Quem são os pilotos brasileiros no mundo em 2012

Nenhum dos pilotos no exterior gera tanta expectativa quanto Felipe Nasr

Pilotos brasileiros: quem são? Como vivem? E o que pensam? Ok, brincadeiras à parte, neste final de semana começam algumas das principais categorias do automobilismo mundial como a World Series by Renault, a F-Renault Eurocup e F3 Alemã. Assim, salvo a GP3, praticamente todos os campeonatos do esporte a motor já deram o pontapé inicial da temporada 2012.

Aproveitando a data comemorativa, como já é tradição, o World of Motorsport faz uma lista com todos os pilotos brasileiros que correm no exterior para que você saiba onde cada um corre e possa acompanhar o desenvolvimento deles. Além de apontar os atletas, o blog também faz um pequeno comentário, que avalia a chance de título de cada um deles.

Para isso, uma pequena ordem será respeitada: apenas quem já foi confirmado oficialmente pelas equipes aparece aqui, a lista está em ordem alfabética e ao lado de cada um se encontra a categoria que compete, além das chances de título.

P.S.: obviamente não é possível conhecer todo mundo, então posso ter esquecido um ou outro piloto. Se for esse o caso, me avise ali nos comentários e eu atualizo aqui o mais rápido possível.

Oswaldo Negri já conquistou uma vitória em 2012

Alan Chanoski – LATAM Challenge – desconhecida. Não conheço o rapaz. Pelo pouco que pude ver, não compete em uma prova profissional desde 2007, mas isso não significa muita coisa

André Negrão – World Series by Renault – média. Negrão fez uma boa pré-temporada. Não vejo o paulista lutando pelo título, mas é possível fazer uma boa campanha

Augusto Farfus – DTM – baixíssima. É o primeiro ano do brasileiro no DTM, assim como a estreia da BMW. São uma parceria para evoluir, mas no momento estão atrás não só da Audi e da Mercedes como de alguns outros pilotos da própria BMW

Bruno Bonifácio – F-Abarth – alta. A pré-temporada de Bruno Bonifácio foi muito boa, terminando a maioria das sessões na segunda colocação. Na rodada de abertura do campeonato não foi tão bem, mas ainda é um dos favoritos

Bruno Junqueria – ALMS – baixíssima. Bruno é bom piloto, mas corre pela limitada equipe Rocketsports de Paul Gentizolli. Na própria categoria LMPC há times mais estruturados

Bruno Senna – F1 – nula. Williams né?

Cacá Bueno – Super TC2000 – alta. As chances de Cacá Bueno ser campeão na Argentina dependem dele disputar a temporada completa ou não

Carlos Iaconelli – Nascar East – nula.

Daniel Oliveira – WRC – nula.

Danilo Estrela – Skip Barber – altíssima. É o cara a ser vencido. Experiente e em boa fase seria uma surpresa muito grande se ele perder

Enrique Bernoldi – GT Italiano – desconhecida. Não conheço o campeonato para avaliar as chances de Bernoldi

Eric Granado – Moto2 – nula

Fabiano Machado – GP3 – nula

Fábio Orsolon – F2000 – alta. É experiente, tem boas chances de título se correr a temporada completa

Felipe Fraga – F-Renault Alps – baixa. O problema de Fraga é ser um estreante em 2012. Mas o desempenho que o garoto vem tendo nos treinos coletivos e nas primeiras corridas da carreira está sendo sensacional. Vencer parece ser questão de tempo

Felipe Massa – F1 – nula.

Felipe Nasr – GP2 – baixa. Felipe vem fazendo uma excelente temporada para um novato. Mas ainda não é boa o bastante para falar em título. A expectativa é que o brasilense consiga melhorar o desempenho na fase europeia e principalmente na segunda perna asiática do campeonato

Gabriel Casagrande – F-Renault NEC – nula. Outro que acaba de fazer a transição do kart para os monospostos. Se a mudança de carro não fosse por si só traumática, Gabriel tinha assinado para correr a F-Renault UK, mas o campeonato faliu e a participação na versão NEC só foi acertada de última hora. É bom piloto, mas agora o que conta é o aprendizado

Guilherme Silva – F-Renault Alps – média. Com adversários mais fracos que o da F-Renault Eurocup, o piloto mineiro tem chances melhores de fazer uma boa temporada

