A corrida que ninguém venceu

Daniel Juncadella
Embora Daniel Juncadella tenha terminado a primeira corrida em Norisring na frente, a prova não teve vencedor

A F3 está vivendo um final de semana histórico em Norisring. Como uma das medidas tomadas por Gerhard Berger para fortalecer a categoria, a F3 Inglesa, a F3 Europeia e a F3 Euro Series dividem o circuito de rua alemão para uma etapa conjunta, que vale ponto para todos os campeonatos.

Etapas conjuntas não é uma novidade na F3. Esse ano já tivemos uma em Pau, por exemplo, mas essa é a primeira vez que vale pontos para todos os campeonatos envolvidos.

No entanto, a etapa também está sendo um tormento para os organizadores. Para começar, na sexta-feira, o treino classificatório precisou ser adiado porque o asfalto da cidade de Nuremberg – onde o circuito de Norisring está localizado – começou a se desfazer. A F3 não é o único evento do final de semana, com o DTM, a Porsche Cup Alemã e a Scirocco Cup também correndo. Com tantos carros na pista, o asfalto não aguentou e acabou cedendo durante um treino da Scirocco, prejudicando não só a F3 como também a Porsche.

Mas nada se compara ao que aconteceu neste sábado. A primeira corrida da F3 não teve vencedor. Isso mesmo, ninguém ganhou. Só que Pietro Fantin, que terminou na quarta colocação, pôde comemorar a vitória! Pode isso, Arnaldo?

Com a punição ao espanhol, apenas Pietro Fantin (o quarto colocado) pôde comemorar a vitória em Norisring

Na verdade, a confusão começou quando Daniel Juncadella recebeu a bandeirada na primeira corrida do final de semana. Entretanto, assim que o espanhol cruzou a linha de chegada, a direção de prova anunciou que o resultado estava sob investigação, pois o piloto da Prema havia se envolvido em acidentes com o rival Raffaele Marciello e com Pascal Wehrlein.

A primeira batida aconteceu quando o italiano, que havia largado mal na pole-position, tentou ultrapassar o companheiro de equipe na briga pela segunda colocação. Os dois se tocaram na saída do S, e Marciello acabou batendo no muro na curva seguinte. Depois, no duelo pela liderança, Juncadella forçou a ultrapassagem em cima da Wehrlein e novamente os dois bateram. Enquanto o espanhol seguiu rumo à bandeira quadriculada, o alemão começou a perder posições com o carro danificado e foi somente o sétimo colocado.

Após analisar o que havia acontecido, a direção de prova puniu Juncadella, cassando a vitória. Ou seja, William Buller, que terminou em segundo, foi o novo ganhador, certo? Errado! Os comissários da F3 decidiram deixar o posto de vitorioso vago, ou seja, Buller ganhou os pontos pelo segundo lugar e assim sucessivamente. Até mesmo na segunda corrida, com a regra do grid invertido, a posição original de Juncadella não teve um substituto, deixando um espaço em aberto no meio da fila.

Mas lembra que essa foi uma etapa conjunta entre a F3 Inglesa, a F3 Euro e a F3 Europeia? Então, Juncadella compete apenas nos certames europeus. Como ele não pontua no torneio britânico, para os ingleses a corrida realmente teve um vencedor: o brasileiro Pietro Fantin. O paranaense terminou atrás do espanhol, de Buller e de Emil Berstorff, o terceiro colocado. Só que esses são pilotos dos campeonatos europeus.

Assim, para todos os efeitos, o vencedor da etapa de Norisring da F3 Inglesa foi Pietro Fantin. O único piloto a ganhar a primeira corrida na Alemanha, mesmo terminando na quarta colocação.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s