada de 2012.

Aí não teve jeito. Depois de uma semana, finalmente um brasileiro conseguiu largar na frente no autódromo austríaco. O responsável pelo feito foi Victor Franzoni, que pôde vingar, digamos assim, Casagrande e garantir o direito de sair na posição de honra. A façanha aconteceu neste sábado, dia 1º, quando o piloto paulista marcou o tempo de 1min40s503 e superou Alex Albon por respeitáveis 0s72.

Essa, obviamente, é a primeira pole-position de um brasileiro na F-Renault Alps, mas vale lembrar que esse é apenas o segundo ano de existência do campeonato e, em 2011, nenhum piloto do país competiu de forma integral na categoria.

Voltando a Franzoni, esse foi um resultado bastante expressivo, já que o garoto perdeu a última etapa porque ainda estava se recuperando de um grave acidente sofrido em Spa-Francorchamps. Maldades à parte, dá para dizer que o acidente deixou o brasileiro ainda mais afiado.

Para encerrar, quem se deu melhor nessa briga brasileira no Red Bull Ring foi Gabriel Casagrande. Embora não tenha conseguido largar na posição de honra, o paranaense terminou a prova na terceira colocação e garantiu o primeiro pódio da carreira na Europa. Neste sábado, Franzoni terminou em quarto e quase conseguiu repetir o resultado do compatriota. Apesar disso, o garoto terá uma nova chance neste domingo, já que novamente larga da primeira colocação do grid.