Danica Patrick contra os pilotos brasileiros

Danica Patrick
Uma semana depois de acertar Brad Keselowski, Danica Patrick chamou os pilotos brasileiros de batedores

Às vésperas de mudar definitivamente para a Nascar, Danica Patrick declarou guerra aos pilotos brasileiros. Em uma entrevista à agência AP – que eu recomendo que você leia na íntegra clicando aqui antes de ver os meus argumentos –, a americana disse que os atletas nascidos por aqui são inconsequentes ao volante.

“Pode parecer estranho, mas eu diria que estou ficando mais agressiva na pista conforme vou envelhecendo. Será que isso é estranho? Eu não comecei na Nascar como um piloto brasileiro, que sobe no carro, grita ‘Whoooo’, sai batendo em todo mundo e só percebe o que aconteceu depois”, disse a ainda piloto da Andretti.

Apesar de escolher mal as palavras, a declaração de Danica não foi sobre Miguel Paludo nem sobre Beto Monteiro tampouco tinha como alvo Pietro Fittipaldi. Também não era sobre Tony Kanaan, Helio Castroneves, Vitor Meira ou Bia Figueiredo. A americana falava sobre Nelsinho Piquet.

Tanto o ex-piloto da Renault quanto Danica estrearam no turismo americano na mesma corrida: a etapa da ARCA em Daytona, realizada no início de 2010 – você pode clicar aqui e relembrar como foi (tem até um vídeo). Na prova, Nelsinho não foi bem e se envolveu em uma série de acidentes, incluindo um toque justamente na adversária. Danica, porém, salvou o carro e terminou na sexta colocação ao ultrapassar Ricky Carmichael já na entrada do tri-oval.

Danica Patrick e Nelsinho Piquet ARCA
Danica Patrick e Nelsinho Piquet se estranharam na ARCA pela primeira vez

Voltando à entrevista, é possível compreender porque a piloto possa considerar Piquet como um desafeto. Ainda assim, chama a atenção esse ataque cerca de um ano e meio depois, levando em conta o histórico dela de ser companheira de Tony Kanaan por tantos anos, além de colega de profissão de Helio Castroneves e tantos outros.

Por isso mesmo, alguns elementos na fala de Danica não estão claros. O primeiro deles é o contexto em que ela cita os brasileiros. O assunto acabou ali? A frase foi editada? O dito foi colocado ali só para causar mais impacto? Ela citava todos os brasileiros ou realmente tinha endereço certo? Nada disso é possível afirmar com certeza.

Em um segundo momento, ela foi extremamente infeliz na escolha das palavras. Isto é, independente das respostas paras as perguntas acima, Danica disse que os brasileiros têm fama de inconsequentes e batedores. Se ela queria falar de Nelsinho, de Rapha Matos ou de Helio Castroneves, deveria ter citado quem é o problema. Sem especificar, ela esquece que trabalhou meia década com Tony Kanaan, na mesma equipe, e quase toda semana encontra Helio, Vitor Meira e/ou Bia.

Ainda que Danica tenha realmente criticado Nelsinho, ela foi bastante irresponsável não só em ter escondido o nome do desafeto como também de ter guardado todas as reclamações até agora. Na entrevista, a americana diz que foi paciente e respeitosa com os adversários, ao contrário dos brasileiros. No entanto, ela esquece que na etapa de Richmond da Nationwide, realizada na última sexta-feira, dia 9, ela própria se envolveu em um acidente com o atual campeão Brad Keselowski.

O piloto da Penske poderia ter saído do carro e falado que ao contrário de quem vem da Indy ele não saia batendo em qualquer um no começo da carreira, era paciente e respeitoso. Apesar disso, ele fez o contrário. É verdade que Brad colocou a culpa na americana, mas disse que não poderia ficar chateado ao ter sido alvo da batida, já que a Nationwide é considerada uma categoria-escola, onde os pilotos estão aprendendo. Portanto, os pilotos da Sprint sabem do risco que correm ao descer para correrem com o bando de jovens.

Ora, tanto Piquet quanto Danica eram novatos na etapa da ARCA. Ao contrário dela, ele fazia a primeira corrida da carreira em um oval. Se a ainda piloto da Andretti foi compreendida por Keselowski, não caberia a ela ter feito o mesmo em relação ao brasileiro?

Danica Patrick
Danica Patrick salvou o carro na estreia em Daytona, mas não as palavras

Por mais negativa que tenha sido a repercussão da entrevista, não acredito que Danica tenha destilado xenofobia nas palavras. Acho que faz mais sentido enxergar o acontecido como mais um episódio em que a piloto escolheu mal as palavras e não conseguiu montar uma frase com aquilo que queria dizer. Basta ver, por exemplo, a entrevista da americana sobre a etapa de Motegi.

Na ocasião, Danica disse que não queria correr no Japão por conta da comida japonesa. Pela estrutura da frase “The radiation seems like it’s OK, but I’m concerned about the food, to be honest.”, parece que ela não gosta de sushi, mas depois ela explicou ter lido algumas reportagens e recomendações que pedem que as pessoas evitem comer carne vinda da região de Fukushima. Ainda nessa mesma entrevista ela fala dos perigos dos fenômenos naturais em território nipônico, mas se esquece que às vésperas da corrida Baltimore a Costa Leste americana foi alvo de terremoto e furacão.

