O recomeço da F3 Inglesa em 2012

Carlos Sainz Jr.
O primeiro treino da F3 Inglesa mostrou o que deve ser a categoria em 2012: grid reduzido e domínio da Carlin/Red Bull

Em 2011, os brasileiros comemoram o título de Felipe Nasr na F3 Inglesa, quando o piloto se tornou o 12º campeão do país neste tradicional campeonato das categorias de base. Agora, em 2012, as celebrações ficaram para trás, e a F3 inicia a nova temporada, que vai consagrar um novo garoto daqui a alguns meses.

O primeiro passo do novo campeonato foi dado nesta semana, quando a F3 Inglesa se reuniu na pista de Snetterton para a realização de dois dias de treinos coletivos no local. Apesar de as equipes já estarem treinando de forma privada desde o final do ano passado, essa foi a primeira oportunidade que os times tiveram para se reunir e levar à pista o novo Dallara F312.

Como a chuva esteve presente durante os dois dias de treinos, fica muito difícil avaliar o desempenho de cada um, afinal, bastava ter a sorte de sair dos boxes no momento em que as condições eram menos ruins para conseguir fazer a volta mais rápida.

No entanto, esse primeiro treino confirmou algumas expectativas para o novo campeonato que dificilmente devem mudar durante a temporada. A Carlin é mais uma vez a equipe favorita e será muito complicado para a Fortec tirar o título deles.

Entre os pilotos, a tendência é que Carlos Sainz Jr, apoiado pela Red Bull e pilotando o poderoso carro número 31, seja o cara a ser batido, mas o espanhol deverá encontrar mais dificuldades que Daniel Ricciardo e Jean-Éric Vergne tiveram em suas campanhas vitoriosas. Nos treinos, o filho de Carlos Sainz terminou como o mais rápido no segundo dia de treinos e foi o quarto na atividade inicial.

Ainda falando sobre o primeiro dia de treinos, a liderança ficou com o experiente Jazeman Jaafar, que inicia a terceira temporada na categoria. Contando com o apoio da Petronas e ambientado à Carlin, a expectativa é que o malaio possa usar a experiência para levantar a taça. Nos treinos, a liderança da primeira sessão foi um bom sinal, mas o piloto terminou apenas em décimo no segundo dia.

Ainda na esquadra de Trevor Carlin, Jack Harvey (2º e 5º) e Pietro Fantin (3º e 6º) também são candidatos ao título, mas vão precisar capitalizar em cima de eventuais maus resultados de Sainz.

Do lado da Fortec, o destaque do treino ficou com Alex Lynn. O atual campeão da F-Renault UK abriu as atividades como o sétimo colocado, mas encerrou na terceira posição no último dia de treinos. Pipo Derani terminou logo atrás, em oitavo e em quarto.

O ponto negativo dos treinos em Snetterton – e que deve se manter durante todo o ano de 2012 – é a baixa adesão de participantes. Apenas 16 carros estiveram na pista ao longo dos dois dias de atividade. Para piorar, a equipe sueca Performance, que disputa a F3 Alemã, levou três pilotos aos treinos, o que diminui o número de ingleses para 13. A Carlin também inscreveu um sexto carro para Richard Bradley, mas o singapuriano já renovou com a TOM’S para a F3 Japonesa, então, na realidade, foram apenas 12 participantes, dos quais três guiaram pela National Class.

Pietro Fantin F3 Inglesa
Ao que tudo indica, Pietro Fantin corre por fora na disputa do título da F3 Inglesa em 2012

Esse número deve melhorar para a próxima semana, quando a categoria segue para Rockingham para continuar a pré-temporada. A Double R, por exemplo, deverá estar presente com o japonês Yuki Shiraishi e com o australiano Duvashen Padayachee, mas ambos devem competir pela National Class, já que a tradicional equipe vive uma crise financeira e não comprou os novos F312.

A National Class também deve ganhar a adesão dos pilotos da CF, comandada por Hywel Lloyd. O britânico, que até a temporada passada pilotou na F3, resolveu se dedicar apenas à administração da própria equipe e já anunciou que planeja inscrever três carros em 2012. Ele foi um dos pilotos em Snetterton, mas a tendência é que ao menos um novo contratado já esteja em Rockingham.

Para terminar, a T-Sport não contou com os novíssimos motores Nissan, o que obrigou a Nick McBride a treinar com o carro antigo. O australiano também deve ter um novo equipamento na próxima semana, quando estreará na divisão principal.

Apesar dessas mudanças na escalação, seja 12 ou 15, a verdade é que a F3 Inglesa muito provavelmente vá ter um grid reduzido na nova temporada. Com o aumento do custo por causa da mudança do carro coincidindo com a crise econômica na Europa, as equipes menores se mostraram cautelosas na hora de planejar o novo campeonato e não seria surpresa se alguma fechar as portas neste ano.

Entretanto, é necessário encarar o problema do tamanho que ele realmente é, sem criar um falso medo. O grid realmente vai ser pequeno, mas esse parece ser um problema pontual. A F3 Inglesa não está em crise, ao contrário do que acontece com a Euro Series, nem corre o risco de desaparecer.

Ainda falando de 2012, em algumas etapas deve haver a presença de equipes de outros certames, como a própria Performance, o que ameniza a situação. Lembrando que as etapas de Pau e de Spa-Francorchamps fazem parte da F3 International e devem atrair os times do certame europeu. Além disso, é comum que alguns pilotos sejam confirmados já às vésperas da primeira corrida, então é possível que haja mais algumas novidades na lista de inscritos.

Dito isso e pensando um pouco mais adiante, em 2013, o campeonato deve voltar a um grid mais parecido ao que nos acostumamos nos últimos anos. Lembrando que o World of Motorsport acompanha tudo o que acontece na F3 Inglesa, para que você tenha a melhor análise possível do que acontece nas pistas da Inglaterra.

P.S.: os tempos do primeiro dia de treinos da F3 Inglesa você pode ver clicando aqui. E os do segundo dia, clicando aqui.

3 comentários sobre “O recomeço da F3 Inglesa em 2012

  1. Esse ano devido as regras do campeonato so terem sido validas para favorecer mais um titulo para a equipe Carlin em 2011 o campeonato Ingles de F3 ACABOU!
    Nao existem mais pilotos querendo correr em outra equipe a nao ser na Carlin!
    No ano passado havia grid de 29 carros,esse ano seram 9 na cat international e 2 na nacional uma vergonha!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s