Como Dale Earnhardt Jr deixou a vitória escapar na Daytona 500

Daytona 500 2012 Matt Kenseth
Dale Earnhardt Jr. perdeu a chance de acabar com jejum de vitórias na Nascar ao apostar na tática errada na última relargada

Não há muitas dúvidas de que Matt Kenseth mereceu vencer a epopéia de edição de 2012 da Daytona 500. E se você não ficou acordado para ver, basta clicar aqui e ler a história da prova.

O piloto da Roush-Fenway passou boa parte da corrida brigando pelas primeiras colocações, principalmente trabalhando em dupla com o companheiro de equipe Greg Biffle. Os dois não só conseguiram se manter na ponta ao longo da prova como também souberam bloquear as investidas das duplas adversárias.

No entanto, o resultado da corrida poderia ter sido outro, caso os adversários tivessem se organizado de forma mais eficiente na prorrogação da Daytona 500. Nesse momento, acredito que um erro de leitura da situação de Dale Earnhardt Jr. impediu que o piloto encerrasse o jejum de vitórias.

Dale Jr. relargou no final na quarta colocação, sendo o segundo carro na linha de fora. Na frente estava Greg Biffle e atrás, Kevin Harvick. Na outra fila, Kenseth era o ponteiro, com Denny Hamlin, Jeff Burton e Paul Menard aparecendo na sequência.

Earnhardt Jr. escolheu empurrar Biffle até a volta final. Na estratégia imaginada pelo piloto, os dois conseguiriam se desgarrar do pelotão e ele teria tempo para tentar a ultrapassagem na última volta, em cima da linha de chegada. A realidade, entretanto, foi bem diferente. O piloto da Ford acabou bloqueando o caminho para que Kenseth seguisse tranquilo para a vitória.

Não era difícil imaginar que essa fosse a tática de Biffle na verdade. Era óbvio que os pilotos da Roush-Fenway iriam se juntar nos giros finais e, trabalhando em dupla, decidiriam entre si o vencedor da corrida, em um final similar ao protagonizado por Kyle Busch e Tony Stewart no Budweiser Shootout.

Junior teve os méritos de não deixar que Kenseth e Biffle disparassem, mas foi muita ingenuidade achar que eles abririam espaço para uma vitória da Chevrolet.

O piloto do carro 88 deveria ter optado por uma tática diferente no final. E bem mais fácil. Sabendo que Biffle e Kenseth iriam trabalhar juntos, Dale Jr. poderia ter formado uma parceria com Kevin Harvick, que vinha logo atrás. Com o piloto da RCR empurrando, Earnhardt Jr. teria chances de chegar à curva final podendo brigar pelas vitórias.

A escolha de trabalhar com Harvick também não seria por acaso. Todas as parcerias da RCR foram formadas por ele e mais um piloto. Isto é, ou era Harvick/Burton, ou Harvick/Menard. Mas na relargada, Burton e Menard emparelharam na fila de dentro, então a dupla já estava fechada ali. O 29, portanto, sobrou.

Se Dale Jr. tivesse trabalhado com Harvick, a ideia seria esperar que Biffle descesse para linha de dentro – onde estaria Kenseth – e eles aproveitassem a linha livre de cima para avançar.

Dessa vez não deu. Pior para Earnhardt Jr., melhor para Kenseth. Mas claro, é muito fácil eu fazer esse tipo de análise sentado no sofá de casa do que estando na pista. Mas é curioso pensar que ninguém na Hendrick foi capaz de bolar um plano diferente de trabalhar com Biffle no final.

Confira no vídeo abaixo o final de prova, e as táticas adotadas pelos diferentes competidores:

9 comentários sobre “Como Dale Earnhardt Jr deixou a vitória escapar na Daytona 500

  1. E Giacomelli não foi o Harvick não.. foi o Hamlin!

    Eu acho que a tática do Dale Jr era empurrar o Biffle para que ele fosse obrigado a ultrapassar o Kenseth, senão bateria no companheiro de equipe. Pode notar que o Dale Jr vem empurrando Biffle desde a largada o que não é comum estando em terceiro na fila (onde o segundo empurra o primeiro e o terceiro so acompanha), mas o Biffle foi esperto e segurou Dale Jr antes de colar em Kenseth. Com isso ele tinha espaço para manobrar caso o Jr empurrasse mais forte.

    Curtir

  2. Baita corrida !!! Esse ano o Dale Earnhardt chegará há muitas vitórias !!!!!!!!! Vc é o melhor do Brasil em automobilismo !!!! Parabens……..

    Curtir

          1. João e Foca, parabéns! Acho que é a primeira vez que preciso intervir nas discussões dos comentários deste blog.

            Como vocês provaram que não conseguem manter um debate num limite da decência, qualquer comentário que fizerem por aqui irá direto para a lixeira. Diviram-se 🙂

            Curtir

  3. Como sempre, seus comentários técnicos são impecáveis. Um dos melhores blogs sobre automobilismo do Brasil, e em especial, à Nascar! Parabéns.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s