Fora das pistas

Carmen Jordá
Carmen Jordá na GP3

A GP3 esteve em destaque nesta semana por duas notícias que deixaram a temporada 2012 ainda mais obscura, se é que isso é possível. Primeiro, a organização do campeonato anunciou que a equipe francesa Tech 1 – conhecida por fazer um trabalho sério no automobilismo de base – foi substituída pela Ocean, de propriedade do ex-piloto de F1 Tiago Monteiro.

A segunda notícia foi o anúncio dos dois pilotos contratados pela novata equipe lusa: o irlandês Robert Cregan e a espanhola Carmen Jordá.

O problema é que os dois já têm 23 anos e não se encaixam no perfil de um piloto que esteja na fase de correr na GP3 ou em uma equivalente F3.

Para começar, Carmen será uma rival e tanto para Vicky Piria, que já havia sido anunciada pela Trident. A carreira da espanhola é bem diferente da italiana. Vicky disputou a F-Abarth no último ano, que é um campeonato para atletas recém saídos do kart. Então, é natural que ela avançasse para a GP3.

Jordá, por sua vez, disputou a F3 Espanhola por três temporadas, entre 2007 e 2009. Depois, largou a península ibérica sem nenhum destaque para competir na Indy Lights, onde também não conseguiu sair da última colocação. Mais recentemente esteve participando de um campeonato da Lamborghini.

Robert Cregan
Robert Cregan já havia participado do primeiro treino coletivo pela Tech 1. O irlandês fez carreira nos Emirados Árabes e na Austrália

Cregan é dono de uma carreira ainda mais estranha. O irlandês iniciou a carreira na F-Ford, antes de mudar para o turismo. Entre 2007 e 2010 disputou uma corrida e outra ali sem conseguir se firmar em campeonato algum, mas em 2011 entrou para valer no esporte a motor. O garoto seguiu em categorias de turismo, mas competiu em certames dos Emirados Árabes Unidos e da Austrália.

Ainda que tenha conseguido alguns bons resultados, a inexpressividade desses campeonatos põe em questão o desempenho de Cregan.

É claro que há um pouco de preconceito nessa avaliação. Se a GP3 é uma categoria-escola, então em tese deveria estar aberta a todo tipo de atleta. Não apenas aos garotos de 18 anos – ou menos – que querem chegar à F1. Mas vendo o retrato geral, imagino que esse não seja o perfil de atletas que os organizadores do campeonato busquem.

A verdade é que a GP3 não deu certo. É um campeonato barato, mas não oferece muitos atrativos aos pilotos, fora o fato de estarem presentes no paddock da F1. Em termos do desenvolvimento dos carros é inferior à F3. O número de etapas também é menor, e o tempo de pista para treinos e corridas é reduzido (justamente pela programação apertada de um final de semana de GP).

Além de tudo isso, o certame ainda sofre do mesmo mal que acabou com a F3 Euro Series:  uma equipe que domina o campeonato – a Lotus/ART Grand Prix – que conta com mais recursos que as adversárias.

Com todos esses problemas, a GP3 não consegue mais atrair os principais jovens pilotos, saídos de torneios como a F-Renault. Assim, as equipes não estão mais em posição de fazer grandes exigências na hora de escolher pilotos. Quem aparece com a grana necessária acaba assinando contrato para a temporada. Consequentemente, isso diminui o nível da categoria e a deixa ainda mais desinteressante.

E os problemas não dizem respeito apenas aos atletas. As equipes também já estão começando a deixar o campeonato. No final do ano passado, a Addax – que passa por uma crise financeira terrível – anunciou que não continuaria no torneio e foi substituída pela Trident. Agora foi a vez de a Ocean entrar na vaga da Tech 1.

Outra equipe que também deve deixar a categoria é a RSC Mücke, que abandonou os treinos coletivos da última semana e pode ser acionada judicialmente, já que o contrato com a categoria obriga a participação dos times ao menos até o fim de 2012.

Nessas horas, parece que o problema é de família. A GP2 montou um grid de qualidade questionável para 2012 e isso também se alastrou para a irmã-menor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s