Em Bristol, Denny Hamlin conquistou a vitória de número 200 do carro número 11

Ainda falando da Nascar, Denny Hamlin conquistou uma vitória história no último final de semana. Ao terminar na frente a etapa de Bristol, o americano conquistou o triunfo de número 200 do carro de número 11 em toda a história da categoria, independentemente do piloto ou equipe no comando.

O número é bastante emblemático, já que Richard Petty também se aposentou com 200 vitórias na Nascar. No entanto, há algumas diferenças entre os dois recordes.

Embora realmente tenha vencido duas centenas de vezes na categoria, apenas 192 triunfos do heptacampeão foram conquistados no carro de número 43. Apesar de ter pilotado esse número durante boa parte da carreira, entre os anos de 1962 e 1965, Petty venceu seis vezes correndo com o 41 e duas com o 42.

Ou seja, embora RP tenha sido o piloto mais vencedor da história da Nascar, o carro número 43 não ocupa o correspondente primeiro lugar. Ao todo, o numeral já terminou na frente 198 vezes, pois, além do heptacampeão, Lee Petty, Jim Paschal (duas vitórias), Bobby Hamilton (duas) e John Andretti também ganharam com o número.

Andretti, aliás, é o responsável pela última vitória ao terminar na frente a etapa de Martinsville de 1999, em um jejum que já dura mais de 13 anos.

Darrell Waltrip, irmão de Michael, foi um dos maiores vencedores com o carro 11

O 11, por outro lado, não teve um piloto dominante. Embora alguns campeões tenham usado o numeral ao longo da carreira, as 200 vitórias estão melhor distribuídas. Hamlin, por exemplo, ajudou a colaborar com 20 desses triunfos.

Porém, o maior ganhador de todos é Cale Yarborough, tricampeão da Nascar na década de 1960, que colaborou com 55 conquistas. Ned Jarrett vem logo atrás, com 49, enquanto Darrell Waltrip teve 43. Outros nomes importantes da história do certame também entram na conta. Junior Johnson, inventor do efeito estilingue, conquistou cabalísticos 11 triunfos, enquanto Bill Elliot ganhou em seis oportunidades.

Completam a conta Geoff Bodine (4), Terry Labonte (4), Bobby Allison (3), Buddy Baker (2) e os lendários  A.J. Foyt (1), Mario Andretti (1) e Parnelli Jones (1), embora o sucesso desse último trio tenha sido em outra categoria.

No final, é até curioso pensar qual número representou melhor a história da Nascar. É evidente que o 43 é mais emblemático, e o carro laranja e azul de Richard Petty é reconhecido facilmente até por quem nunca acompanhou a categoria. No entanto, o 11 reuniu uma coleção muito mais completa de pilotos, que resumem o que aconteceu no campeonato nos últimos 60 anos. Jamais vou desmerecer o 43, mas acho que o 11 tem, sim, uma história que precisa ser respeitada e imortalizada.

Para encerrar, por curiosidade, os outros números com mais vitórias na história da Nascar são o 3, com 97 conquistas, o 21, com 91, e o  24, com 86, sendo todos os triunfos do último obtidos por Jeff Gordon.