Guilherme Silva – F-Renault Eurocup – nula. Em termos relativos, a F-Renault Eurocup é atualmente o campeonato mais difícil do mundo para ser vencido. Então, não dá

Gustavo Lima – F-Renault Alps – baixa. Gustavo está estreando na Europa (e nos monopostos) em 2012. Avaliá-lo agora é um baita exagero

Helio Castroneves – Indy – média. Helio vem fazendo uma temporada muito boa, o problema é a fase de Will Power. Talvez após a temporada de ovais as chances do brasileiro fiquem um pouco mais claras

Henrique Baptista – F-Renault BARC – nula. Seb Morris, Scott Malvern e Josh Webster estão muito acima dos demais adversários. Ademais, Baptista está fazendo a transição do kart para os monopostos e precisa de tempo

Henrique Martins – F3 Italiana – média. É o atual líder do campeonato, o que é surpreendente. Mas pode ser que competir em carros mais potentes fosse o que o garoto precisava

Jaime Melo – European Le Mans Series – alta. Não sei se Jaime Melo vai disputar a temporada completa da ELMS ou se correu apenas em Paul Ricard. Mas na divisão GTE-Pro, que ele participou, tem apenas três carros inscritos e levando em conta a experiência do brasileiro, as chances são elevadas

Jaime Melo – WEC – baixa. São cinco carros na classe GTE-Pro do Mundial de Endurance. Duas Ferrari de fábrica, um Aston Martin de fábrica, o Porsche atual campeão e a Ferrari em que está Jaime Melo. Não me parece um cenário positivo

João Paulo de Oliveira – F-Nippon – alta. Ele é sempre favorito na F-Nippon, mas não será um campeonato fácil

João Paulo de Oliveira – SuperGT – média. Geralmente JP tem mais dificuldade de conseguir bons resultados no SuperGT que na F-Nippon, então as chances aqui também são menores

JV Horto – Indy Lights – nula. Já perdeu uma etapa por falta de patrocinador…

Leonardo Jafet – Skip Barber – média. Jafet ainda não foi confirmado de forma oficial na Skip Barber, mas disputou o campeonato de inverno da categoria, onde foi bem. O problema é que há pilotos mais experientes (como Danilo Estrela) no certame

Lucas Foresti – World Series by Renault – baixa. Lucas não fez um bom trabalho na pré-temporada e costuma apresentar bons resultados no segundo ano em uma categoria. Acho que 2012 não é o ano do brasiliense

Luiz Razia – GP2 – alta. É uma surpresa, mas Razia parece o desafiante de Davide Valsecchi na batalha pelo título

Marco Túlio Souza – F-Renault Challenge – média. É um campeonato longo, mas o brasileiro é um estreante e não foi bem na primeira etapa. No entanto, ele ainda tem boas chances de se recuperar

Matheus Stumpf – Iber GT (GT Espanhol) – desconhecida. Não conheço o campeonato para avaliar as chances de Stumpf, mas imagino que sejam baixas

Miguel Paludo – Nascar Truck Series – baixíssima. Paludo ainda não demonstrou uma evolução com relação ao desempenho que teve em 2011

Nelsinho Piquet – Nascar Truck Series – alta. Nelsinho está em uma excelente fase, não há dúvidas. A grande questão é se ele será capaz de bater James Buescher e Timothy Peters

Nicolas Costa – F-Abarth – alta. No segundo ano na categoria, Nicolas Costa corre por fora na briga pelo título, mas pode surpreender, já que conta com bom equipamento

Oswaldo Negri – GrandAM – média. Depois da vitória em Daytona, se esperava mais de Negri, mas o brasileiro não conseguiu bons resultados nas duas corridas seguintes

Paulo Nobre – WRC – nula.

