Kimi não quer nem mais ouvir falar de certas coisas na F1

Kimi Raikkonen é o cara diferente da F1. Talvez ele seja o mais normal entre todos os pilotos da categoria, mas por fugir do grupo, parece que o estranho é ele.

Veja só, desde que voltou à F1, Kimi já afirmou que só está preocupado com as corridas. Todo o glamour do campeonato, presenças Vips, compromissos e etc. não fazem parte da rotina que ele busca.

Faz todo sentido. Para um piloto – e também para os atletas no geral –, imagino que o esporte deva vir em primeiro lugar. Só depois deveria aparecer a fama e todas as vantagens que ela traz. No entanto, sabemos que as coisas não são assim na F1 e muito menos em outras modalidades. Afinal, existem competidores que estão mais preocupados com os benefícios que vão ter a partir da carreira.

Kimi não. Enquanto tiver um carro rápido e um estoque de vodka está tudo bem para ele. O problema do nosso amigo finlandês é que ele não tem muita noção de como demonstrar que está entediado com a F1, principalmente fora do carro.

No GP da Espanha, realizado no último domingo, dia 13, Raikkonen terminou na terceira posição e por isso foi obrigado a passar por todas as cerimônias que envolvem os pilotos do pódio, incluindo a entrevista coletiva ao final da prova.

No geral, as entrevistas são chatíssimas para os ateltas. Ainda mais para Kimi, que não foi o protagonista da corrida.

Para quem não sabe, os três primeiros colocados são obrigados a falar a mesma coisa duas vezes nesse momento. A primeira vez, em inglês, para que o mundo inteiro assista, e depois na língua nativa. Kimi, portanto, daria algumas palavrinhas em finlandês para as emissoras locais.

Como Kimi chegou na terceira colocação, tudo o que ele tinha para falar da corrida já havia sido dito em inglês. E não foi muita coisa. O piloto apenas afirmou que só teria chance de brigar pela vitória caso fossem disputadas mais dez voltas. Além disso, ele lamentou ter ficado mais uma vez sem a primeira colocação.

Na hora de falar em finlandês, ele não quis repetir tudo isso. Preferiu resumir as coisas, ou algo assim. O resultado você vê no vídeo abaixo:

P.S.: ok, o Kimi é tão mito, mas tão mito, que às vezes nem ele se dá conta disso. O exclente wtf1.co.uk divulgou o .gif abaixo sobre o finlandês. De longe, o melhor da história da F1: