Martin Tomczyk é campeão do DTM 2011

Martin Tomczyk
Martin Tomczyk fez do rebaixamento na Audi a força para ser campeão do DTM em 2011

A carreira de Martin Tomczyk estava fadada a não ter grande destaque. Filho de um figurão do cenário político do automobilismo da Alemanha, Martin não teve nenhum destaque nas categorias de acesso. O piloto correu na F-BMW e na F3 Alemã – sem conquistar nenhuma vitória – antes de decidir se juntar ao renascido DTM, em 2001, aos 19 anos de idade.

Tomczyk sempre foi um piloto que andava na metade do grid, sem maiores destaque. Apesar disso, era uma das principais apostas da Audi, tanto é que passou dez anos na equipe principal da montadora da Ingolstadt.

No entanto, com o passar dos anos, Tomczyk foi perdendo espaço com a ascensão do companheiro de equipe, Mattias Ekström, além da chegada de novos nomes como Timo Scheider, Mike Rockenfeller e Miguel Molina.

Martin Tomczyk
Martin Tomczyk terminou as nove etapas de 2011 disputadas até o momento entre os cinco primeiros

Nos primeiros dez anos de DTM, Tomczyk venceu apenas quatro vezes e terminou na terceira colocação a temporada de 2007, sendo esse o melhor resultado. A pouca evolução, além de uma postura bastante discreta, fizeram com que o piloto pouco a pouco acabasse sendo esquecido.

A temporada de 2010 do DTM foi terrível para a Audi, que viu a Mercedes arrematar as três primeiras colocações na tabela, consagrando Paul Di Resta como campeão. Precisando mudar para o novo campeonato, a Audi trouxe três novatos – Rahel Frey, Filipe Albuquerque e Edoardo Mortara – além de promover uma reestruturação interna dentro das próprias equipes.

No Team Phoenix, Mike Rockenfeller, uma das principais apostas de Ingolstadt, foi promovido à equipe principal – e a um carro de 2009 –, enquanto Martin Tomczyk foi rebaixado pela primeira vez a um time satélite – e a um modelo de 2008. Aos 29 anos, Martin tinha tudo para entrar na fase decadente da carreira, já que rumava pouco a pouco ao esquecimento.

De forma surpreendente, não foi nada disso que aconteceu. Tomczyk começou o ano muito mais agressivo do que antes, já que contava pela primeira vez na carreira com uma equipe trabalhando exclusivamente para ele. Afinal, quando estava na Abt, tinha que dividir as atenções apenas com Scheider, Ekström, entre outros.

Tomczyk terminou em quinto em Hockenheim e em terceiro em Zandvoort antes de emplacar vitórias no Red Bull Ring e no Euro Speedway, em Lauisitz. Depois, o alemão ainda triunfaria em Brands Hatch e acumularia pódios em Norisring, Oschersleben e Valência para assegurar o título do DTM em 2011 com uma rodada de antecipação.

É inegável dizer que o piloto de 29 anos mereceu o triunfo e, com 11 anos nas costas, mostrou que aprendeu o caminho das pedras no turismo alemão. O ponto forte da temporada de Tomczyk foi abrir uma considerável vantagem antes das férias de verão e o evento do Olympistadion. Depois, mesmo que não tenha sido o melhor piloto na pista (Ekstrom venceu três em quatro e foi segundo na outra), aproveitou a vantagem que já tinha aberto.

Situação, aliás, contrária a enfrentada por Bruno Spengler. O canadense da Mercedes se encaminha para mais um vice-campeonato após liderar a primeira metade da temporada 2011, mas se Tomczyk conseguiu fazer valer a regularidade ao não terminar fora dos cinco primeiros durante todo o ano, Spengler somou apenas três pontos nas últimas três corridas.

Provando que pode ser considerado um dos grandes nomes da Audi no DTM, Tomczyk assegurou vaga na temporada 2012, quando as montadoras vão estrear novos carros. Assim, vai ser curioso ver como a Audi vai se comportar em relação ao campeão. Será ele chamado novamente à equipe principal – com equipamento novo – ou ficará na satélite, onde é rei?

2 comentários sobre “Martin Tomczyk é campeão do DTM 2011

  1. Ótima análise da temporada,mas se eu tivesse que apostar num nome pra ser o piloto principal da Audi em 2012 , seria o italiano Edoardo Mortara que andou muito neste final de campeonato,além de ter vencido uma das etapas no estádio de Munique (extra-campeonato)!

    Abs

    Curtir

  2. Parabéns ao Tomczyc! A DTM é o campeonato que eu mais acompanho, é incrível. Mais eu ainda acredito que Bruno Spengler será campeão um dia, quem sabe essa mudança para a Bmw não seja positiva asssim como foi para Tomczyc sair da Abt.

    Outro que vai ser destaque na minha opinião em 2012 será Miguel Molina, aquela ultrapassagem no Paffet ano passado em Valencia, claro que Paffet deu o troco, mas que foi Bonito foi. Um abração Felipe.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s