Com dois relativos foras em tão pouco tempo, parece que Danica não tem noção da repercussão que as coisas que ela fala têm. Se você vai ao bar e fala com um amigo sobre não se comportar feito um piloto brasileiro, no máximo ele pode perguntar o que você quer dizer com aquilo caso não opte apenas por virar outro copo. Mas usar essa frase em uma entrevista com uma agência de notícias internacional é óbvio que não poderia sair coisa boa.

27 comentários sobre “Danica Patrick contra os pilotos brasileiros

  1. Olá sou um dos defensores da oh galera pega leve com as palavras pelo amor de cristo a danica é uma profissional o trabalho dela é vencer mas nao ira se houver alguem se chocando com ela parem com as ofensas isso pd gerar um processo terrivel e danica não chegou a indy por acaso! reispeitem a melhor mulher do automobismo e a primeira a vencer
    obrigado. atenciosamente defensores da danica patrick

    Curtir

  2. Pra ela fica a resposta de TK em seu twitter… Essa cidadão nem é piloto, nunca ganhou nada emc ategoria nenhuma. Até a Bia que ta sofrendo na Indy já foi campeã em várias categorias e tem mais vitórias que ela na carreira… DP é modelo de macacão e não piloto de respeito

    Curtir

  3. Essa piloto é um lixo, nunca ganhou nada, não tem experiência além dos EUA em automobilísmo, se acha boa, mas na verdade técnicamente é fraca, como a maioria dos pilostos americanos de Monopostos, são fracos, atualmente vc nem na F-Indy tem americanos que despontam, quem são os caras que mandam lá, Escoceses, Neo-Zelandezes, Brasileiros, Japoneses..gente que anda melhor de monoposto do que essa imbecil que se acha muito boa.. na NASCAR vai apanhar um bocado e quero ver falar alguma coisa. Na minha opinião é Inveja, afinal, Nelsão, dominou tudo o que pintou e ela, o que ganhou até agora? Muita Midia e a simpátia de Jornalistas…

    Curtir

  4. Não me pareceu que a Danica tenha generalizado em sua afirmativa questionada. Ela não citou o nome, mas afirmou tratar-se de um determinado piloto brasileiro, naquela determinada prova de estréia, no caso Nelsinho Piquet na prova da ARCA. Se meu inglês quebra-galho não me traiu, penso que ela, sim, deu uma “cutucada” no brasileiro, que entrou com tudo em sua primeira prova, distribuindo pancada, enquanto ela teria sido mais comedida. Mais à frente, ela afirma que pretende ser mais agressiva, principalmente com quem “der” nela, até citando as regras menos restritivas da NASCAR e a maior possibilidade de contato que o carro permite, por ter paralamas cobrindo as rodas, quando comparado aos monopostos, portanto com menor risco de resultar num acidente mais grave.
    De resto, a menina é bonitinha, dirige de forma a não comprometer, quando comparada à média dos demais pilotos e penso que não se deva levar tão a sério sua entrevista, como se um tratado de xenofobia contra a “pilotaiada” brasileira fosse.

    Curtir

  5. Me desculpem o palavreado, mas essa Danica Patrick é uma enganaçãso pura criada pelo marketing da antiga IRL, uma putinha dfisfarçada de piloto, que pra ganhar uma corrida precisou de um brasileiro (o Hélio Castroneves) abrir passagem para ela vencer e ainda todo mundo diz que a corrida que ela “venceu” foi a melhor corrida do mundo. Ela só está onde está porque nas equipes sempre deram a ela a condição de estrela e primeira piloto. Uma putinha que se acha acima da IRL e que a categoria pensa que pode satisfazer as vontades dela. Posa de mocinha bonitinha e carismática, mas no fundo é uma cobra venenosa manipuladora de seus próprios interesses. E ainda tem gente que queria vê-la na Fórmula 1 e ela sempre esnobava os testes que ofereciam a ela. No Japão, ela posa simpática, tira foto com fãs, beija menininha na boquinha, mas no Brasil, o tempo todo com o marido, não deixava ninguém chegar perto dela. Dois pesos e duas medidas. Ela tá é assim com os brazucas porque teve aquela guerrinha na Andretti que ela achava que o Tony tinha que acertar toda hora o carrinho pra ela. Aprenda a ser mais humilde e modesta e desça desse pedestal de arrogância e prepotência, bundona!!!!! Veja o que fizeram Emerson Fittipaldi, Gil de Ferran, Hélio Castroneves e Tony Kanaan na Indy pra falar mal de alguma coisa!!!!! E o que mais impressiona é que na guerrinha Tony x Danica, ela virou a mocinha e ele o vilão. E quem não gosta de Danica Patrick é taxado de viado, bicha e outras coisas mais. Muito me admira quem nela acredita.