Pierre Kleinubing – Continental Series – alta. Megavencedor no turismo norte-americano, Pierre tem boas chances de título. Atualmente, ocupa a vice-liderança do campeonato na categoria ST

Pietro Fantin – F3 Inglesa – média. Pietro precisa usar a experiência de um ano na categoria para poder duelar com Carlos Sainz pelo título. O espanhol, no entanto é o favorito

Pietro Fittipaldi – Nascar All American – baixa. Ano passado Pietro venceu na divisão Limited Late Models em Hickory. Agora o brasileiro está no campeonato principal da pista, o buraco é mais embaixo, então acho que 2012 é um ano de aprendizado

Pipo Derani – F3 Inglesa – baixa. Pipo tem sido uma surpresa no início de 2012. A dúvida é se ele será capaz de manter a boa fase

Rafael Suzuki – F3 Japonesa – nula. É o único piloto correndo com o F308 contra o adversários de F312. Aí fica difícil

Roberto Lorena – F1600 – baixa. Lorena estreia nos monopostos em um campeonato difícil. Após a primeira rodada, a equipe de Bryan Herta (onde não compete o brasileiro) parece superior às demais

Rubens Barrichello – Indy – baixa. Eu acho que todo mundo esperava uma temporada um pouco melhor de Barrichello em 2012. Ele conseguiu três top-10 consecutivos, mas ainda é pouco, ainda mais com a boa fase de Will Power

Thiago Calvet – Ginetta Challenge – média para alta.

Tony Kanaan – Indy – baixa. Em primeiro lugar, a KV está perdendo para ela mesma. Aí não tem milagre de Tony, Barrichello ou E.J. Viso que resolva

Victor Carbone – Indy Lights – alta. Os americanos têm uma expressão ‘put all together’, que pode ser traduzida como ‘dar tudo certo’. É o que o paulista precisa no momento para ter chances de ficar com a taça

Victor Franzoni – F-Renault Alps – baixa. Franzoni fez a pré-temporada pela equipe Cram, mas resolveu assinar com a Koiranen de última hora. A mudança é positiva em termos de desempenho da nova equipe, mas requer uma adaptação. Assim, os resultados do paulista devem aparecer no segundo semestre principalmente

Victor Guerin – Auto GP – nula. Em seis corridas, o brasileiro somou 16 pontos. O líder do campeonato é Adrian Quaife-Hobbs com 105. Não acredito em uma recuperação milagrosa. Minha opinião é que Guerin precisa parar de pular de categoria todos os anos para ter alguma chance

Vinícius Alvarenga – F-Abarth Italiana – nula. Ainda não foi confirmado na categoria, mas as chances são nulas

Yann Cunha – World Series by Renault – nula. É outro que precisa parar de pular de categoria para ter alguma chance

Yukio Duzanowski – F-Abarth Italiana – baixa. Ainda não foi confirmado na categoria, mas as chances são pequenas até pelo poder das demais equipes

29 comentários sobre “Quem são os pilotos brasileiros no mundo em 2012

  1. O título da matéria deveria ser Alguns dos Pilotos Brasileiros!
    O Sr esqueceu de vários talentosos pilotos que, com suas baratas, engrandecem o nome do nosso país lá fora.
    Sequer mencionou o Raphael Matos, único piloto a conquistar TODOS os títulos que antecedem a Indy. Quando digo único, não quero dizer brasileiro, ele foi o único piloto no mundo a conseguir tal feito. Pouco né?
    Que tal vencedor das lendárias 24 horas de Daytona???

    Curtir

  2. Gustavo Lima “baixa”??? Claro que é “Nula”, ou você tá querendo puxar o saco de quem? Não conhece o piloto? é “nulo”
    Já o F. Nasr não é “nula”, pode até ser “baixa” mas “nula”????

    Curtir

    1. Eu concordo com você. Acho que eu dei um peso muito grande para a equipe do Gustavo Lima (a Koiranen) na hora da avaliação. Nula seria melhor mesmo.

      Na parte do Felipe Nasr, você cometeu um erro. Está como baixa mesmo. Nula é a do outro Felipe, o Massa.

      Curtir

  3. E muita indiferenca por parte de um jornalista ,que se diz jornalista de esportes, conhecedor das categorias internacionais de carro de corrida nao ter mencionado o trabalho que tenho feito diante das equipes no exterior alcancando otimos resultados, tendo sido escolhido pela equipe oficial de fabrica da Ferrari Risi Competizione para disputar campeonatos importantes nas categorias norte americanas. Jornalistas internacionais ressaltam meu nome em reportagens mostrando o meu talento, inclusive talento esse, que tem elevado o nome do nosso pais dentro do esporte automotor internacional.
    E lamentavel ler um site que cita todos os pilotos em destaque para 2012 e excluem meu nome. Sera que esqueceram de mim?????
    Faco essa pergunta por ter observado o nome de todos os pilotos brasileiros. Seria muito bom encontrar aqui o reconhecimento do meu esforco e do meu trabalho como cidadao brasileiro. Caso tenham esquecido faco parte dessa legiao de vencedores.
    Mesmo para aqueles que nao querem ver meu sucesso continuarei lutando pra alcancar os bons resultados que sempre alcancei. E para clarear a memoria daqueles que esqueceram, cito abaixo alguns titulos importantes da minha carreira no automobilismo:

