O calamitoso histórico de Richie Stanaway em Spa-Francorchamps

Richie Stanaway
Em Spa-Francorchamps, Richie Stanaway levou a expressão “win or wall” aos limites

Apontado como um dos favoritos para a temporada 2012 da World Series by Renault, Richie Stanaway vem tendo um desempenho horroroso. Após cinco etapas, o neozelandês pontuou apenas uma vez – com o sexto lugar em Aragón – e abandonou todas as outras provas. Assim, ocupa o péssimo 17º lugar na tabela de pontos.

Neste domingo, dia 3, Stanaway foi um dos protagonistas da segunda corrida da rodada dupla de Spa-Francorchamps. Não pelo desempenho, mas por ter se envolvido em um forte acidente.

O piloto da Lotus perseguia Alexander Rossi de olho em um lugar no top-10. Por causa da chuva, o neozelandês não percebeu que o adversário perdera rendimento devido a uma falha elétrica no carro da Caterham. Sem ter para onde escapar, Stanaway acertou a roda traseira do americano e decolou pouco antes da freada da Les Combes.

O garoto teve sorte e aterrissou sem maiores problemas. A Lotus, no entanto, afirmou que o neozelandês fraturou algumas vértebras na batida e será operado.

O curioso é que esse não é o primeiro grave acidente de Stanaway em Spa-Francorchamps. Quando se preparava para disputar a F3 Alemã, em 2011, o neozelandês participou de uma série de treinos privados pela equipe Van Amersfoort. Uma dessas atividades foi justamente em Spa. Na ocasião, Stanaway perdeu o controle do F308 e também viu o mundo girar.

O susto foi grande, claro, mas não o impediu de conquistar o título no final da temporada ao vencer 13 das 18 corridas disputadas.

Richie Stanaway
Essa é a imagem da câmera on-board no carro de Stanaway no acidente da F3

Mas quem pensar que a relação de Richie Stanway com a tradicional pista belga é deveras complicada se engana. Depois do título da F3 Alemã, o garoto foi convidado a participar da etapa belga da GP3 pela Lotus ART, que havia acabado de rescindir contrato com o brasileiro Pedro Nunes.

Stanaway terminou a prova longa na oitava colocação e garantiu o direito de largar na pole-position na corrida curta. Se aproveitando do bom desempenho do equipamento francês, o piloto conquistou a vitória na categoria justamente na rodada de estreia. Mesmo que ele tenha optado por correr na World Series em 2012, a vitória na pista belga foi talvez mais impressionante – em termos de chamar atenção das equipes – que o título da F3.

Veja a mais nova batida de Richie Stanaway em Spa-Francorchamps:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s