Em Bristol, Keselowski mostra que grave acidente o consertou

Brad Keselowski
Ok, Brad Keselowski comemorando vitória com bandeira americana. Vou começar a dar ctrl+c ctrl+v nas fotos antigas. Ninguém vai perceber

A fase de Brad Keselowski beira o incrível. O piloto da Penske, que precisou somente convencer Roger Penske a esquecer Sam Hornish e apostar nele no comando do Blue Deuce na temporada 2011 da Nascar, conquistou a terceira vitória no ano, no último sábado – cuja história da corrida você pode ver clicando aqui.

Nas últimas quatro corridas, Kese venceu duas vezes, terminou outra em segundo e a última em terceiro. Essa fase de grandes resultados o catapultaram da 21ª colocação – e fora do Chase – para o 11º posto, onde briga para validar os três triunfos e transformá-los em pontos na fase final da temporada, privilégio que só os dez primeiros têm.

O mais incrível em relação à fase do piloto da Penske é que essa série de resultados começou justamente após o grave acidente em que sofrera às vésperas da etapa de Pocono, quando treinava em Road Atlanta de olho na corrida de Watkins Glen. Na ocasião, o tornozelo de Keselowski ficou do tamanho de uma bola de basquete e a própria participação do piloto nas corridas da Sprint Cup chegou a ser questionada.

É muito difícil não associar o acidente à boa fase do piloto, mas, exatamente, de que forma esses dois eventos se relacionam.

Brad Keselowski
Foi assim que o carro de Brad Keselowski após o acidente em Road Atlanta

São duas as explicações, na realidade. A primeira indica que Keselowski foi literalmente consertado após o acidente. Sabe quando a imagem da TV não pega, você dá um tapa nela e tudo fica normal? Então, a situação do piloto da Penske pode ser similar. Precisou da batida para pegar no tranco

Seguindo essa mesma linha, mas com uma tese um pouco mais palpável, há quem acredite que o acidente em Road Atlanta fez com que Keselowski resolvesse se arriscar mais na pista, em uma espécie de superação de quem viu a morte de perto. Afinal, se com a tremenda batida o piloto saiu relativamente inteiro, correr nas pistas segurar e sancionadas pela Nascar com certeza faz o risco ser menor.

A outra explicação em relação à melhora de Brad pós-batida é que desde então, para focar somente na recuperação paliativa para disputar as corridas de Cup, ele não tem competido na Nationwide. Keselowski, que é o atual campeão da categoria de acesso, abriu mão de correr as últimas quatro etapas da divisão e, coincidentemente, teve uma melhora absurda na Sprint Cup.

Essa segunda hipótese é mais provável. Como Keselowski não era um piloto de tanto destaque na Sprint Cup, nada mais natural que ele focasse os esforços do final de semana na Nationwide – sua zona de conforto – para conseguir bons resultados competindo praticamente contra os mesmos nomes da divisão principal. De molho por conta do acidente, o piloto da Penske passou a fazer toda a rotina de trabalho que tinha com o carro da divisão menor com o da Cup. Assim, portanto, o carro da Penske rapidamente ganhou desempenho.

Essa segunda suposição, aliás, é a que Roger Penske acredita. O dirigente confirmou que estuda voltar a inscrever dois carros na Nationwide em 2012. Um, que já está praticamente confirmado, para Sam Hornish e o outro para uma Keselowski e Parker Kligerman, que devem dividir o comando do equipamento. Participando de menos etapas na divisão de acesso e não sendo o único responsável pelo desenvolvimento do equipamento, Brad poderá focar os esforços na Sprint a fim de manter no próximo anos resultados semelhantes aos atuais.

A próxima etapa da Sprint Cup é em Atlanta e faltam apenas duas corridas para definir os 12 classificados para o Chase. Evidentemente, vou dizer que se Keselowski não correr na Nationwide ele é o favorito para a corrida. Fora isso, Kyle Busch, Matt Kenseth e Jimmie Johnson podem ser considerados favoritos, além de Tony Stewart, que corre por fora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s