    2003 Campeao Norte Americano Formula Dodge
    2005 Campeao da Star Mazda
    2007 Campeao Champ Car Atlantic
    2008 Campeao Indy Lights
    2008 Vencedor 24 Horas De Daytona
    2009 Estreante do ano na F- Indy

    Curtir

    1. Matos, me fala onde vc ta correndo esse ano de 2012 pra eu poder te acompanhar pois não encontrei noticia sua de que 2012 vc está presente em algum camponato. Talvez vc possa se juntar ao Di Grassi na competição de testador do ano, quem deu mais voltas de pneus moles na pista de testes ganha.

      Curtir

      1. Na relacao de 2010 faltou uma vitoria minha na GT Cup, Inglaterra, um campeonato Club. Vencemos na categoria 2 com um Porsche 996.

        Desculpa a pretencao mas so queria que os pilotos que nao sao fotunados de muita grana e lutam por um lugar ao sol, ter ao menos seu nome mencionado na media.

        Se tiver interesse de saber mais a meu respeito, ficaria feliz de mandar informacoes.

        Obrigado

        Curtir

        1. Obrigado pela informação!

          Erro meu não ter contabilizado. Por mais que eu tente ficar de olho em todos os campeonatos possíveis, sempre acaba passando algum. É impossível ficar de olho em todos, mas fico contente que todo mundo possa contribuir por aqui e apontar o que ficou faltando

          Curtir

  4. Eu acho que usar o critério “estar num campeonato integral”, injusto porque muitos grandes nomes buscam o apoio financeiro pra integrar um campeonato completo. Nem por isso deixam de estar representando o automobilismo nacional lá fora e nem por isso deixa de ter fãs apoiando. Pegue o exemplo também da Bia Figueiredo que não tem um currículo tão laureado quanto do Raphael, mas também está na luta, fez uma bela corrida em São Paulo e em Indianápolis estará lá. Acho que o critério deveria levar em consideração quem tá na batalha.

    Ass: José Morelli – fã do Raphael Matos e do automobilismo brasileiro.

    Curtir

    1. Caro, eu respeito o trabalho que Rapha Matos, Bia Figueiredo, Cesar Ramos, Lucas Di Grassi e tantos outros pilotos fazem para tentar manter a carreira viva em períodos de dificuldade quanto ao patrocínio.

      Por outro lado, espero que voce respeite o meu trabalho e não use argumentos como “acho que você deve mudar seu critério só para colocar meu piloto”.

      O único motivo de a lista só conter pilotos que vão disputar campeonatos de forma integral em 2012 é que fica mais fácil para os torcedores acompanhar. Afinal, só ver aqui e eles já ficam sabendo onde o cara vai correr.

      Obrigado

      Curtir

  5. Baita sacanagem o que você fez ein Giacomelli, esqueceu de um grande representante e vencedor brasileiro o Raphael Matos – que aliás ficou p* da vida na conta do Facebook dele ao ler a publicação e não ver o nome dele. Acho mais prudente você refazer essa lista, lembrar do nosso grande Rapha Matos e de possíveis outros nomes, tem gente séria batalhando lá fora, vamos prestigiar aí.

    Curtir

  6. “Ok, brincadeiras à parte, neste final de semana começam algumas das principais categorias do automobilismo mundial como a World Series by Renault, a F-Renault Eurocup e F3 Alemã.”

    Bastante ansioso com a Fórmula Renault Eurocup e a Fórmula 3 alemã. E você?

    Curtir

                1. Vdd, Panam GP Series (qq isso???) e F-Lista. Esqueci delas.

                  Já quanto a F3 Sudam, eu não considero um campeonato internacional. Ao menos com os grids dos últimos anos, seria muita forçação de barra chamá-la assim

                  Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s