    Curtir

    1. Meu amigo quanto odio neste seu coração
      Deixa a menina
      Sou mais ter um pôster da Danica no meu quarto que a foto de cuecas de um piloto brasileiro.
      Danica fez historia e é uma estrela gostem ou não ela gera marketing
      Um abraço do fórum downforce a todos leitores do Blogue.
      Um abraço ao amigo Josele .

      Curtir

      1. Ué… resolveu agora vir me caçar nos blogues pra ficar postando por lá sem direito à minha defesa pro pessoal de lá me desconstruir???? É uma pena que penso que muita gente posa de amigo da gente, mas por trás desta aparência amiga são tudo uns filhos da puta traidores que gostam de desconstruir quem não concorda com a filosofia deles. Agora aproveitam porque morto não se defende. Eu não preciso desse abraço falso dessa turma que só apunhala pelas costas os amigos. E engula esse abraço vagabundo pros seus sacripantas. Todos esses canalhas que me expulsaram de lá. Sem mais!!!!!

        Curtir

  6. E nós brasileiros continuamos sendo talvez, os mais arrogantes do mundo autoimobilistico, afinal, “falar mal” de piloto brasileiro tem tanto efito quanto um tapa na cara………..paremos com esse mimimi cada vez que criticam um piloto brazuca que aliás, andam gostando de bater mesmo…hahaha

    Curtir

  7. hahah ela merece é tomar uma daquelas do Nelsinho quandop ele fizer uma de nationwide. Ela quer estar na Nascar sem agressividade? Então que faça uma categoria “feminina” ou vá pra F1. Nascar é esporte de contato!!! Princesinha chorona…

    Curtir

  8. O que ela tem de bonitinha tem de burrinha. Ele nunca ouviu falar em Emerson Fittipaldi, Gil de Ferran, que pilotavam nem 10% tão agressivos quanto ela, e foram campeões da Indy – coisa que ela nem beirou ser -, e nem os brasileiros que estão lá hoje são agressivos quanto ela. Agora se todo mundo que tiver um acidente de corrida com ela estiver errado aí, como diz meu avô, “tá brabo” … rsrsrsrsrsrsrs … deve ser paixão recolhido por algum brasileiro também, vai saber! … rsrsrsrsrs … se ela não fez essa generalização, já devia ter se explicado por outro veículo de imprensa.

    Curtir

  9. Depois de ficar esperando o acerto do carro do Tony em quase todas as etapas da Indy p/ depois ir p/ as pistas ela vem com este papinho,
    agora não dá.
    Ela é uma ótima piloto mais muito arrogante.

    Curtir

  10. Eu assiste a essa corrida toda…e Nelsinho realmente forçou a barra em um circuito a qual não tinha conhecimento algum…mas ela tambem errou por estar bem ao estilo M.Duno…onde não da para ficar pensando se a maquiagem borrou ou não.

    E quanto ao Nelsinho tai, dando canseira nos consagrados da Nascar Truck Siries…hoje em Chicago, largou em 12 e com 3 voltas ja era o 4 colocado. Da pra imaginar o ritimo de corrida do garoto né.

    Curtir

  11. Ela se esqueceu dos títulos de formula 1, formula indy e formula mundial que os brasileiros já ganharam, sem falar nas vitórias de Hélio Castro Neves, Gil de Ferran e Emerson Fittipaldi no mais tradicional circuito da Indy, e a Senhora dona chorona ganhou o que?

    Curtir

  12. esta retardada começou a tomar tempo da simona e ficou assim..rsrs
    como ela vai e generaliza só pq tomou porrada do bambi do piquezinho?
    vai esquentar a barriga no fogao e esfriar no tanque, peruazinha.

    Curtir

  13. Meio pentelha essa guria. Mas ela tá puta da vida e com uma super má impressão de brasileiro com certeza por conta de tanto se estranhar com o Rapha Matos, que sinceramente me pareceu meio babacão mesmo…

    mas tbm, Rapha com ph é phoda não é?!…

    Curtir

  14. Eu gosto da Danica (quem não gosta? hauhau) mas que ela se acha mais do que é isso ninguem pode negar. Sobre a entrevista o Tony já deu a devida resposta em seu twitter hauhauhaua

    Parabens pelo blog, sempre que dá acompanho ele.

    Ps: se me permite uma dica, não seria melhor usar o “leia Mais” na página principal para cada post não? Fica muito longo e as vezes uma noticia se perde no meio de tanta letra rsrs

    Curtir

  15. Parece que Danica não soube se expressar bem, só isso.

    Essa semana foi recheada de bafafás. Além desse, foi o de Kurt Busch e uma repórter, que perguntou a Jimmie Johnson sobre a rivalidade com o Buschão. JJ negou, e então a repórter mostrou o registro escrito da coletiva, com a fala de JJ sublinhada. Kurt pegou o registro e o rasgou na frente da repórter, e saiu da sala de imprensa.

    Outro foi uma entrevista em que “Don” Wheldon disse que o nível dos pilotos da Indy são bem melhores do que a Nascar, no que foi prontamente respondido por Brad Keselowski, e no que gerou um “buzz” entre os pilotos de ambas as categorias, inclusive com Daniquinha se metendo na comédia.

    Enfim, o povo anda falando demais. Vão correr, meu povo!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s