A volta às aulas da F-Renault em 2012

Heikki Kovalainen Mikko Pakari
No primeiro dia da F-Renault em 2012, Heikki Kovalainen foi um dos professores em Valência

A F-Renault está realizando três dias de treinos privados coletivos na pista de Valência, entre dias 25 a 27 de fevereiro. É a primeira atividade em que boa parte do grid de 2012 da categoria está presente na pista espanhola.

Por algum motivo desconhecido, apesar de a pista ter sido alugada para três dias de treinos, a maioria das equipes optou por treinar apenas em dois, ou seja, apenas no domingo a turma esteve completa.

E que turma. Apesar da organização da F-Renault Europeia ter limitado o número de participantes em 2012 para 38 carros por etapa (!), os treinos contaram com 41 participantes, já que algumas equipes das versões ALPS (Itália + Suíça) e UK também estiveram presentes.

Entre os pilotos, foram três brasileiros: Guilherme Silva, atual campeão da F-Futuro, que recentemente acertou com a Interwetten, Victor Franzoni, da Cram, e Gustavo Lima, que vai competir pela Koiranen – a principal equipe do campeonato –, mas apenas na versão ALPS da categoria.

Na realidade, o trio foi bem. Levando em conta o nível e a experiência internacional – além do apoio das equipes da F1 – dos rivais, os brasileiros estiveram bem classificados. Franzoni foi o melhor. Mesmo competindo pela Cram, que é uma equipe apenas mediana, o paulista fechou o sábado na décima colocação, enquanto foi o 11º no segundo dia.

Guilherme, por sua vez, fechou o sábado na 11ª posição – logo atrás do compatriota –, mas caiu para 21º no dia seguinte. Gustavo Lima, por fim, foi o 29º e depois o 37º. Levando em conta que o brasiliense acabou de fazer a transição dos karts para os monopostos e tinha uma experiência internacional próxima do zero, é difícil fazer qualquer julgamento nesse momento.

Outra coisa que é importante lembrar, só pela tabela de tempos não é possível saber as condições de cada carro no momento da volta mais rápida. Embora as equipes tenham uma noção de quem estava com tanque cheio e quem estava com pouco combustível, não dá para assegurar que todo mundo estivesse em configurações iguais. Ainda mais porque há vagas em aberto para a nova temporada, então alguns times podem ter aproveitado para colocar pilotos experientes, pouco combustível e liderar as atividades para atrair para garotos interessados, mostrando uma falsa (?) sensação de equipamento de ponta.

É lógico que os times da F-Renault têm bem menos coisas para mudar no equipamento na hora de fabricar o melhor tempo que uma equipe da F1, mas o interesse de atrair pilotos endinheirados e patrocinadores oportunistas é similar.

Nyck de Vries
Nyck de Vries parece não estar encontrando dificuldades para terminar a transição dos karts para os monopostos

Apesar de tudo isso, no sábado, o melhor tempo ficou com Nyck De Vries. Dificilmente o garoto da McLaren tenha se valido de algum tipo de blefe para terminar na frente, mas mesmo assim o resultado foi de surpreender. Como essa é a primeira temporada do holandês depois de ter saído do kart – onde conquistou o bicampeonato mundial –, a expectativa era que ele enfrentasse alguma dificuldade natural nessa transição. Em um dia ele mostrou que não vai ter nada disso. Alex Riberas e Stoffel Vandoorne, ambos da equipe de Josef Kauffmann e favoritíssimos ao título, terminaram em segundo e terceiro, respectivamente.

No domingo, com a turma toda na pista, Norman Nato, da novata RC foi o mais veloz. Apesar de o francês ter competido na categoria em 2011, o resultado não deixa de ser surpreendente. Talvez o novo time esteja tentando um pulo do gato falso e impressionar com o resultado do treino. Bom, nunca se sabe. A segunda colocação ficou com Vandoorne, enquanto Riberas finalizou em terceiro. Na sequência, Daniil Kyvat, da Red Bull, foi o quarto e De Vries completou em quinto.

Antes de terminar, um detalhe curioso é a presença de alguns pilotos digamos, veteranos. Por exemplo, Javier Tarancón, companheiro de Nato na RC, pode iniciar a quarta temporada nas categorias de acesso pós-kart. O espanhol estreou na F-BMW em 2009, junto com Felipe Nasr. Mas enquanto o brasileiro se prepara para o primeiro treino com o carro da GP2, o contemporâneo ainda não deu o primeiro passo na carreira.

De qualquer forma, o primeiro treino coletivo serviu para ter uma ideia melhor da lista de inscritos que a F-Renault terá em 2012. Como o certame praticamente não enfrenta concorrência nas categorias de base, já era esperada a presença das principais jovens promessas do esporte a motor para os próximos anos.

Então, além da possibilidade de ver aqueles pilotos que estarão nos principais campeonatos do mundo daqui uns sete ou oito anos, também é interessante ver que os brasileiros estão fazendo parte desse grupo. Até porque, tanto Guilherme Silva quanto Victor Franzoni disputaram a F-Futuro em 2011, então teoricamente essa é a primeira comparação que eles têm com adversários internacionais. O que também acaba com aquela máxima de que ‘F-Futuro não dá futuro’, que nunca condisse com a realidade.

Ah sim, antes de terminar, o treino da F-Renault também é um desfile de pilotos de várias gerações. Keke Rosberg, por exemplo, esteve na sede da Koiranen (que também é finlandesa) para desejar sorte aos garotos. Já confirmado na Stock Car, Vitor Meria apareceu na pista espanhola como coach de Gustavo Lima, enquanto Heikki Kovalainen foi visitar a Fortec, onde corre o compatriota Mikko Pakari, uma das principais revelações do país. Vale lembrar que foi o time inglês quem primeiro apostou em Kova uns dez anos atrás.

P.S.: para ver os tempos completos do sábado, basta clicar aqui. Os do domingo estão aqui.

P.S.2: Como prometido, nesta segunda-feira, 35 pilotos dos mais diversos campeonatos da F-Renault continuaram em Valência para o terceiro dia de atividades. Oliver Rowland, que é um dos favoritos ao título, terminou na frente. De Vries manteve a boa fase e encerrou em segundo, seguido por Danill Kyvat da Red Bull. Entre os brasileiros, o desempenho não foi bom. Victor Franzoni completou em 18º, Guilherme Silva, em 23º e Gustavo Lima finalizou 34º. O resultado completo é só clicar aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s